Home » Games » Rebellion traz clássicos para o Steam, incluindo o World War Zero

Rebellion traz clássicos para o Steam, incluindo o World War Zero

Rebellion faz a alegria dos apaixonados por jogos antigos e traz Gunlok, Free Running e o World War Zero ao Steam por preços bem convidativos.

16 semanas atrás

Se tivermos que apontar a melhor coisa que aconteceu para os games nas últimas décadas, acredito que a distribuição digital deveria ser a escolhida. Foi graças a ela que tivemos uma maior facilidade de acesso aos games, o que consequentemente levou à ascensão dos indies e que por sua vez fez ressurgir alguns títulos e até mesmo gêneros inteiros.

World War Zero

Imagine por exemplo uma editora como a Rebellion Developments, que está longe de ter o poder de uma gigante e que decidiu relançar alguns clássicos que ficaram esquecidos na década de 2000. Não fosse pelas vendas online, será que uma empresa como esta se arriscaria a investir no lançamento físico de títulos sem muito apelo para os dias atuais?

Mas como a distribuição digital vai muito bem, obrigado, os relançamentos em questão são o Gunlok, Free Running e o World War Zero. Trata-se de jogos que provavelmente não serão lembrados por muita gente, mas cujo retorno deveria ser comemorado por todos que gostam de uma velharia ou que simplesmente buscam algo que vá além de gráficos de ponta.

Falando brevemente sobre os dois primeiros, Gunlok (em promoção por R$ 9,25) é um jogo de estratégia por turno que se passa no século XXI, quando os robôs conseguiram escravizar a humanidade. Como membro da Earth’s Special Forces, caberá a você organizar uma resistência contra as máquinas, com o jogo nos permitindo customizar os personagens e melhorar as armas que utilizamos.

Já o Free Running (por R$ 10,53) é um dos primeiros jogos que ousou recriar a arte do parkour, nos oferecendo um grande ambiente urbano onde teremos que ultrapassar os mais variados obstáculos utilizando uma grande quantidade de movimentos. Ao todo o game nos oferecerá 60 desafios, que estarão divididos por 10 níveis e três zonas.

Quanto ao World War Zero (por R$ 9,25), gostaria de me estender um pouco mais na sua descrição, pois acho que o FPS merece. Lançado inicialmente com o nome de Iron Storm (versão esta também disponível no Steam), em 2002 o jogo foi rebatizado e recebeu uma versão melhorada para o PlayStation 2, para depois ser adaptado para o PC.

Além de contar com uma jogabilidade bastante divertida (ao menos para a época), o que sempre me chamou a atenção neste jogo era o seu enredo. Se passando em 1964, nele a Primeira Guerra Mundial não acabou, com o Império Russo-Mongol usando um grande poderio militar para tentar expandir seu território do Pacífico até o Atlântico.

Na pele do tenente James Anderson, um órfão que se tornou uma lenda para os combatentes dos Estados Unidos da Europa Ocidental, caberá a você dar um fim à guerra, usando um vasto arsenal para isso e aniquilando todos os inimigos que encontrar pelo caminho.

Hoje o World War Zero pode parecer um tanto simples, mas se você procura um jogo de tiro em primeira pessoa onde não precisa pensar muito e que possui um estilo parecido com o de títulos como Quake ou Return to Castle Wolfenstein, poderá encontrar nele uma boa alternativa.

Tudo bem, são jogos que provavelmente quase ninguém desejava que fossem relançados, mas numa época em que empresas tem remasterizados títulos lançados há tão pouco tempo, é muito bom ver alguns games mais obscuros reaparecendo. Além disso, se podemos adquirir esses clássicos pagando tão pouco e sem nem precisarmos sair de casa, como reclamar?

Fonte: Gamasutra.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários