Pro Evolution Soccer perde a exclusividade da Champions League

Além de consagrar o grande campeão desta temporada, a final da UEFA Champions League, que acontecerá no dia 26 de maio em Kiev, também marcará o término de uma parceria que durava 10 anos. De acordo com um comunicado emitido pela entidade responsável pelo futebol na Europa, a exclusividade que a série Pro Evolution Soccer tinha com a competição está chegando ao fim.

A Konami tem sido uma forte parceira de licenciamento para a UEFA Champions League e a UEFA Europa League, com a marca da nossa competição sendo fortemente caracterizada nos videogames e sendo parte dos populares torneios de eSports da Champions League,” declarou Guy-Laurent Epstein, diretor de marketing da UEFA Events. “Tem sido uma parceria muito cooperativa e mutuamente benéfica. A UEFA gostaria de agradecer à Konami pelo seu tremendo comprometimento e apoio às competições de clubes da UEFA pela última década e procuraremos continuar trabalhando com a Konami na esfera de equipes nacionais de futebol da UEFA.

A Konami por sua vez disse através de Jonas Lygaard, diretor sênior de marcas e negócios da empresa, que a partir deste ano eles mudarão o foco para outras áreas e continuarão trabalhando com a UEFA, já que a relação entre eles permanece forte.

Bom, isso dá a entender que a partir deste ano a Electronic Arts tem as portas abertas para fazer uma parceria com a UEFA e também recriar no seu jogo o principal campeonato de clubes do planeta. Se isso acontecer, a série FIFA adicionaria a Champions League à sua já extensa lista de competições oficiais presentes no jogo, o que pode representar um golpe bem duro no título da Konami.

Quando se trata de jogos de futebol, é claro que apenas ter a representação precisa de um uniforme ou o logo de um torneio não significa muita coisa, mas goste ou não do PES, é inegável a importância que a exclusividade da Champions League tinha para a série. Então, se nos próximos jogos o torneio aparecer tanto nele quanto no seu concorrente, os jogadores provavelmente não ficarão muito incomodados, mas já pensou se a UCL se tornar exclusiva do FIFA?

O pior de tudo é que o calcanhar de Aquiles do PES sempre foi a questão do licenciamento e se eles eventualmente perderam o seu principal trunfo, acredito que ficará cada vez mais difícil os jogos de futebol da Konami conseguirem manter a sua fatia do bolo.

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar