Meio Bit » Arquivo » Games » Ex-People Can Fly reclama do atual estágio da indústria de games

Ex-People Can Fly reclama do atual estágio da indústria de games

Para fundador da People Can Fly, jogos ainda não oferecem tudo o que poderiam.

9 anos e meio atrás

dori_van_05.03.13

Não tem sido muito difícil encontrar pessoas insatisfeitas com a maneira como boa parte dos jogos estão sendo desenvolvidos, com várias empresas apostando incansavelmente em continuações e evitando ao máximo se arriscar com novas mecânicas. Se você faz parte desse grupo, conheça Adrian Chmielarz, ex-diretor criativo e fundador da People Can Fly, que agora é o principal responsável pelo estúdio The Astronauts (gostei do nome!).

Com previsão de lançar seu primeiro projeto até o final deste ano, o jogo de terror The Vanishing of Ethan Carter, ao falar sobre a maneira como a nova empresa deverá funcionar, Chmielarz afirmou que o processo de trabalho não será muito diferente do que vemos em grandes estúdios, mas fez questão de deixar claro que eles perderam o interesse em títulos de grande porte, aproveitando ainda para criticar a falta de criatividade da indústria.

Nós pensamos que os videogames não são tudo o que poderiam ser. Na verdade, a maioria deles usam a mesma fórmula com uma pele constantemente atualizada. E isso é bom, mas achamos que haja espaço para mais variedade, para os paradigmas serem desafiados e para as fórmulas serem reinventadas. Ethan Carter será evolucionário, não revolucionário, mas ainda esperamos que ele seja um dos exemplos de um tipo diferente de experiência que os games podem oferecer.

Vamos ver então se eles conseguirão trazer algo de novo para o mercado, afinal, muitos profissionais reclamam, mas poucos são aqueles que nos apresentam algo realmente novo. Tomara que não fique apenas na promessa.

[via GamesIndustry]

relacionados


Comentários