Final Fantasy XV, um colosso de 148 GB no PC

final-fantasy-15

Ah, o esplendor da resolução 4K! Poder rodar jogos com um um nível de detalhes muito superior a o que temos em FullHD tem sido o sonho de muita gente há um bom tempo, mas junto com uma resolução tão alta, havia um efeito colateral para o qual a maioria não estava preparada: games absurdamente pesados.

Se até poucos anos atrás raramente víamos jogos ultrapassando 25, 30 GB, de uns meses para cá alguns começaram a se aproximar da barreira dos 100 GB (e até ultrapassá-la) e para o desespero daqueles que possuem uma conexão mais lenta ou limite de download, essa situação só tende a piorar.

O exemplo mais recente pôde ser visto com o lançamento do Final Fantasy XV Windows Edition. Bastou o título chegar aos computadores para os interessados perceberem que, para ter acesso a tudo o que ele poderia oferecer, seria necessário baixar um arquivo gratuito com texturas em alta resolução. O problema é que isso exigiria 63 GB de espaço em disco, que somados aos 85 GB do jogo, elevaria o tamanho total para impressionantes 148 GB!

Diante de um número tão alto, o pessoal do site Eurogamer pediu ajuda ao coirmão Digital Foundry para saber se isso colocaria o RPG da Square Enix como o maior jogo da plataforma e o que eles descobriram é bem interessante.

Levando-se em consideração os títulos disponíveis no Steam, diversos chamaram a atenção por também ocuparem bastante espaços nos nossos HDs. Entre eles podemos citar os Call of Duty Black Ops 3 e Infinite Warfare, que respectivamente precisam de 113 GB e 101 GB; o Middle-earth Shadow of War com 95 GB ou o Grand Theft Auto V, com 76 GB.

Já pelo lado da Microsoft, as atualizações para adequar alguns jogos ao padrão 4K fez com que o Forza Motorsport 7 ultrapassasse 95 GB, que o Gears of War 4 chegasse a 110 GB e o Halo 5 batesse 113 GB. Porém, nada consegue se aproximar do Quantum Break, que embora apenas o jogo tenha quase 84 GB, junto com a série para TV opcional pode chegar perto de incríveis 180 GB.

Portanto, seja com recursos adicionais ou não, a verdade é que além de uma boa conexão e bastante paciência, jogar hoje em dia ainda exige bastante espaço de armazenamento e se você não estiver disposto a investir alguns trocados além da aquisição de um console/PC, talvez fosse melhor não ter desejado tanto o dia em que teríamos acesso a mais títulos em 4K.

PS: a título de curiosidade, todos esses jogos parecem brincadeira perto do simulador Xplane 11, que com a utilização de algumas modificações pode chegar a assustadores 5 TB.

Relacionados: ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar