A dificuldade em popularizar a série Dragon Quest no ocidente

dragon-quest-8

Com cada um dos seus capítulos sendo ansiosamente aguardado por uma legião de fãs, a série Dragon Quest é sem dúvida alguma um fenômeno no Japão, sendo talvez o único RPG capaz de desafiar a franquia Final Fantasy. No entanto, ela nunca teve no ocidente a mesma força vista no outro lado do mundo e ainda hoje muitos se perguntam porque isso acontece.

Pois quem tentou explicar essa dificuldade em conquistar o público daqui foi o produtor Yu Miyake, que durante uma entrevista à revista Edge praticamente fez uma viagem ao passado para dar a sua opinião e admitiu que eles são culpados por isso.

Uma conclusão a que chegamos é de que é uma questão de timing histórico. Quando o Famicon foi lançado, o Dragon Quest era o jogo que todos estavam jogando, mas quando o PlayStation saiu, o Final Fantasy VII era o que todos estavam jogando. Então a fonte de nostalgia é diferente para ambos os grupos: no Japão é o Dragon Quest, enquanto que no ocidente é o Final Fantasy. A verdade é que se tivéssemos colocado bastante esforço para localizar o Dragon Quest naquela época, provavelmente não estaríamos vendo esse problema hoje em dia. Eu provavelmente não deveria estar dizendo isso, mas meio que erramos nesse sentido.

É importante ressaltar que o nós a quem Miyake se refere é a Enix, empresa que desenvolvia a série Dragon Quest e que só se uniu à Squaresoft em 2003. Como aquela desenvolvedora sempre teve como foco o mercado japonês, por muitos anos a franquia ficou conhecida nos Estados Unidos como Dragon Warrior, sendo que o primeiro capítulo levou três anos para aparecer no ocidente.

Essa mudança de nomes certamente não ajudou as pessoas a criarem um vínculo afetivo com a série e outro fator que pode ter contribuído para que o Final Fantasy se tornasse muito mais popular por aqui foi uma maior tentativa da Squaresoft de agradar o público ocidental, algo que com o Dragon Quest só ganhou força a partir do oitavo capítulo.

Segundo Miyake, enquanto a Level-5 trabalhava na criação do Dragon Quest VIII: Journey of the Cursed King, muito foi feito tendo os jogadores ocidentais como alvo, como por exemplo a presença de um maior número de personagens dublados e até mesmo a maneira como os menus funcionavam. Porém, o visual cartunizado acabou fazendo com que algumas pessoas achassem que se tratava de um jogo infantil e no fim das contas as vendas ficaram muito longe do que a Square Enix registrou com a série Final Fantasy.

Mesmo assim a editora não desistiu de torna a franquia mais popular, o que os fez lançar jogos como o Dragon Quest Builders e Dragon Quest Heroes. A expectativa deles é que esses títulos conseguam fazer com que o Dragon Quest XI seja melhor aceito quando finalmente der as caras no PlayStation 4, 3DS e Nintendo Switch.

Fonte: Nintendo Everything.

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples