Vendas NPD — janeiro: com Resident Evil VII, o PS4 venceu nos EUA (e NES em 3º)

Laguna_Resident_Evil_VII_peq

Lá no segundo maior mercado de jogos eletrônicos do mundo, o mês de janeiro é bem fraco em número de lançamentos. Não é como aqui na barbárie onde, em teoria, deveríamos ter promoções de queima de estoque. Se bem que quem literalmente queimou estoque foi a Samsung lá na China mas o foco aqui no presente texto é games, então melhor conferirmos os números das vendas no varejo norte-americano em tal setor.

ARRECADAÇÃO DAS VENDAS DE GAMES NOS ESTADOS UNIDOS
Período → janeiro (2016) janeiro (2017) Diferença
Jogos de consoles (inclui Xbox Live e PSN) US$ 273,9 milhões US$ 312,5 milhões + 14%
Jogos de PC (inclui Steam) US$ 18,3 milhões US$ 16,1 milhões – 12%
Hardware US$ 157 milhões US$ 127,1 milhões – 19%
Acessórios US$ 187,5 milhões US$ 155 milhões – 17%
TOTAL: US$ 636,7 milhões US$ 610,7 milhões – 4%

·
Não vemos números tão expressivos quanto em novembro (Black Friday) ou dezembro (Natal), embora as vendas físicas e digitais de games para os consoles tenham tido um belo crescimento anual, em relação ao período equivalente em 2016. Particularmente pensei que o grande lançamento de janeiro fosse aumentar as vendas do PlayStation VR, mas talvez tal acessório de realidade virtual não tenha gerado tanta receita assim.

A seguir, o ranking de jogos que mais faturaram entre os dias 1º a 28 de janeiro de 2017, de acordo com o NPD Group:

Ranking de arrecadação nos Estados Unidos em janeiro de 2017 (considerando não só o software avulso vendido em mídia física como também os jogos vendidos na PSN, Steam e Xbox Live)

    1. Resident Evil 7: Biohazard;
    2. Call of Duty: Infinite Warfare;
    3. Grand Theft Auto V;
    4. Battlefield 1;
    5. NBA 2K17;
    6. Kingdom Hearts HD 2.8 Final Chapter Prologue;
    7. Madden NFL 17;
    8. Watch Dogs 2;
    9. Overwatch (apenas mídia física);
    10. FIFA 17.

Sem surpresa, o jogo que mais arrecadou foi o Resident Evil 7 (lançado dia 24 de janeiro), basicamente o único lançamento multiplataforma mais relevante do mês. Um outro destaque do mês foi o Kingdom Hearts HD 2.8 Final Chapter Prologue (lançado dia 12), exclusivo para o PlayStation 4. Infelizmente o outro exclusivo do PS4, Gravity Rush 2 (dia 18), não obteve vendas expressivas no ocidente.

E embora a plataforma Xbox One tenha tido seu melhor mês de janeiro, quem venceu nos EUA no 1º mês do ano foi mesmo o PS4.

Outro destaque em hardware foi o NES Classic, cuja demanda se manteve em alta nesse mês fraco e conseguiu ser o terceiro console mais vendido de janeiro nos Estados Unidos. Muito provavelmente o Nintendo Switch está roubando as atenções de potenciais compradores do 3DS. E o Wii U está em processo de desova de estoque.

Por enquanto não houve vazamento de nenhum número oficial de venda de hardware, mas se o Xbox One teve seu melhor mês de janeiro a plataforma da Microsoft pode ter vendido acima de 150 mil unidades.

VENDAS DE HARDWARE NOS ESTADOS UNIDOS
Plataforma novembro (2016) dezembro (2016) janeiro (2017)
PlayStation 4 1.100.000 unid 1.568.000 unid dados indisponíveis
Xbox One 1.000.000 unid 1.511.000 unid acima de 150.000 unid
NES Classic Edition 196.000 unid 223.000 unid dados indisponíveis
(New) Nintendo 3DS 555.000 unid 590.000 unid dados indisponíveis
Wii U 45.000 unid 55.000 unid dados indisponíveis
PS3 dados indisponíveis dados indisponíveis dados indisponíveis

·
Fontes: Games Industry, IGN US, NeoGAF e Venture Beat.

Leia também:

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar
  • Gaius Baltar

    Laguna, explica aí melhor como é isso, pois está complicado entender:
    Temos “A seguir, o ranking de jogos que mais faturaram entre os dias 1º a 28 de janeiro de 2017 , de acordo com o NPD Group:”
    Mas aí aparece “Ranking de arrecadação nos Estados Unidos em dezembro de 2016
    Ficou confuso.

  • Alguém sabe explicar por que ouço falar do Microsoft Hololens há anos e, agora neste momento, Microsoft perde vendas, pois a galera está preferindo comprar o PS4 com VR?
    Não é provocação, só queria entender melhor o que o Hololens pretende oferecer e como vai se posicionar no mercado. É que, sabem, no mundo dos consoles onde há dois grandes concorrentes, se o seu concorrente (que já vende naturalmente mais consoles) ainda por cima está alavancando vendas porque oferece um dispositivo que você ainda não tem… Bom, o resultado está aí…

    • Cocainum

      Hololens não é headset de realidade virtual, mas de realidade aumentada. Ele não bloqueia a visão do usuário, como o PlayStation VR, mas sim projeta imagens que se mesclam com as imagens reais do ambiente.

      A MS já disse que não está desenvolvendo isso especificamente para jogos, mas para uma série de outras atividades “sérias”. O custo do produto é bem superior a dos óculos VR tradicionais.

      • Entendi, e, somando isso com a informação que o Pedron deu, de que a Sony pode até descontinuar o seu VR por não estar alcançando os resultados esperados, consegui entender porque a MS também não está produzindo um simples VR para competir com a Sony.
        Obrigado!

    • Pedron

      O Hololens, até onde eu sei, nada tem a ver com VR, é realidade aumentada, é outra coisa… Se duvidar nem sai nada pra Xbox relacionado a Hololens…

      Quanto às vendas, creio que a Microsoft esteja até hoje pagando pelas cagadas que fez lá atrás no lançamento, como por exemplo, obrigar o pessoal a comprar o Kinect (hoje não é mais necessário)… Teve outras zicas também, os caras falavam que iam obrigar o jogador a ficar o tempo todo na internet (depois voltaram atrás), até hoje tem gente que pensa que isso é verdade e por isso não compra…

      E o VR do playstation, pelo que li em alguns artigos, também não está vendendo como eles esperavam que fosse vender… Há várias pessoas de renome dizendo que logo a Sony vai deixar o VR de lado, assim como fizeram com o Vita.

      • Hmmmmmm… É que pelo que o Laguna vem postando, eu entendi que o motivo do PS4 ter voltado a superar em vendas o XBOX foi o VR.
        Concordo que a MS deu mancada lá atrás, mas parece que, com o One S, passou alguns meses conseguindo retomar mercado.
        De todo modo, obrigado pelas explicações sobre o Hololens.

    • Paulo Canedo Costa Rodrigues

      A explicação mais simples de todas: Hololens foi criada para competir com o google glass. Já viu o paradeiro do glass né?

  • Matheus

    Porque você, em todo post, fica falando que os EUA são o 2º maior mercado de games do mundo? Tudo bem, a China virou o maior agora, mas faz tempo que você coloca eles como segundo. O Japão não é maior.

    • No presente século, o Japão quase sempre foi o terceiro maior mercado de games do mundo.

      • Matheus

        Sim, é que vejo estes tipos de posts a um tempo e sempre vejo você destacar que os EUA são o segundo. Imaginei que você estaria dizendo que o Japão era o primeiro.

  • Convidado

    Mercado de jogos para PC é 5% contra 95% de consoles, 20 vezes maior.
    Quando eu era novo, acreditava cegamente que o PC que sustentava a indústria.
    Graças aos consoles que conseguimos ter jogos como Witcher 3.

    • Flávio Pedroza

      Isso nos EUA, gostaria de saber considerando todo o globo…

    • Fabiano Novaes Ferreira

      lembre que um jogo de console custa 60 dolares e um de PC custa 10 (GTA V por exemplo). a conta não é tão simples assim.

      PC tem muito jogo por menos de R$ 10 reais, menos de US$ 3. Muito lançamento para PC custa menos de US$ 10

      dá uma grande diferença. ao invés de 5% talvez suba até para uns 20%. ainda é sustentado pelo console, mas são valores diferentes.

      • Convidado

        Os numero ali são de arrecadação, que é o que paga as contas e a previsão de retorno de um jogo, gera empregos e interesse em arriscar mais dinheiro em novos jogos.

        Quantidade é diferente de arrecadação ($$$).

    • LV

      Isso é VENDA de jogo.
      Se considerar o mercado total, com microtransações, o Mercado de PC é maior.
      Esses jogos Pay-to-Win são uma maquina de fazer dinheiro

  • Fabiano Novaes Ferreira

    GTA V em terceiro … Overwatch em nono (sem contar o digital, estaria na frente do GTA se contasse).

    um jogo com 3 anos e outro com quase 1 ano.

    fala muito sério. são imbatíveis.

    acho que tem gente comprando GTA todo mês … até eu estou pensando em comprar de novo só pra manter na lista kkkkk

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis