Home » Games » Games para PC » GOG aceitará boleto e terá preços localizados para o Brasil

GOG aceitará boleto e terá preços localizados para o Brasil

Nos próximos dias o GOG anunciará sua chegada ao Brasil e com isso a loja adequará o preço dos jogos ao mercado brasileiro, além de passar a aceitar pagamentos por boleto.

3 anos atrás

gog

Quem acompanha o MeioBit provavelmente já deu de cara com algum texto meu elogiando o GOG. Nascido em 2008 como Good Old Games, o serviço de distribuição digital da CD Projekt tinha como principal vantagem o foco nos títulos mais antigos e embora ele tenha evoluído com o tempo, inclusive ganhando games mais modernos, para os brasileiros ele nunca teve uma cara mais “nacional”.

Digo isso porque, ao contrário do que vimos em lojas como o Origin ou o Steam, o GOG não adotou métodos de pagamentos específicos para o nosso mercado, muito menos teve os valores dos jogos adaptados para o nosso público. Isso faz por exemplo com que um game como o No Man’s Sky seja vendido por US$ 60 por lá, enquanto que no Steam o mesmo título é encontrado por R$ 130.

Porém, há poucas horas ouvi de uma fonte extremamente segura ligada ao GOG e à CD Projekt que esse cenário está perto de mudar e se tudo correr bem, já nos próximos dias o serviço chegará com tudo ao Brasil. Isso quer dizer que além de algumas novidades não detalhadas, ganharemos a opção de comprar os jogos disponíveis por lá pagando com cartões de crédito nacionais ou boletos, além dos valores praticados passarem a ser mais condizentes com a nossa realidade.

Não é de hoje que eu vinha me perguntando sobre quando aconteceria uma maior aposta da loja no nosso país e por isso fiquei muito feliz ao saber que tal aposta é iminente. Quando ela acontecer, acredito que todos que jogam no PC sairão ganhando, afinal é mais um competidor de peso no mercado de distribuição digital e um que além de tudo possui títulos que não são encontrados em outro lugar.

Agora é esperar o anuncio oficial, que imagino deverá ser feito ainda no mês de agosto e para quem gosta de títulos antigos ou prefere adquirir seus jogos sem a imposição de DRMs, essa tem tudo para ser uma das melhores notícias desse ano.

relacionados


Comentários