Tablet OLPC esperando descoberta de material indestrutível

O OLPC não morreu, <insira citação saturada de Mark Twain aqui> inclusive evoluiu. O notebook de US$100,00 que dependendo do caso custava mais de US$250,00 não é mais o mesmo.

Como o laptop com cara de brinquedo por US$100,00 não fez sucesso, Nicholas Negroponte deu um passo além. Pessoas comuns tentariam cumprir a promessa inicial, mas Nicholas não. Propôs o OLPC XO-3, chamado de revolucionário no press release. Será um tablet, sem qualquer tipo de conexão física, provavelmente carregado por indução (gerada por lágrimas de unicórnios) com touchscreen, câmera, processador ultra-low-power da Marvell e Android. Isso tudo por US$75,00.

Lindo né? Quer um? Senta lá com a Cláudia e espera...

Negroponte prometeu mostrar na CES o protótipo, mas esbarrou num problema e nem se chama REALIDADE, isso fica pra depois. Parece que não conseguiram um material inquebrável para fazer a tela do brinquedo. Talvez plástico, talvez vidro, ele ainda não sabe. Quer dizer: Um negócio com definição absurdamente grande de tela, sem nenhuma caracteristica oficial, anunciado pra chegar nas lojas por US$75,00 e estão preocupados com o vidro?

Já que o Negroponte está obviamente desconectado da realidade, acho justo que as sugestões acompanhem, então vamos a algumas possibilidades de material inquebrável para fazer o brinquedo:

1 – Adamantium

O básico, testado e aprovado pela nata dos Mutantes Canadenses, indestrutível mas fácil d ser manuseado quando ainda na fase de liga, foi criado pelo grande metalurgista Myron MacLain. Seu primeiro uso foi para a confecção da armadura do robô renegado Ultron, seu uso no OLPC XO-3 seria uma bela volta às origens. Infelizmente seu custo é muito alto, talvez não consigam manter a meta de US$75,00 por unidade.

2 – Vibranium

Descoberto na Antartica, é um metal de origem alienígena com características únicas. Em liga com ferro se torna extremamente resistente, virtualmente indestrutível resistindo a calor e frio intensos, lasers, raios de partículas, armamento de grosso calibre e tudo mais que possa ser encontrado em uma sala de aula do Terceiro Mundo. Um complicador é que o processo de criação da liga foi perdido, o único grande exemplar é o escudo do Capitão América. Tentativas de reproduzi-la foram mal-sucedidas. Como as principais reservas ficam em Wakanda, na África, seria uma forma de investir na economia local E produzir os OLPCs ao mesmo tempo. Infelizmente ninguém conseguiu achar Wakanda no mapa.

3 – Corbomita

Material altamente explosivo, não-recomendado.

4 – Mithril

Material altamente resistente e bonito, deixaria um OLPC mais bonito que um iPhone 4, mas sua obtenção é difícil, só é encontrado nas minas de Moria, que assim como o Twitter estão infestadas de trolls. Também há o problema da tecnologia proprietária, o refino e produção de peças em Mithril tem seus direitos de propriedade intelectual protegidos pelos Elfos, e Elrond de Rivendell já deixou claro que não os liberará sob GPL 2.0

5 – Naquadah

Metal versátil que além de oferecer proteção ao OLPC pode fornecer energia por um tempo considerável. Usado pelos Antigos (também conhecidos como Alterianos) para construir os Stargates, o Naquadah tornaria os OLPCs independentes de bateria e arranhões. Como ponto negativo, devo salientar que ele pode ser refinado em Naquadriah, um isótopo instável e explosivo. Como os OLPCs serão distribuídos em regiões de conflito, a chance de se tornarem material de terroristas é grande demais.

6 – Alumínio Transparente

Uma excelente alternativa, leve o suficiente para não tornar o OLPC  desconfortável para crianças, poderia ser usado tanto para a proteção da tela quanto para a carcaça, em uma espécie de unibody futurista que faria o Steve Jobs pular de alegria (se a idéia fosse dele). Embora tenha sido patenteado por um empreendedor de São Francisco em 1986, o Alumínio Transparente ainda não chegou ao mercado, a complexidade do processo faz com que a criação das matrizes leve anos.

Relacionados: , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples