MWC 2017 — BlackBerry KEYone, um Android intermediário com teclado QWERTY e preço de top de linha

A BlackBerry pode ter desistido de produzir seus smartphones, mas isso não significa que a linha chegou ao fim. A companhia, que agora se concentrará exclusivamente no mercado corporativo licenciou a marca para fabricantes parceiros a TCL, dona da Alcatel foi uma delas.

No último sábado a companhia chinesa revelou, nas prévias da MWC 2017 o KEYone, o primeiro dispositivo dessa nova fase e que segue fiel ao legado, com teclado QWERTY físico. No entanto, o preço sugerido é um pouco elevado para suas capacidades.

A TCL tomou algumas liberdades curiosas com o KEYone e a primeira que percebemos de cara é a frente do aparelho. Diferente do Priv, que contava com um teclado deslizante a peça neste dispositivo é fixa, fazendo com que o display de 4,5 polegadas fosse confinado a uma proporção 3:2 com resolução de 1620 x 1080 pixels (433 ppi). Não deve ser a melhor das telas para consumo de mídia.

O teclado QWERTY é customizável: você pode definir atalhos para cada uma das teclas e ele ainda atua como um trackpad, bastando deslizar o dedão por cima dele para navegar (função já presente no Priv).

Por dentro as especificações não são nada de outro mundo: SoC Snapdragon 625 da Qualcomm, octa-core Kryo com clock de 2 GHz e GPU Adreno 506, 3 GB de, RAM, 32 GB de espaço interno (expansível até 256 via Micro-SD), câmera principal de 12 megapixels com abertura f/2,0, autofoco com detecção de fase, Flash dual-LED, HDR e capacidade de filmar em 1080p a 30 fps, câmera selfie de 8 MP com pixels de 1,12 µm, Bluetooth 4.2, BLE, NFC, A-GPS, GLONASS, BDS, bateria de 3.505 mAh, porta USB-C 3.1 e Android 7.1 Marshmallow. Segundo a TCL o KEYone é um produto para um público restrito, voltado especificamente para o mercado corporativo e quem deseja um aparelho resistente e seguro (ele conta com os softwares de proteção da BlackBerry, já presentes no Priv e no DTEK50).

CrackBerry Kevin — BlackBerry KEYone Introduction

Talvez por isso seu preço seja tão fora da escala: ele chegará às lojas em abril pela bagatela de US$ 549, um valor muito alto para um smartphone intermediário e que se aproxima muito dos tops de linha. É possível que a TCL esteja planejando fornecê-lo sob regime de leasing a companhias, o que reduziria o valor final e padronizaria o uso de dispositivos entre seus funcionários. O problema é convencê-las a tomar tal atitude em 2017, com a prática BYOD tão difundida.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples