Home » Games » Série The Witcher não se baseará nos games

Série The Witcher não se baseará nos games

De acordo com showrunner, a série The Witcher da Netflix não deverá aproveitar o material que vimos nos jogos, com as histórias contadas vindo apenas dos livros escritos por Andrzej Sapkowski.

16 semanas atrás

Ao contrário do que Andrzej Sapkowski gosta de acreditar, o primeiro contato da maior parte das pessoas com a franquia The Witcher se deu através dos games e não dos livros escritos pelo polonês. Talvez seja por isso que muitos imaginaram que a adaptação que está sendo produzida pela Netflix seria baseada nos títulos criados pela CD Projekt, mas se ainda existia alguma dúvida em relação a isso, ela acaba de ser desfeita.

The Witcher

Embora as pessoas envolvidas com a adaptação já tivessem dito que o objetivo era levar as histórias dos oito livros para a TV e com os próprios trailers tendo dado indícios disso, como por exemplo o Geralt interpretado por Henry Cavill aparecer carregando apenas uma espada, alguns se questionavam o que poderia acontecer caso se esgotasse as ideias vindas do material escrito.

Pois ao participar da Comic-Con no final de semana passado, a responsável pela série foi questionada se eles poderiam vir a aproveitar conteúdo presente nos jogos e a resposta dada por Lauren Schmidt Hissrich poderá decepcionar aqueles que ainda tinham alguma esperança disso acontecer.

A visão a longo prazo é que não, nós não começaremos a adaptar os jogos. Eu só posso atacar uma temporada por vez, estou empolgada com esta e o resto faz a minha cabeça explodir no momento. Se alguém disser ‘o que acontece na temporada 7,’ é claro que tenho ideias. Dedos cruzados, chegaremos lá.

Se pensarmos que os jogos já foram adaptados dos livros e que por isso a CD Projekt fez algumas alterações, acho compreensível que a série The Witcher prefira se manter inspirada pela obra original. Isso não significa no entanto que eles não terão liberdade para expandir o que foi escrito por Sapkowski. Isso deverá acontecer, por exemplo, com a série aproveitando a nova mídia para aprofundar a história de alguns personagens, como é o caso de Yennefer, cuja história originalmente é contada através de flashbacks, mas na TV deverá ser mostrada em tempo real.

O curioso é que mesmo com a showrunner fazendo questão de distanciar a série dos jogos, quem não teve muito medo de traçar um paralelo com o último RPG da CD Projetk foi o próprio Cavill. Afirmando ter jogado o The Witcher 3 por diversas vezes, o ator disse que viver o bruxo na TV foi como se ele estivesse encarando a história de Geralt mais uma vez, só que agora de uma maneira um pouco diferente. Para ele especificamente, foi algo interessante, já que criou uma sensação de novidade devido aos temas serem tão similares.

Anya Chalotra como Yennefer de Vengerberg

Mas seja adaptada dos livros, seja aproveitando ideias que já foram vistas nos jogos eletrônicos, todos nós sabemos que o importante mesmo é que a série tenha um alto nível de qualidade e se num primeiro momento muitos torceram o nariz para a ideia, nos últimos dias pelo menos uma parte dessa descrença foi desfeita. O motivo é que a Netflix finalmente liberou um trailer da série e o que pode ser visto nele fez com que muita gente tivesse que dar o braço a torcer.

Tudo bem, pode ser que o resultado final não seja tão bom, que os editores conseguiram fazer um trabalho muito bom com esse vídeo ou que estejamos apenas nos deixando iludir, mas posso dizer que gostei muito do que eles mostraram ali e pela reações que vi nas redes sociais, estou longe de ser o único a ter ficado empolgado.

Fonte: GameInformer, Entertainment Weekly e IGN.

relacionados


Comentários