Digital Drops Blog de Brinquedo

Conheça o Ultra HD Blu-ray e a SCSA, novos padrões para colecionar filmes em 4K

Por em 12 de janeiro de 2015
Laguna_DVD_Pirata

Na falta de uma versão Blu-ray, vai o DVD mesmo (Crédito: tio Laguna)

Por volta de 2002, quando os filmes em DVD começaram a ficar mais baratos, incluindo discos de material bônus (extras como making of), o tio Laguna começou sua pequena coleção. Garimpava tudo que era promoção, mesmo eu não tendo um DVD player próprio. Somente em 2005, com uma coleção de 40 discos, comprei um drive gravador de DVD para o PC. E era caro, tipo uns US$ 99 (foi R$ 200 à época).

Mal sabia que no ano seguinte, o formato substituto estaria chegando. Nem era um, mas dois. Começava a guerra dos formatos de mídia física para vídeo de alta definição HD DVD e Blu-ray, vencida por este. Lá fui eu parar de comprar DVD e caçar Blu-ray para assistir no meu agora recém-adquirido PS3. Devo ter no mínimo uns 40 BDs também, nem contei.

Com a popularização dos televisores 4K, veio a necessidade de distribuir conteúdo em tal resolução. É aí que entra o Ultra HD Blu-ray Disc.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Entretenimento Indústria

[Hands-on] Primeiras impressões do Zenfone 2

Por em 9 de janeiro de 2015

zenfone_2_1

Testei o Zenfone 2 no showroom da Asus em um hotel em Las Vegas, e tive uma ótima impressão. Apesar da sua espessura de 10,9 mm ser um pouco maior do que a do modelo original (10,3 mm), o aparelho na verdade parece ser mais fino pela sua borda, de apenas 3,9 mm; e assim pode ser usado de forma confortável apesar do tamanho da tela, que ocupa 72% do espaço do aparelho. A primeira impressão que tive do novo Zenfone é como ele é rápido. O aparelho tem um ótimo desempenho com seu processador Intel Atom Z3580 de 2,3 GHz (ou um Z3560 com 1,8 GHz; dependendo da versão) e 4 GB de RAM (ou 2 GB).

A tela de 5,5 polegadas terá resolução Full HD ou HD, dependendo do modelo, todas protegidas por vidro Gorilla Glass 3. Na versão Full HD, a tela tem uma densidade de 403 pontos por polegada. O objetivo destas alternativas é poder oferecer preços mais baixos para quem não faz questão de especificações tão altas.

Com uma tela tão grande, o Zenfone 2 também tem um modo para uso com uma só mão, que pode ser acessado ao dar dois toques no botão home. A tela ativa pode ser redimensionada conforme a preferência do usuário, e também ser movida para a direta ou esquerda, agradando a destros e canhotos.
continue lendo

emDestaque Destaques Especial Indústria

LG Display mostra tela com duas curvas nas laterais

Por em 9 de janeiro de 2015

lg_display_active_bending

A LG Display mostrou nesta CES uma tela com as duas laterais curvadas, como se fosse o Galaxy Note Edge da Samsung, mas em dose dupla. O objetivo é usar as laterais para mostrar notificações e atalhos para aplicativos mais usados. A tela P-OLED de 6 polegadas foi chamada de “Active Bending”, e serve como prova de conceito para mostrar como a LG Display tem a capacidade de produzir telas diferentes, o que a gente já sabia pelo LG G Flex 2 e G Watch R, que aliás estão expostos bem ao seu lado.

lg_display_active_bending_1

Esta tela tem uma resolução HD que é bem baixa para o seu tamanho, mas em compensação, tem taxa de contraste de 100.000:1, gama de cores 100% e apenas 0,7 mm de espessura (incluindo o sensor de sensível a toques, mas sem a cobertura de vidro).

Apesar de ser apenas um protótipo no momento, ela é totalmente funcional, e a LG Display garante que está pronta para ser produzida em massa.

lg_display_tela_smartphone

A LG Display também mostrou uma tela com uma curva tão acentuada que poderia ser usada para criar um smartphone em formato de pulseira, além de outras telas para painéis de automóveis bem impressionantes, que infelizmente não podemos mostrar aqui.

O autor viajou para a CES a convite da Asus.

emDestaques Especial Indústria

Torcedores tentam comprar time da NBA com financiamento coletivo

Por em 8 de janeiro de 2015

court-dreams_680

A gente já meio que se acostumou a ver projetos de crowdfunding tentando financiar a compra ou viabilidade de muita coisa. Mesmo aqui no MeioBit, a gente pode lembrar facilmente de arrecadações de sucesso, como do Star Citizen, ou da Immunity e seu estudo por uma vacina contra o HIV, mas também outros com menos prestígio, como no caso do Ubuntu Edge e games indie no Japão.

Das mais modestas, às mais arriscadas, essas vaquinhas se popularizaram e se tornaram uma maneira de tentar fazer junto o que não se faz separado. Ok, isso pode dar margens à interpretações fora de contexto, mas tudo bem.

continue lendo

emEntretenimento Indústria Internet Web 2.0

CES 2015: conversamos com a Netflix sobre recomendação de TVs, HDR, supostos bloqueios e mais

Por em 7 de janeiro de 2015

netflix_recommended_tv_1

Conversamos com Neil Hunt (chefe de produto) e Cliff Edwards (diretor de comunicações corporativas e tecnologia) da Netflix, e ficamos sabendo dos planos da empresa para 2015, como o programa “Netflix Recommended TV”, e a introdução do HDR (High Dynamic Range) nas TVs da Sony e LG, entre outros temas, incluindo a polêmica do suposto bloqueio de usuários que acessam o serviço de outros países usando uma VPN.

Programa Netflix Recommended TV

O programa de recomendações de TVs da Netflix anunciado nesta segunda-feira foi criado para melhorar a usabilidade da aplicação nas TVs. A marca será usada no varejo nos Estados Unidos para identificar TVs que oferecem uma experiência melhor com o Netflix. São funções como o acesso instantâneo, a possibilidade de sair e voltar para o ponto exato onde você estava assistindo, e até mesmo um botão dedicado da Netflix no controle remoto, que ao ser pressionado pode ligar a TV e abrir o aplicativo. “Ainda não decidimos exatamente quais serão todos os critérios, mas a ideia é melhorar a usabilidade, e mostrar aos consumidores quais são as TVs que eles devem comprar para assistir ao Netflix”, conta Neil Hunt.
continue lendo

emDestaques Entretenimento Entrevista Especial Indústria Internet Software

LG e Samsung quase literalmente lavando a roupa suja em público

Por em 2 de janeiro de 2015

Obra-1Camille-Pissarro-As-lavadeiras

As empresas da Pior Coréia não encaram competição como a maioria das empresas ocidentais: eles levam para o lado pessoal mesmo, e coreano não se finge de educado como os japoneses. Por causa disso é comum o bicho pegar, mas dessa vez LG e Samsung estão exagerando.

Tudo começou quando funcionários da Saturn, uma loja de eletroeletrônicos na Alemanha perceberam um sujeito abrindo forçando e entortando as portas de máquinas de lavar roupa Crystal Blue, da Samsung. Cada uma custa US$ 2.700,00. 
continue lendo

emIndústria

Mesquinharia pouca é bobagem: o Marriott planeja bloquear Wi-Fi

Por em 31 de dezembro de 2014

IQQ0Esa

Nos primórdios da internet era raro ir a eventos onde houvesse infraestrutura com Wi-Fi. Quando havia em geral, não funcionava. Nem sempre era culpa do organizador, mas do espaço, que igual igreja com casamentos, agem com a mais profunda e total mesquinharia, cobrando até por tomadas.

Uma vez fui a um evento de uma grande empresa de software feito em um espaço futurista de uma grande empresa de telecomunicações. Havia alguns PCs para os visitantes, mas o Wi-Fi após alguns minutos, foi cortado. Usando meus poderes de investigação dignos de Will McAvoy Holmes da Silva Bauer, descobri o motivo: cada ponto de rede custava R$ 250,00. A tal empresa dona do espaço queria cobrar o mesmo valor por CADA CONEXÃO À REDE WI-FI. 
continue lendo

emComputação móvel Hardware Indústria Mundo Estranho Wireless e Redes