Home » Mobile » Inacreditável mas o Sistema Operacional Oficial da Melhor Coréia não é campeão da privacidade

Inacreditável mas o Sistema Operacional Oficial da Melhor Coréia não é campeão da privacidade

Chupa NSA, aprenda com quem é profissional. Uma análise do Red Star OS, Linux usado na Melhor Coréia mostra ferramentas de espionagem dignas de um pesadelo Orwelliano…

4 anos atrás

grandelider

Quando a Melhor Coréia anunciou em 2002 que estava desenvolvendo um sistema operacional próprio (na verdade apenas uma distro Linux) um monte de freetards bateu palmas, dizendo CHUPA NSA, CHUPA Microsoft e outras bobagens. Open Source, Software Livre, abaixo o capitalismo, blá blá blá.

Hoje, bem mais maduro o Red Star OS não kiba mais a interface do Windows, lembra bem mais o Mac, e é um pesadelo Orwelliano para qualquer um que se preocupe com privacidade.

Analisando uma versão vazada do sistema, uma empresa alemã de segurança descobriu módulos com propósitos sinistros. Pra começar, ele roda um sistema de criptografia próprio. Um Daemon monitora partes vitais do sistema como Firewall e configurações de rede, e se você tentar desativar ele reboota e ou conserta a alteração ou impede que o sistema reinicie.

Sim, piora.

Uma das formas de troca de material subversivo em ditaduras comunistas é através de pendrives, em Cuba era muito comum compartilhar sites textos e filmes proibidos, levados para o país na bagagem de visitantes. Na Melhor Coréia, onde o país inteiro acessa uma intranet nacional sem acesso ao exterior, a única forma de compartilhar o que o governo não quer que você compartilhe é trocando pendrives.

Exceto que o Red Star OS grava uma marca d'água encriptada em todo arquivo de mídia que é acessado pelo sistema. A tal marca d'água contém o serial que identifica o hard disk do computador. Se você copiar o arquivo num pendrive, mesmo sem abri-lo, ele levará o serial do seu HD. Quando outra pessoa acessar o arquivo no pendrive, ele ganhará o serial do HD dessa pessoa também.

Dessa forma os agentes da Melhor Coréia podem traçar todos os PCs pelos quais o arquivo subversivo passou.

Definitivamente este é um texto sobre Linux onde não cabe, nem ironicamente a frase mas você é livre.

Fonte Slash Gear.

relacionados


Comentários