Alemão trancado fora de casa enquanto Alexa fazia festinha de embalo.

futurama_mashup_bender_v6

Oliver Haberstroh é um alemão saudável e respeitador das leis, tanto que ao contrário de compatriotas menos recomendados, em vez de invadir a Polônia, na noite de sábado ele decidiu sair para beber com os amigos.

Tudo ocorreu na mais perfeita santa paz, mas quando Oliver voltou para casa, no final da madrugada, não conseguiu abrir a porta. Não, não era a famosa fechadura fugitiva de bêbado, ele é alemão, lembre-se. A chave não funcionava. De verdade. 

Os vizinhos explicaram: durante a noite, por volta de 02:00 alguém começou a tocar música alta, e não atendia quando batiam na porta. Temendo o pior, a polícia foi chamada. A porta foi arrombada, ninguém foi encontrado. Para não deixar a casa de Oliver aberta, a polícia usou um procedimento. Eles têm procedimentos para tudo, alemães adoram procedimentos.

Instalaram um novo conjunto de fechaduras, a chave ficou com a polícia e Oliver teve que ir ao distrito pegá-las.

Claro, ele recebeu uma polpuda conta pela troca da fechadura. Oliver não reclamou, ele é alemão, conhece os procedimentos.

O grande mistério era a origem da música. Quer dizer, não a origem em si, ela veio da Alexa, a assistente de voz da Amazon. Ela não pode ser programada para tocar música em horários específicos, e Oliver não tinha motivos para incomodar os vizinhos. Consultados, os técnicos da Amazon explicaram que a Alexa pode ter reagido a algum ruído externo e interpretado como um comando. Talvez uma TV alta, talvez gente na rua, ruídos aleatórios que ativaram o chip FPGA que faz o reconhecimento preliminar, e o resto, literalmente é festa.

Não chega a ser inédito, outro dia South Park trolou milhares de usuários do Alexa, mas fica evidente a falta de segurança desse tipo de assistente, que responde a qualquer um sem identificar o dono. Claro, a menos que você configure pra isso, não pode usar o Alexa pra sair comprando tralhas, mas quando programas de TV e até gente na rua consegue comandar sua assistente, algo precisa ser feito.

E por algo eu digo sair de madrugada com um megafone gritando “Alexa, play Never Gonna Give You Up!. Mas eu nunca disse que era boa pessoa.

Fonte: Geeky Gadgets.

Relacionados: , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples