Home » Meio Bit » Android e Linux » Moto E5, o smartphone de entrada da Motorola chega ao Brasil por R$ 899

Moto E5, o smartphone de entrada da Motorola chega ao Brasil por R$ 899

O dispositivo mais barato da Motorola não é mais tão barato: o Moto E5, o smartphone de entrada da companhia entra em pré-venda no mercado brasileiro pelo preço sugerido de R$ 899,00.

32 semanas atrás

 

Revelado no evento global que lançou a linha Moto G6, o smartphone de entrada da Motorola enfim dá as caras: o Moto E chega ao Brasil com especificações absolutamente simples e um preço bem mais puxado, quase adentrando a categoria de intermediários.

O Moto E5 é um dispositivo absolutamente básico em todas as suas características. Ele possui acabamento em polímero fosco, diferente dos outros novos smartphones da Motorola que utilizam ou vidro (Moto G6 e Moto G6 Plus) ou polímero com efeito glossy (Moto G6 Play e Moto E5 Plus) para deixar claro que este é o mais básico dos dispositivos da companhia. O display é um LCD IPS de 5,7 polegadas de proporção 18:9 e resolução HD+ (1.440 x 720 pixels, 283 ppi) e como a fabricante ainda não aderiu totalmente à onda do design sem bordas, o aparelho ainda mantém um grande espaço nas partes superior e inferior. Já o leitor de impressões digitais fica na traseira, no logo da Motorola.

Por dentro o Moto E5 conta com um Snapdragon 425, quad-core com clock de 1,4 GHz e GPU Adreno 308, 2 GB de RAM, 16 GB de espaço interno expansível via microSD de até 128 GB, câmera principal de 13 MP com abertura f/2,0, autofoco com detecção de fase, Flash LED, HDR e capacidade de filmar a 1080p em 30 fps, câmera selfie de 5 MP com abertura f/2,2 e Flash LED, Dual-SIM, Bluetooth 4.2, AD2P, BLE, A-GPS, GLONASS, BDS, bateria de 4.000 mAh acompanhada de um carregador de 10 W, conector microUSB e Android 8.0 Oreo.

Enfim, é um Android de entrada com uma bateria minimamente interessante, mas com um hardware limitado e indicado para quem busca o mínimo para acessar a internet, usar redes sociais e abrir/editar documentos, além de obviamente fazer ligações. A questão é que o preço, que já havia deixado de ser interessante na geração passada aumentou ainda mais.

A Motorola colocou o Moto E5 em pré-venda nesta terça-feira (08) pelo preço sugerido de R$ 899,00, apenas R$ 200 a menos que o Moto G6 Play (que possui um SoC levemente melhor, 1 GB de RAM a mais e o dobro do espaço interno, além de câmeras melhores) e embora ainda não haja previsão para a chegada da variante Moto E5 Plus, a essa altura é seguro afirmar que ele chegará custando R$ 999,00.

Por fim a Motorola já adiantou que tanto o Moto E5 quanto o Moto E5 Plus não serão atualizados para o Android P, mas receberão patches de segurança a cada 60 ou 90 dias; a companhia tem mantido a seguinte estratégia de updates para seus dispositivos:

  • linhas Moto Z e Moto X: duas atualizações do Android garantidas;
  • linha Moto G: uma atualização garantida (embora confirmado um update não planejado para o Moto G4 Plus, este não é o Modus Operandi da empresa);
  • linhas Moto E e Moto C: permanecem na versão do Android com a qual são lançados.

relacionados


Comentários