Home » Meio Bit » Microsoft » Será possível fazer uma instalação limpa do Windows 10 após o update

Será possível fazer uma instalação limpa do Windows 10 após o update

Você poderá fazer uma instalação limpa do Windows 10 após atualizar seu SO, mas surgem dúvidas quanto a possibilidade de upgrade de componentes em desktops

4 anos atrás

windows-10

A Microsoft tem esclarecido diversas dúvidas dos usuários sobre o Windows 10 nos últimos tempos, mas uma havia incomodando muita gente: a possibilidade de fazer uma instalação limpara após o update automatizado.

Tudo bem que o método de reservar a atualização através do app Get Windows 10 é bem prática, mas não estava claro se o usuário ficaria preso a uma versão do SO que carregaria eventuais arquivos antigos — e porventura eventuais bugs — das versões anteriores. Naõ será o caso, mas ainda há alguns pontos nebulosos nessa história.

O chefe do programa Windows Insider e evangelista da Microsoft Gabriel Aul deu maiores detalhes no Twitter sobre como será o pós-atualização para o Windows 10. Em primeiro lugar ele respondeu a um usuário a dúvida principal: uma vez feito o update o usuário poderá sim fazer uma instalação limpa do sistema no mesmo dispositivo utilizando uma ISO, quantas vezes ele desejar.

Isso significa que aquela sua chave original do Windows 7, 8 ou 8.1 será migrada para a nova versão e ficará atada a seu desktop ou tablet, permitindo a reinstalação do mesmo sempre que for preciso. A segunda dúvida diz justamente sobre a necessidade de manter as chaves de ativação: Aul disse que o instalador cuidará de tudo, mas guarda-las é sempre bom.

Entretanto é interessante levantar um ponto aqui: se a chave de instalação não será necessária para fazer a instalação do Windows 10 do zero, é possível que o SO faça um match com o hardware do usuário de modo a fixar a licença com aquele equipamento específico. Embora isso não diga muita coisa em tablets e mesmo em notebooks, em desktops a coisa pode ficar um pouco complicada: usuários acostumados a fazer upgrades constantes de componentes podem vir a ter problemas. O Windows 10 deixaria de funcionar? O usuário será obrigado a pagar uma licença nova ou uma taxa adicional?

Enfim, caso seja esse o caso usuários de desktops seriam muito prejudicados. Tudo bem que as vendas estão cada vez menores, mas não creio que um gamer hardcore vai gostar de ficar preso a uma configuração só para manter seu Windows 10 funcionando.

Fonte: Extreme Tech.

relacionados


Comentários