Quem faz a foto? Fotógrafo ou câmera?

cameras_fotograficas

Discussão mais do que antiga no mundo da fotografia. O responsável pela qualidade de uma imagem é o conhecimento do fotógrafo ou o equipamento que ele está utilizando? Ou melhor ainda. A qualidade técnica de uma imagem pode ser creditada à qualidade da ferramenta ou ao cérebro de quem está manejando essa ferramenta? Embora exista muita discussão a respeito disso, a resposta é simples. A pessoa que está manejando a ferramenta é responsável pela qualidade da imagem, mas uma boa ferramenta na mão de alguém que possui conhecimento torna a vida mais confortável.

Em 10 anos de ensino de fotografia eu encontrei vários casos de interações com equipamentos fotográficos. Eu encontrei fotógrafos que trocavam de equipamento compulsoriamente todos os anos. Encontrei fotógrafos com dezenas de lentes (mesmo não usando todas elas). Encontrei gente que acreditava que a qualidade de suas imagens era limitada por conta do equipamento. Encontrei gente produzindo imagens maravilhosas com câmeras compactas.

O que aprendi com tudo isso? A qualidade de sua fotografia vem de dentro. Vem da sua capacidade de se divertir e de utilizar toda sua bagagem cultural para representar o cotidiano em suas imagens.

Eu não acredito em dom quando falamos de fotografia. Claro que encontramos indivíduos com maior facilidade em produzir boas imagens, mas eu gosto da teoria que afirma que nascemos todos iguais. Mas, nossas experiências e oportunidades durante a vida é que nos levam a apurar o olhar para determinadas situações. Eu não nasci com o olhar privilegiado. Tive que ralar muito para entender conceitos como composição, enquadramento, luz, fatores técnicos e estética. Digo que se eu consegui, todos também conseguem.

Mas, e o equipamento? Não vou ser idiota em afirmar que um bom equipamento não ajuda. Quando você compra sua primeira câmera reflex é nitido a diferença em relação ao seu celular. Assim como você vai perceber que uma 50mm f/1,8 é bem melhor do que a lente do kit. E que uma câmera mais robusta vai proporcionar mais nitidez e menos ruido, ou uma lente da linha profissional com sua qualidade elevada. Mas, de nada serve o equipamento se você não tiver conhecimento de como utilizá-lo.

Aproveitando esse tema, vejam que legal o teste que os fotógrafos do canal Mango Street fizeram. Eles chamaram um amigo que tem apenas conhecimentos básicos de fotografia e deram para ele um equipamento top de linha: uma Canon 5D Mark IV com a lente Canon 35mm f/1,4. Um conjunto que hoje está valendo US$ 5.000,00. Em contrapartida os fotógrafos se equiparam com uma Canon T3i com a lente 40mm f/2,8 (US$ 600,00) e com uma Canon T5 com a lente 18-55mm do kit (US$ 350,00). Com esses equipamentos eles fotografaram a mesma modelo, no mesmo local e na mesma hora.

Você pode ver no resultado do vídeo que o rapaz com a 5D Mark IV não chegou a fazer feio, mas a diferença entre as fotos dele e dos dois profissionais não justifica a diferença de preço entre os equipamentos. Ou seja, mesmo com uma câmera custando 10 vezes mais, as fotos não são 10 vezes melhores.

O único conselho que posso dar para vocês crianças é estudar e adquirir conhecimento. Equipamento é apenas um pequeno detalhe.


Mango Street — It’s Not About the Gear | We Shot with Cheap Cameras to Prove It

Fonte: DIYPhotography.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams “Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio”.

Compartilhar
  • Monstro Medieval

    Esses dias dei o seguinte conselho no Facebook pra quem está entrando na fotografia agora: estudem com um livro da época da fotografia analógica.
    Vão fugir muito da ideia de que o equipamento faz a diferença e vão saber a diferença que um equipamento pode fazer. Tem hora que o equipamento limitado acaba limitando o fotógrafo mas sabendo como fazer dá pra tirar leite de pedra.

    • Gilson Lorenti Fotografia

      sim, equipamento melhor é mais conforto. Você precisa ralar menos para chegar ao mesmo resultado 🙂

  • Me considero um bom fotógrafo amador-casual.
    Consigo fazer milagres com câmeras de celular – em relação a meus amigos e costumo ter um bom feeling para ângulos e cenas.

    Uma boa fotografia depende muito do fotógrafo… mas cara… tem coisas que é impossível fazer com câmeras amadoras. Tentei várias vezes replicar efeitos de câmeras parrudas na mão, usando editores de imagens… e consegui algumas vezes… mas não tem jeito. Dependendo o que tu quer, só com o equipamento certo.

    Mas não são poucos conhecidos ”metidos’ a fotógrafo, que só porque têm uma câmera parruda, acham que são fodas quando o que fazem é trazer resultados medíocres.

    É como um cara com uma Ferrari que não passa dos 60km/h. E eu metendo 120km/h no meu Fusquinha.

    Edit: gostei dessa Canon T5. Achei que aqui seria absurdamente caro mas R$1400 está aceitável.

    • Rodrigo M

      Tem coisa que fica muito difícil ou quase impossível sem um equipamento adequado.

      Eu gosto muito de macro e dá até pra fazer com certas point and shot, mas não na qualidade e aproximação que eu quero.

      No final para um resultado bom é preciso uma lente macro 1:1 ou apelar para uns esquemas de tubo extensor ou lente invertida (que precisa ser boa tb)

      • Maximus_Gambiarra

        Minha antiga A610 fazia fotos da trama dos tecidos a 1 cm de distância. Muito melhor que lente invertida. Eu que não fazia nada de mais com essa possibilidade. O que mais poderia fazer com melhor equipamento?

        • Rodrigo M

          Então chegar muito perto de um assunto não quer dizer que está fazendo um bom macro. Essas cameras geralmente permitem essa aproximação somente com a lente no zoom minimo (full grande angular). Outro problema é que fotografando algo vivo, provavelmente você vai assustar o bicho, pois está quase encostando nele.

          Uma lente considerada macro de verdade é a que consegue fotografar o assunto na proporção 1:1, ou seja um inseto de 1cm ocupando 1cm do sensor (Nisso sensores menores tem vantagem pra efeitos de ampliação). Com lente invertida é possível aproximar mais ainda e a Canon tem uma lente própria pra isso que consegue 5:1.

          Uma foto minha feita com uma lente a 1:1: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Salticidae_on_leaf,_Brazil.jpg

          Essa usei uma lente invertida que deve ter dado mais de 2:1:
          https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Salticidae_on_leaf-Northeast_Region,_Brazil.jpg

          Lente da canon 5:1 http://www.the-digital-picture.com/Reviews/Canon-MP-E-65mm-1-5x-Macro-Lens-Review.aspx

          • Maximus_Gambiarra

            Assim dá até gosto ter insetos em casa! Mas eu nunca consegui fotos de coisas vivas, principalmente as que fogem de mim. Mesmo plantas acho difíceis, por causa do balanco por vento e do foco difícil. Parabéns!

          • Rodrigo M

            Obrigado!

            O foco é um dos principais problemas, principalmente porque é preciso fechar mais a abertura da lente pra dar mais profundidade de campo. Eu uso uma gambiarra (caixa de suco cortada haha) pra usar o flash da câmera.

            Esse cara é fodao. Ele usa a lente da Canon que comentei http://dalantech.deviantart.com/

  • Ed. Blake

    Mande um macaco apertar um parafuso com a melhor chave de fendas do mundo e em paralelo mande o melhor engenheiro mecânico do mundo apertar um parafuso com uma banana.

    O extremo da qualidade do resultado é atingível somando a qualidade da ferramenta ao conhecimento técnico em usá-la por parte do operador.

    • Mas o macaco tem mais chances de conseguir… 😜

    • Jonathan Nazareth

      Vc me fez ficar pensando como apertar um parafuso com uma banana.
      Talvez, moldando a cabeça do parafuso na banana e congelando-a.
      Mas mesmo assim eu acho que, como comentado abaixo (Leo Koester), o macaco tem mais chances de conseguir.

      • Ed. Blake

        Talvez se eu tivesse usado um cachorro como exemplo a analogia fizesse mais sentido. =D

      • Maximus_Gambiarra

        Acho que você tem potencial como engenheiro.

      • Jonathan Nazareth

        HOJE que eu fui reparar que o parafuso da analogia é um parafuso que utiliza chave de fendas. Nesse caso, a minha ideia de moldar a cabeça do parafuso na banana não faz sentido. Eu tinha pensado num parafuso em que se utiliza uma chave de boca.
        Agora, realmente quero ver ser tem como apertar um parafuso com uma banana.

    • Me lembra o caso da selfie do macaco que o dono da câmera alega direitos de autoria…

      • Christian Oliveira

        prefiro o caso da metralhadora na mão de macaco.

  • Canon T3i? Canon T5? São melhores que todas as câmeras que eu já tive.
    Por que não deram uma câmera ruim de verdade nas mãos dos profissionais?

    • Monstro Medieval

      Também pensei isso.

    • Gilson Lorenti Fotografia

      Quiseram manter as coisas dentro do razoável. A T5 é a mais barata e limitada DSLR da Canon. Comparar a 5D Mark IV com uma compacta seria complicado. E se o cara se considera fotógrafo e não tem nem uma T5 então a coisa está lascada 🙂

    • Salles Magalhaes

      Quando li o titulo tinha pensado que eles tinham dado uma Tekpix para os profissionais.

      • mr_rune

        Ah eu gostaria de ver o resultado de um profissional usando uma Tekpix. Ai veriamos se o cara é bom mesmo.

        • Julio Cesar Goldner Vendramini

          Se o cara usasse um pincel para pintar a modelo, o quadro ficaria melhor que a foto da tekpix

          • tuneman

            até eu sou capaz de cagar uma foto melhor do que uma tekpix.

        • Carlos Ferreira

          Aí vem a questão de que uma tekpix não tem controles manuais. O fotógrafo não pode ajustar as configurações manualmente. Mas mesmo uma tekpix na mão de um profissional, com boa luz, da pra fazer alguma coisa. Com muitas limitações e uma resolução muito lixo, mas é alguma coisa.

          • Monstro Medieval

            Vai fazer uma boa composição, explorar ao máximo a luz e talvez tentar dar um tom vintage à porcaria da imagem feita rsrsrsrs.

          • Salles Magalhaes

            “resolução muito lixo” –> mas a Tekpix nao tem 500 megapixels de resolucao maxima (interpolada)?

          • Carlos Ferreira

            500 megapixels? Mais fácil ser 500×500 pixels.

      • Eduardo

        Peraí, mas uma coisa é dar desvantagem tecnológica pro profissional, outra é tornar IMPOSSÍVEL tirar uma única foto decente. Era teste de conhecimento técnico, não se milagre em tempos modernos rs…

    • Alvaro

      Pois é hahahahaha. Não precisa avacalhar o profissional com uma câmera xing-ling baratinha, mas podia ter escolhido uma para tirar um pouco o profissional do paradigma de uma DSLR. Por exemplo uma Canon G9X, Sony Rx100, câmera com controle manual mas compacta e sem visor óptico.

      • Carlos Ferreira

        Sendo com com modo manual um profissional vai fazer boas fotos. Mesmo com o cel se tiver ajustes finos da pra fazer muita coisa.

    • Christian Oliveira

      Provavelmente foi encomendado pela Canon, para falar a verdade esses dois modelos nem são tão separados um do outro, se fosse uma t5 e uma d1, ai sim acharia mais interessante.

      tem uma boa comparação entre uma canon de 1000 dólares contra uma canon de 8000 dólares no youtube.

      sobre a qualidade da imagem, só um olho bem treinado para reparar, mas a grande diferença entre esses modelos não é somente a qualidade da imagem, mas principalmente o custo/beneficio.

      nas mais caras com certeza vc terá redundância de cartões, velocidade de trabalho muito maior, proteção contra água, uma vida útil para agüentar uma carga pesada de trabalhos, bateria, etc, etc.

      é a diferença de um carro popular e um carro preparado para rodar como taxi pelos próximos 5 anos.

  • Pingback: Quem faz a foto? Fotógrafo ou câmera? | Notícias Legais()

  • João Ribeiro

    peguei uma nex 7 essa semana e to querendo pegar outra lente, melhor pegar uma 35mm ou pegar uma 55-210? são para propósitos diferentes, costumo tirar fotos mais de paisagem e de comida/café

  • Jean Franco

    Como amador continuo com minha velha de guerra T3i. <3

    Claro que um boa lente faz uma puta diferença e claro que eu gostaria de ter um ISO maior antes de minha foto parecer um filtro de instagram, mas no geral gosto muito dela e não preciso de mais para me divertir.

    • Andre

      Não, não, segundo a matéria, você é que não sabe nada, pois o equipamento não faz diferença nenhuma 😀

      • tuneman

        Não foi isso que a matéria explicou. Leia de novo…

        • Andre

          Ué, a matéria diz que o que importa mesmo é o fotógrafo. E independente disso, sabe o que 😀 quer dizer?

          • tuneman

            Leia novamente o 5o parágrafo

          • Andre

            Então. Leu a matéria inteira? leu meu post? Sabe o que 😀 quer dizer?

          • tuneman

            ok, você está completamente certo!!! 😀

  • paulokdvc

    Minha opinião, sei-lá. Mas tenho a impressão que puxaram um pouco a sardinha pro lado do profissional.

    Ou você faz uma propaganda negativa que afete seu trabalho!?

    • Gilson Lorenti Fotografia

      saber o que fazer com a câmera é importante 🙂 eu estou gravando um vídeo onde vou fazer um ensaio fotográfico com uma Nikon D40, uma câmera que foi lançada em 2007. Para mostrar que a ferramenta é secundária.

    • Wagner Lankoski

      Também acho, jogada dos fabricantes isso. É lógico que o conhecimento tira leite de pedra, mas eu vejo isso como uma estratégia dos fabricantes, onde induzem as pessoas a comprar equipamentos mais baratos, porque eles dizem: esse equipamento de 1000 dólares faz o mesmo que esse de 8000, ao mesmo tempo estão atolando informações nos consumidores sobre o que os equipamentos mais caros são capazes e os consumidores que; ou estão frustrados com os equipamentos que tem (muitas vezes por não saber usar seus equipamentos), ou de quem já sabe e realmente sabem que necessitam de um equipamento melhor, estão adquirindo esses equipamentos. O importante é os equipamentos saírem das prateleiras onde estão estocados.

  • Alexandre Salau

    Já dizia o filósofo Bilu … Busque conhecimento.

    • Cássio Amaral

      Mundo Canibal feelings…

  • Reinaldo Matos

    Em relação a pergunta do título da matéria…

    Como sou um prego pra tirar fotos, então a resposta é: “A Câmera”

  • Adriano Garcez

    Comparo fotografia com tocar guitarra.
    Sempre reclamava do som da minha guitarra até que um dia um amigo meu, puta guitarrista, tocou com ela. A partir de então passei a reclamar de meus dedos.

    • Erik Morelli

      Eu, sinceramente, não concordo com essa comparação.

      Não há ajuste “fino” na fotografia.
      Por exemplo, lentes, você compra uma boa ou ruim depende de como você usa, como no vídeo, mas não há ajuste na parte física das lentes. Você só precisa do conhecimento técnico.

      Agora, pegue um Kiko Loureiro e peça pra ele tocar numa Strinberg padrão de fábrica.
      Ele com certeza vai tocar bem pra caralho, mas vai penar pra se acostumar com a altura das cortas(por exemplo) na hora de fazer um sweep.

      Also por penar entenda várias tentativas até ficar 100%.

    • tuneman

      realmente. eu vejo muito colega pagando pau pra Gibson, Fender e gastando horrores em equipo, mas não focam em executar as músicas de forma correta.
      Boas ferramentas facilitam o trabalho, mas somente daqueles que sabem como tirar proveito delas.
      Alias, ter equipamento ruim faz parte do aprendizado.

      Já notou como guitarrista é bicho chato?
      Meus amigos não ficam levando suas baterias inteiras, amps de baixo ou microfones especiais para os festivais. Só o guitarrista implica com isso.

  • Cássio Amaral

    Nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Ainda acredito que deva haver um equilìbrio entre equipamento e profissional.

  • Paulo S Souza

    A vantagem de se ter um equipamento de ponta. É que teremos menos trabalho na pós produção.

  • Wagner Lankoski

    Também acho, jogada dos fabricantes isso. É lógico que o conhecimento tira leite de pedra, mas eu vejo isso como uma estratégia dos fabricantes, onde induzem as pessoas a comprar equipamentos mais baratos, porque eles dizem: esse equipamento de 1000 dólares faz o mesmo que esse de 8000, ao mesmo tempo estão atolando informações nos consumidores sobre o que os equipamentos mais caros são capazes e os consumidores que; ou estão frustrados com os equipamentos que tem (muitas vezes por não saber usar seus equipamentos), ou de quem já sabe e realmente sabem que necessitam de um equipamento melhor, estão adquirindo esses equipamentos. O importante é os equipamentos saírem das prateleiras onde estão estocados. O importante é estar vendendo!

    • tuneman

      certamente e ocorre em muitos mercados. ou tu acha que Gibson, Ferrari, Harley Davidson, Apple vendem produtos apenas por que são bons? Há toda uma paixão pela marca, eles vendem um estilo de vida e os consumidores identificam-se com isso…. Acaba-se por esvaziar as prateleiras.

  • Sérgio Bonifácio

    Pra fotografia de ação e wildlife, o equipamento faz muita diferença. Em estúdio não vai fazer mesmo.

    • Bambino VJ

      Isso que ia falar. Esses dias tava pedalando e me deparei com um casal de araras azuis no topo de uma árvore. As fotos no meu celular ficaram um lixo pq só com o zoom digital não dá.

      A qualidade da imagem é uma combinação entre equipamento e capacidade do fotografo. Algumas situações puxam mais para um lado, outras pra outro, mas no fim sempre vai precisar dos dois em algum grau.

  • Bad Vibes

    Sou eu 📸

  • Theuer

    Nada contra o teste, ainda bem que pessoas os fazem para podermos assistir e comentar. MAS…
    Estúdio é covardia né. Uso bastante T3i para fotos porque é o que está sempre à mão. T3i é bastante “hackeável”para vídeo então vai para o drone, para o gimbal e nas horas vagas… Fotos.
    Em ambiente controlado a diferença é muito pequena, precisaria de uma médio formato para chamar a atenção. A coisa se mostra é no pega-pra-capá de esporte, show onde o DR é importante, etc…
    Bom, boa semana a todos.

  • Sander Manzoli

    Mas caramba, deram uma câmera ÓTIMA para os profissionais! Quem fez este teste está de brincadeira com a lógica! E num ambiente controlado, com luz, onde a câmera profissional praticamente não consegue expor suas vantagens sobra a outra que é ótima… e depois não inverteram as câmeras pra ver o novo resultado!

    Deveria ser num ambiente que não de estúdio (externo, com muita ou pouca luz) e dar realmente uma câmera amadora pros caras… uma Powershot D30 pros profissionais (ou um celular tipo iPhone 7) e uma EOS 1D ou 5D pro amador. E ver o resultado técnico E artístico da foto, não apenas artístico. No artístico, o profissional ganha até com a tek pix… enquadramento, idéias, ângulos…

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis