Meio Bit » Arquivo » Games » Criador do Sonic comemora liberdade após ter deixado a Sega

Criador do Sonic comemora liberdade após ter deixado a Sega

10 anos atrás

dori_son_20.09.12

Esta semana ficamos sabendo que Ray Muzyka e Greg Zeschuk estão deixando a BioWare, empresa que fundaram na década de 90 e é claro que isso não pode ser considerado uma boa notícia para o estúdio. Porém, e o outro lado, o dos desenvolvedores e jogadores? Será que a mudança de ares e a liberdade que se ganha não pode ser algo vantajoso?

Pois de acordo com Yuki Naka, programador responsável pelo Sonic the Hedgehog, ter saído da Sega foi uma ótima escolha, já que agora ele não precisa mais ficar preso a uma única franquia e ao falar sobre o assunto, acabou sobrando até para outros game designers importantes.

Uma das razões que me fizeram sair da Sega foi que se eu permanecesse lá, teria que fazer apenas jogos do Sonic. Agora eu não preciso mais fazer jogos do Sonic, então estou aproveitando bastante essa liberdade.

É como a Nintendo: O Miyamoto tem feito jogos do Mario, ele precisa continuar fazendo jogos do Mario. Eiji Aonuma tem que continuar fazendo jogos da série Zelda. O mesmo com o Kojima e a série Metal Gear. Eu gostaria que eles pudessem tirar isso de seus ombros para que pudessem criar outras coisas, coisas novas, porque isso seria mais saudável para a indústria. Os diretores de cinema fazem todo tipo de filmes e a indústria do cinema está saudável. Gostaria que a indústria de games estivesse da mesma maneira.

É claro que a indústria do cinema também tem sofrido um pouco com a falta de inovação, mas o ponto de vista de Naka é bastante interessante e tem a ver com aquilo que sempre critico, a necessidade das desenvolvedoras de games lançarem infinitas continuações para suas franquias mais populares. Por isso acredito que seria interessante ver o que um Kojima ou Miyamoto faria sem ter que prestar contas às megacorporações por trás deles.

[via Polygon]

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários