Home » Hardware » AMD lança as GPUs intermediárias Radeon RX 500, mas nada das tops Vega ainda

AMD lança as GPUs intermediárias Radeon RX 500, mas nada das tops Vega ainda

A AMD lança as novas placas de vídeo intermediárias Radeon RX 580, 570, 560, 550 e 540 na civilização. Infelizmente nenhuma notícia oficial sobre as novas GPUs topo de linha com arquitetura Vega.

2 anos atrás

Lá por volta do final de 2011, o tio Laguna comprou uma Sapphire Radeon HD 6850 por meros 600 reais. Sim, apesar de o país ter entrado em crise econômica, meu desktop passou por dois upgrades de CPU (atualmente Intel i5 6600) e RAM (16 GB DDR4), mas mantive a placa de vídeo por um motivo bem simples: não jogo tanto assim no PC e ela satisfazia perfeitamente as minhas necessidades de jogos.

Satisfazia. Apesar de perfazer 1,4 teraflop/s tal GPU era organizada em uma microarquitetura chamada TeraScale 2. Basicamente duas gerações anteriores à primeira versão da Graphics Next Core. Isso quer dizer que, ao rodar um jogo atual, o desempenho bruto estaria por volta dos 900 ~ 1.000 gigaflop/s. É no que dá manter uma placa de vídeo muito antiga: ela “desperdiça” desempenho bruto com instruções mais atuais, que nas novas GPUs levam menos ciclos.

Laguna_MSI_Radeon_RX_580_peq

Uma placa de vídeo da MSI com a nova Radeon RX 580 (crédito: Engadget)

O tio Laguna está atrás de trocar tal placa de vídeo por uma mais recente. Meu parâmetro atual ainda é custo benefício, mas quero que o processador gráfico seja melhor que o do Project Scorpio e seja o topo de linha da geração. Ou algo próximo disso.

E é aí que entram os novos processadores gráficos intermediários da AMD, cujas placas de vídeo já foram disponibilizadas na civilização semana passada.

Laguna_AMD_Radeon_RX_500_series

Novos processadores gráficos do Radeon Technologies Group (crédito: Ars Technica)

Vamos para a GPU mais potente anunciada dessa série intermediária: a Radeon RX 580 possui basicamente a mesma microarquitetura Polaris da RX 480, mas usa clocks maiores no chip e na memória. É como se fosse uma GPU mais amadurecida, litografada no mesmo processo FinFET de 14 nm.

Amadurecimento significa maior desempenho: a Radeon RX 580 chega a 6 Tflop/s em modo Boost, um belo avanço em relação aos 5 teraflop/s da RX 480. Quem substituirá a RX 480 com um desempenho bem próximo será a nova Radeon RX 570. Em relação a preços, a versão 8 GB (GDDR5) da RX 580 sairá por US$ 229, enquanto a versão 4 GB fica no patamar dos 200 dólares. Já a RX 570, por enquanto apenas com versão 4 GB, sai por US$ 169.

As outras placas de vídeo anunciadas particularmente não me interessam, mas como a crise deixou muita gente com pouco dinheiro em caixa, vejamos: a Radeon RX 560 possui metade do desempenho bruto da RX 570, mas suas placas de vídeo só estarão disponíveis no mercado em maio, na faixa dos 99 dólares (4 GB GDDR5). Já a Radeon RX 550, que possui desempenho bruto pouco melhor que a minha placa de vídeo, vai custar na faixa dos 79 dólares. E as montadoras de desktops já contam com a RX 540, uma RX 550 mais lenta mas que ao menos torna os games mais jogáveis que num IGP da Intel.

Resumindo, temos:

Comparação das GPUs AMD Radeon RX série 500 (mid-end)
GPU →RX 580RX 570RX 480RX 560RX 550
Compute Units363236168
configuração32 ROPs / 144 TMUs / 2.304 SPs32 ROPs / 128 TMUs / 2.048 SPs32 ROPs / 144 TMUs / 2.304 SPs16 ROPs / 64 TMUs / 1.024 SPs16 ROPs / 32 TMUs / 512 SPs
clock normal (modo Boost)1,257 GHz (1,34 GHz)1,168 GHz (1,244 GHz)1,12 GHz (1,266 GHz)1,175 GHz (1,275 GHz)1,1 GHz (1,183 GHz)
desempenho bruto6 Tflop/s5 Tflop/s5 Tflop/s2,5 Tflop/s1,2 Tflop/s
VRAM4 ou 8 GB GDDR54 GB GDDR54 ou 8 GB GDDR52 ou 4 GB GDDR52 ou 4 GB GDDR5
clock da memória8 MT/s7 MT/s7 MT/s7 MT/s7 MT/s
interface da memória256 bits256 bits256 bits128 bits128 bits
preço na civilizaçãoUS$ 229 ou 199US$ 169US$ 199 (substituída)US$ 99US$ 79

·
Talvez o tio Laguna até considere a RX 580, mas ela fica muito no limite de desempenho do Project Scorpio. Quero algo melhor. E melhor seria esperar o lançamento das GPUs AMD Vega, que seriam o topo de linha da quinta geração GCN.

Dependendo do desempenho e do preço, ou comprarei uma Radeon Vega ou simplesmente parto para a nVidia. Aliás, bem que a AMD poderia simplificar a linha: teremos GCN da quarta geração na linha intermediária e quinta geração no topo. Para um leigo, isso pode ser complicado.

Pior: a arquitetura Vega vem para substituir a linha R9 Fury, lançada há dois anos. Uma Radeon R9 Fury X possui desempenho bruto de 8,6 teraflop/s mas isso era grande coisa lá em 2015, quando foi lançada. Quero algo semelhante ao AMD Ryzen 7, que abalou o concorrente no quesito alto desempenho por preço não tão elevado.

relacionados


Comentários