Home » Entretenimento » Genius processa o Google em US$ 50 milhões por roubo de letras de músicas

Genius processa o Google em US$ 50 milhões por roubo de letras de músicas

Site de letras de músicas Genius alega que Google usou de táticas anticompetitivas; kibe teria derrubado as visitações.

05/12/2019 às 9:30

O Genius não engoliu as desculpas do Google: o site de letras de músicas, que teve seu conteúdo kibado está processando a gigante das buscas em US$ 50 milhões, acusando-a de práticas anticompetitivas que prejudicaram suas visitações.

Genius vs. Google

Em junho último, o Genius revelou que o Google, através da parceira LyricFind estava copiando seu conteúdo, os textos redigidos de letras de letras (as letras em si são protegidas por direitos autorais), e conseguiu provar através de um método bem curioso: ela alternou o uso de apóstrofos e acentos agudos nas letras que redigia, de um modo a formar uma espécie de "marca d'água" única.

Como se não bastasse, a disposição dos acentos não era aleatória. Eles eram dispostos nas letras de forma que quando fossem enfileirados, formassem uma mensagem em código morse, a frase "red handed", expressão equivalente a "pego no flagra".

Na época o Google se defendeu, dizendo que a companhia não vasculha a internet atrás de letras e que trabalha com parceiros (no caso, a LyricFind) para ter acesso aos textos e disponibiliza-los nos resultados de busca, e de qualquer forma, após as reclamações passou a dar créditos ao Genius nas letras escritas pelo site. No entanto, não dá para negar que Mountain View age de forma um tanto desleal com sites pequenos.

Ao entregar as letras direto no Google Search, o usuário não entra no site por pura comodidade, e isso se reflete nas visitações desses endereços. Ao mesmo tempo, a empresa não precisa reverter AdSense para esses domínios, já que eles não foram acessados. É um cenário que favorece unicamente o Google e prejudica os sites.

Pois este é o argumento que o Genius está usando para processar o Google e a LyricFind. A companhia entrou com uma ação em uma corte do Brooklyn, exigindo uma indenização de US$ 50 milhões por práticas anticompetitivas. Segundo o texto, ao disponibilizar suas letras direto na busca, a gigante derrubou as visitações, o que vem lhe causando prejuízo.

O Genius deu  exemplo recente, quando a letra da música Lose You to Love Me, da cantora Selena Gomez foi disponibilizada em outubro, ela reverteu um aumento na taxa de cliques de 75%, entre 600 mil visitantes; no entanto, bastou o Google coloca-la nos resultados do search que esse número despencou para 5%.

Não obstante, o processo aponta que o Genius implementou um novo método de "marca d'água", que usa diferentes tipos de espaço e desnecessário dizer, o Google continua copiando os textos.

Genius watermark

O Google se recusou a comentar o assunto; um porta-voz da LyricFind disse que o processo do Genius é "frívolo e sem mérito", já um executivo do Musixmatch, um dos maiores repositórios de letras do mundo e que tem como Apple, Spotify, Deezer, Facebook e obviamente Google, entre outros, disse que as reclamações são "ridículas".

Com informações: The Wall Street Journal.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários