Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

Estivemos lá — Inauguração do Centro de Pesquisas Global da GE no Brasil

Por em 17 de novembro de 2014
6tag_131114-151255

Imagem devidamente kibada do Instagram da GE.

Sejamos realistas. O Brasil não tem vocação para ciência. Nossos programas de TV estão cheios de videntes, todo ano dão espaço para previsões que não se concretizam e não são cobradas. Crianças não são estimuladas a questionar o mundo à sua volta. Neil DeGrasse Tyson diz que toda criança nasce cientista, os adultos é que tiram isso dela. É verdade. Por isso mesmo iniciativas de fomento a Ciência e Tecnologia por aqui são sempre muito bem-vindas.

Por isso mesmo ficamos muito felizes com o convite para acompanhar a inauguração do Centro de Pesquisas Global da GE no Brasil.
continue lendo

emBrasil Destaque Destaques Energia Hardware Indústria

Novas versões do Visual Studio abrem de vez as portas da Microsoft para o Android

Por em 13 de novembro de 2014

android-for-windows-the-fluffy-heads670

A história da Microsoft e a forma com a qual fazia negócios até alguns anos atrás foram responsáveis pela criação de uma verdadeira horda de pessoas ligadas ao universo de TI que odeiam a empresa.

Bill Gates é o demônio, o anjo caído, está tudo no manual de instrução do Windows que ninguém leu!!” — gritava um evangelizador no meio de uma praça da Fenasoft de 97.

Veja como são ardilosos: eles partem de uma premissa verdadeira — sim, ninguém lê o manual! RTFM! — para incitar uma conclusão maluca. Lembro que amigos que foram comigo, um grupo de três nerds que gostavam de computadores, se perguntavam se aquilo era sério. E era sério, ele tava lá para alertar sobre os perigos de vender sua alma ao demônho.
continue lendo

emDestaques Indústria Microsoft Open-Source Planeta Sem Fio Software

Rosetta: Europa de volta às Grandes Navegações

Por em 13 de novembro de 2014

enterprize

Houve um tempo em que nosso pequeno planeta era um mundo, um vasto mundo. Povos isolados se achavam o centro do Universo, e viviam felizes assim, mas alguns inconformados acharam que havia mais. Em busca de conhecimento, lucro, oportunidades se lançaram ao desconhecido. De imensos navios chineses a modestos barcos vikings, galeões e caravelas descobriram novas terras, novas civilizações.

Com o mundo explorado, e as guerras mundiais consumindo recursos, a sede de exploração secou. Lambendo as feridas a Europa foi deixada para trás. Estados Unidos e União Soviética eram os grandes jogadores da Exploração Espacial. Eram. Hoje o Espaço embora ainda seja aonde nenhum datilógrafo jamais esteve, está sendo explorado por várias nações, e todas sem exceção aproveitam os benefícios disso.

A Europa por sua vez deu a volta por cima e além de sócia da Estação Espacial Internacional tem diversos projetos próprios. O mais espetacular é a sonda Rosetta.
continue lendo

emDestaque Destaques Energia Espaço Hardware Indústria

Hidrofólios — uma velha idéia nova

Por em 2 de novembro de 2014

i-Q5TjqBR-L

Você já parou para reparar que seu carro quase não encosta no chão. A área de contato do pneu é mínima. Em um carro de 2 toneladas Só 12 cm de cada pneu encostam no chão. Isso ajuda a minimizar o atrito. Andar com pneus arriados aumenta muito essa área, fazendo com que a direção fique dura e o consumo de combustível vá para o espaço.

Seu carro é um veículo terrestre que fica 99% no ar. Já barcos são veículos aquáticos que ficam com 100% de suas partes inferiores submersas. A resistência é enorme, por isso navios são bem mais lentos que qualquer outro veículo. Então que tal fazer com que barcos funcionem… fora d’água?

A idéia não é nova. Foi criada por um italiano chamado Enrico Forlanini, no final dó Século XIX. Por volta de 1910 já havia barcos passando de 65 km/h.
continue lendo

emDestaques Energia Hardware Indústria

SpaceX vai tentar o primeiro pouso controlado do Falcon 9

Por em 28 de outubro de 2014

destination-moon-silver-rocket

Uma das deliciosas ironias da vida é que um grupo tão criticado, os ilustradores e designers de capas e filmes de ficção científica dos Anos 50, estão rindo por último. Quase sempre seus desenhos mostravam foguetes pousando na vertical, para desespero de todo mundo que sabia que foguetes tinham vários estágios, eram incapazes de efetuar manobras de retorno controlado e muito menos pousar suavemente em algum lugar.

Agora a SpaceX está fazendo exatamente isso. Primeiro com o foguete de testes Grasshopper, depois com o 1º estágio do Falcon 9, que fez vários pousos de teste na água.
continue lendo

emDestaques Espaço Indústria

Catalisadores para células de hidrogênio foram sintetizados… em fornos de microondas comuns!

Por em 15 de outubro de 2014
1346702631_5

Cook is sexyyyyy!

A necessidade é a mãe da invenção, já dizia Platão. Cientistas suecos e chineses mostraram como uma liga única composta por paládio aninhado em nano-ilhas incorporadas em nanopartículas de tungstênio criou um novo tipo de catalisador para redução de oxigênio altamente eficiente, a reação mais importante em células de combustível à hidrogênio. Com a crescente demanda mundial por energia e a necessidade de investir na produção de energia sustentável, grupos de pesquisa em todo o mundo trabalham de forma intensiva para desenvolver novos sistemas avançados de conversão e armazenamento de energia com alta eficiência, baixo custo e compatibilidade ambiental.

Sistemas de células de combustível representam uma alternativa promissora para a produção de energia com baixa emissão de carbono. Células de combustível tradicionais são, porém, limitadas pela necessidade de catalisadores eficientes para conduzir as reações químicas envolvidas no seu funcionamento. Historicamente, a platina e as suas ligas têm sido utilizadas como catalisadores, o anódico e catódico das baterias, mas o custo elevado da platina aliada a sua baixa abundância, motiva pesquisadores para encontrar catalisadores eficientes baseados em metais menos raros.
continue lendo

emEnergia Hardware Indústria Novos Materiais

Bateria esperta te avisa quando está para explodir

Por em 14 de outubro de 2014
sn-smartbatteryH

Camada de cobre entre polímeros mede a tensão da bateria.

As baterias de íons de lítio estão por ai há bastante tempo, fornecendo energia para notebooks, celulares, tablets e carros elétricos. Elas são compactas e recarregáveis, mas tem um pequenino, quase ignorável problema: as vezes elas explodem em chamas.

Em 2013 a Boeing teve que revisar toda uma frota de aviões depois que duas dessas baterias pegaram fogo. Agora os pesquisadores de materiais encontraram uma maneira bem esperta de alertar os usuários quando as baterias estiverem apresentando risco.
continue lendo

emEnergia Hardware Indústria Novos Materiais