A vida imita CSI: serial killer procurado há 40 anos preso graças a DNA em site de genealogia

csi

O Estado da Califórnia afirma ter enfim resolvido um mistério de quase meio século: o “assassino de Golden State”, um assassino em série acusado de 12 homicídios e mais de 50 estupros entre 1976 e 1986 foi identificado e e enfim preso, graças a um parente que o dedurou não da maneira tradicional, mas com seu código genético.

O criminoso, também conhecido pelos apelidos de “estuprador de East Area” ou “o original perseguidor noturno” conseguiu iludir a polícia por tantos anos por ser minimamente meticuloso: ele nunca deixou provas substanciais nas cenas dos crimes que cometeu, nenhuma impressão digital jamais foi encontrada. Acreditava-se que o meliante deveria ter treinamento especial ou ser cuidadoso o bastante para não prover nada que pudesse identifica-lo.

Ele sempre usava luvas e máscara, invadia as casas das vítimas sem que elas notassem e dado seu método, acreditava-se que ele tivesse pelo menos treinamento militar. No entanto, ele de fato deixou traços de DNA para trás e a polícia soube conserva-los, até o dia em que iniciaram uma busca em sites que oferecem serviços de identificação de árvores genealógicas.

Em uma investigação que durou quatro meses, as autoridades chegaram a um ou mais parentes do criminoso cujo código genético apontava para Joseph James DeAngelo, 72 anos, um ex-policial e veterano que serviu na marinha durante a Guerra do Vietnã, o que explicaria seu cuidado extremo para não deixar provas para trás e mais surpreendente, ele continuava morando no subúrbio do condado de Sacramento e permanecia até então dando um olé na justiça, bem perto de onde os crimes foram cometidos trabalhando como mecânico de caminhões.

A polícia da Califórnia precisava agora identifica-lo com 100% de certeza, e para isso só restava fuçar seu lixo em busca de objetos manuseados por ele. Não deu outra, o DNA de DeAngelo bateu com o do “assassino de Golden State” e na última terça-feira, DeAngelo foi preso por oito dos 12 homicídios atribuídos, e se preparam para acusa-lo formalmente dos restantes.

joseph-james-deangelo

Joseph James DeAngelo, enfim em cana.

Dado o sadismo dos crimes que praticava (o assassino estuprava a princípio mulheres que encontrava sozinhas em casa, geralmente amarradas, depois passou a fazê-lo na frente dos maridos imobilizados antes de matar ambos) e de fato seja comprovado que DeAngelo seja o único responsável por todas as acusações, é provável que ele passe o resto da vida atrás das grades. O que dada sua idade avançada, infelizmente não se estenderá por muito tempo.

De qualquer forma, às vezes roteiros malucos de CSI têm muito mais a ver com a realidade do que as pessoas acreditam.

Fonte: The New York Times.

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar