Como funcionam os sistemas de classificação etária

A classificação etária dos games é sempre um assunto polêmico. Neste post veremos as organizações que fazem a classificação etária e detalhes sobre os sistemas de classificação.

ESRB

lemos_31.07.08_esrb

A ESRB (Entertainment Software Rating Board) é uma organização independente do governo, que possui o sistema de classificação utilizado pelos games vendidos nos EUA, Canadá e América Latina. O sistema de avaliação é composto pelas classificações (E – Everyone, M – Mature) e pelas descrições (Blood, Gore).

Para obter uma classificação da ESRB, a produtora de um game envia vídeos com gravações do game, preenche um questionário sobre o conteúdo dele e paga uma taxa para o game ser analisado. Três classificadores profissionais assistem à gravação e cada um recomenda uma classificação. Caso os classificadores não cheguem em um consenso, são chamados mais classificadores e uma classificação é finalmente obtida. Caso a produtora do game não esteja feliz com a classificação, ela pode editar o conteúdo do jogo e enviar outro vídeo, para tentar receber uma classificação menor.

Quando o game está pronto para ser lançado, a produtora envia cópias da versão final  para a organização, onde é checada a caixa do jogo. Além disso, alguns empregados jogam o game para ver se a informação enviada à ESRB anteriormente bate com o conteúdo final do game.

As identidades dos classificadores é confidencial.

Classificações da ESRB

85px-ESRB_eC.svg Early Childhood (EC) – Produto destinado para crianças com mais de três anos. Estes games não possuem nada que os pais possam achar ofensivo ou inapropriado. Classificação normalmente atribuída a games educativos.
85px-ESRB_E.svg Everyone (E) – O game contém conteúdo apropriado para maiores de seis anos de idade. Normalmente contém fantasia, cartoon e pouca violência.
85px-ESRB_E10 .svg Everyone 10+ (E10+) – Contém conteúdo considerado impróprio para menores de dez anos de idade. Os games contém fantasia, violência média e um pouco de sangue. É a classificação mais nova, começou a ser utilizada apenas em 2005.
85px-ESRB_T.svg Teen (T) – Contém conteúdo considerado impróprio para os menores de treze anos de idade. Os games nessa categoria podem ter violência, temas sugestivos, humor negro, sangue, apostas e uso de linguagem forte. Esta classificação era usada quando não existia o E10+.
85px-ESRB_M.svg Mature (M) – Contém conteúdo considerado impróprio para os menores de dezessete anos de idade. Contém mutilação, referências sexuais, palavrões e violência. Lojas americanas como a Target e a Best Buy possuem a política de não vender games Mature para menores de 17 anos não acompanhados pelos pais.
85px-ESRB_AO.svg

Adults Only (AO) – Contém conteúdo considerado impróprio para menores de dezoito anos de idade. Games classificados em Adults Only são normalmente games pornográficos, com sexo explícito. Existem apenas 25 games nesta classificação, normalmente para PC ou Mac. As três fabricantes (Nintendo, Sony e Microsoft) não permitem que o game seja lançado para suas plataformas com esta classificação.

85px-ESRB_RP.svg

Rating Pending (RP) – O game ainda não foi completamente classificado pela ESRB. Aparece apenas quando o game não foi lançado, em trailers e propagandas.

Descrições

ESRB_Everyone_New_Content_Descriptor
As descrições acompanham a classificação do game, e estão sempre na caixa dos jogos. Atualmente, são muitos tipos de descrições diferentes, como Blood (Sangue), Lyrics (Refere-se as letras de músicas. Acompanha jogos como Guitar Hero e Rock Band) e Use of Drugs (Uso de drogas ilegais).

PEGI

lemos_31.07

A PEGI (Pan European Game Information) é o sistema europeu de classificação de jogos, que começou a ser usado em 2003. O sistema é usado na Áustria, Bélgica, Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Noruega, Países Baixos, Portugal, Reino Unido, Suécia e Suíça.

Classificação

60px-PEGI3 60px-PEGI7 60px-PEGI12 60px-PEGI16 60px-PEGI18

Descritores de conteúdo

São sete descritores de conteúdo, usados da mesma forma que as descrições da ESRB.

PEGIdiscriminacion PEGIdrogas PEGIlenguagex PEGImiedo PEGIsexo PEGIviolencia 60px-PEGIgambling.svg

Da esquerda para direita: Discriminação, Drogas, Linguagem Obcena, Terror, Sexo, Violência e Apostas.

 

No Brasil

180px-Brazilian_film_and_TV_rating_system

No Brasil, temos o DJCTQ, ou Departamento de Justiça, Classificação, Títulos e Qualificação, do Ministério da Justiça. Os games começaram a ser classificados pelo DJCTQ em 2001. Para games importados, não fabricados aqui, ainda se usa a ESRB.

O que você acha que deve ser feito para melhorar as classificações nos games?

 

Autor: Rafael Lemos_games

Compartilhar
  • TECNAUTA

    (risos)
    “Adults Only” … “Existem apenas 25 games nesta classificação…”

    Cara… nem sabia que isso existia…
    Tipo, sabia que tem um monte de jogo hentai no Japão, mas acho que esses ai vão alem…
    ___________________
    PS3/PS2/PSP/7900GTX

  • fmpfmp_games

    No Brasil estas classificações não funcionam. Que adianta tê-las se vez ou outras aparecem decisões judiciais absurdas que proíbem a comercialização e o acesso a determinado jogo, independente da idade que você tenha? Isso é uma atitude típica de censura, onde o governo decide o que é ou não bom pra você, mesmo que você já tenha discernimento suficiente pra fazê-lo.

    Infelizmente este é o país em que vivemos, e precisamos nos sujeitar a este tipo de coisa.

  • alas

    O cara aí de cima disse tudo. E isso é uma coisa que eu não consigo entender: Se já temos um sistema de classificação etária para os games, porquê temos jogos que são proibidos, indepedente da idade do jogador?

    Gostaria que aqueles que elaboraram a lei proibindo Counter-Strike, Bully e Everquest respondessem a essa pergunta…

  • helbertPina

    Acho o padrão europeu legal, porque deixa claro o TIPO de conteúdo que aparece no jogo.

    ——————————————————————————
    “Um passo à frente e você já não está mais no mesmo lugar”
    Francisco de Assis França

  • TECNAUTA

    A questão é que ninguém aqui cumpre a lei de classificação etária… Tipo, qq um poderia chegar numa loja e comprar o Counter Strike…

    Só que em vez de tentar coibir tal ação, tipo, vistoriar as lojas e aplicar multas para aquelas que venderem jogos a menores… ou realizar um cadastro do produto vendido (no caso de jogos) com o cpf ou rg garantindo assim a idade de que comprou…. naãoooo… eles preferem criar uma nova lei que logo logo vai ser esquecida e não vistoriada… :\

    ___________________
    PS3/PS2/PSP/7900GTX

  • Rafael Lemos_games

    @wallck: Hahahah, boa. Mas de verdade, eu gosto do padrão europeu.

    _ _ _ _ _

    ::Meio Bit Games:: Lápis e Papel :: Twitter ::

    • Bigode_games

      Eu gosto do padrão que tem nos livros. Se for ruim e mentiroso Stalin ou Hitler queima, simples assim.

      Nessa ordem – primeiro os livros depois os escritores, depois os leitores.

      “This isn’t a videogame,” he said in that accusatory tone only 3-year-olds can truly master. “This is a movie. I don’t want a movie. I want a game.” The interminable introductory cinematics weren’t even half over at that point.

    • http://www.wallck.com.br/ wallck

      Sim, eu também. Foi só para entrar no compasso. =P

      Adepto BitZero
      http://www.bitzero.com.br
      wallace@bitzero.com.br

  • Haruhi

    Aqui no Brasil até criança compra cigarro e bebida, apenas dizendo que o pai ou mãe mandou comprar…

  • ViniGodoy

    Muito legal, ótimo artigo.

    Quem quiser ver mais sobre a seriedade da classificação americana, pode ler esse ótimo artigo do Gamasutra:

    http://www.gamasutra.com/view/feature/2604/esrb_rating_distributions_and_.php

    Eu acho a classificação de sumária importância. Ela é a forma de garantir que pais saibam exatamente o que estão comprando para garantir a educação de seus filhos. Ela ajuda o cidadão a exercer com informação o seu direito de escolha, sem que hajam surpresas no meio do caminho.

    Ela também evita medidas arbitrárias, como a recente proibição de vários jogos.

    Mas claro, deve haver fiscalização para que isso se torne efetivo. E o mecanismo deve ser sério, não pode sofrer pressões políticas ou se tornar um forma de censura.


    Desenvolve jogos de computadores?
    http://vinigodoy.wordpress.com

    • http://www.wallck.com.br/ wallck

      O que mais me intriga é o fato de colocarem as classificações por um lado, com toda a idéia linda e maravilhosa de alertar as pessoas com maioridade e os responsáveis, e por outro lado proibirem jogos por motivos vocês sabem quais.

      Adepto BitZero
      http://www.bitzero.com.br
      wallace@bitzero.com.br

      • Rhob

        Quais?

        Aposto que o cara só quis que proibissem CS depois que ele passou 3 dias inteiros jogando e levando headshots de adolescentes de 14 anos, que ficavam rindo dele…

        lol

  • Rhob

    BTW, também acho o padrão Europeu MUITO bem bolado, embora nunca tenha visto nenhum game classificado pela PEGI, só pela ESRB.

    Sempre me confundi com as siglas da ESRB, mas eu sei que se o game tem classificação M+, então é bom… >:)