Home » Entretenimento » ASSISTA O TRAILER: PICARD!

ASSISTA O TRAILER: PICARD!

13 semanas atrás

Houve uma época em que os fãs ficaram indignados com um capitão FRANCÊS no comando da Enterprise, um klingon a bordo e uma proposta muito mais cerebral do que a diplomacia de canhoneira de James Tiberius Kirk, mas rapidamente Jean-Luc Picard ganhou a atenção, senão o respeito de todo mundo.

Embora internamente nós trekkers adoremos brincar sobre quem é o melhor capitão, no fundo nós gostamos dos dois. Autores de psicanálise pop escreveram milhares de livros analisando Kirk e Picard, mostrando como são representações, Kirk é o Ego, Picard é o Id, ou algo assim, um lado racional, outro emocional, mas não é tão simples.

Kirk tem um lado emocional muito forte, mas sabe delegar e entende quando um cientista ou engenheiro explicam da impossibilidade de uma solicitação. A diferença de Picard é que Kirk não aceita bobagens como Leis da Física se interpondo no caminho de seus desejos.

Jean-Luc Picard por sua vez é muito mais ponderado, mas apesar de ter se rendido uma dezena de vezes, não é um covarde. Ele só não resolve tudo com uma voadora nos peitos, estilo Kirk. Mesmo assim Picard tem seus momentos de frustração, como quando se recusou a abandonar a nave em Primeiro Contato.

A verdade é que Patrick Stewart teve muito mais oportunidade de desenvolver Picard, foram 7 temporadas, contra 3 da Série Clássica, que tinha roteiros e situações bem mais simples e um estilo menos rebuscado, além de ser muito pouco serializada, as histórias eram isoladas, sem grande continuidade.

O fato de Patrick Stewart ser 10 vezes mais ator que William Shatner também ajuda, e isso fica evidente em Star Trek: Generations, quando os dois se encontram. É divertido mas Kirk merecia um final melhor. Por mais pé na porta que ele seja, James Kirk é o sujeito que você quer do seu lado em uma batalha. Picard é quem você quer ao seu lado em uma guerra.

Na TV a despedida de Picard foi no magistral episódio duplo All Good Things, de Star Trek: The Next Generation, em 23 de Maio de 1994. No cinema foi em Star Trek: Nemesis, de 2002. Para os fãs valeu a despedida na TV, com Picard revisitando seu passado e seu futuro, quando já estava aposentado, divorciado da Dra Crusher.

O que ninguém esperava é que Star Trek fosse repopularizada como foi, com o filme de JJ Abrams e mais tarde com Star Trek Discovery, que teve uma primeira temporada complicada, como toda série de Star Trek, mas na metade usou a velha e infalível carta do Universo Paralelo, que resultou em momentos épicos. Até a Silvia Tilly, a personagem mais insuportável de todas as franquias no Universo Paralelo se tornou uma capitã cruel impiedosa chutadora de bundas que os fãs apelidaram de Capitã Killy.

Discovery está indo pra terceira temporada, vem aí uma série animada meio comédia, a Imperadora Georgiou do Universo Paralelo vai estrelar uma série da Seção 31, a área mais controversa do Universo de Star Trek e fãs estão pressionando por uma série com Spock e o Capitão Christopher Pike, mas a grande inesperada e bem-vinda surpresa foi...

Stewart sempre disse que voltaria ao papel se o roteiro fosse interessante, mas depois que poderia ganhar dinheiro sentado esfregando o dedo na têmpora, os fãs perderam a esperança de vê-lo em uma cadeira que gira pros lados, ao invés de pra frente e pra trás, mas eis que anunciaram seu retorno, e em grande estilo.

A série se passa 20 anos depois dos acontecimentos de Nemesis, e aparentemente envolve a destruição de Romulus, evento fundamental na linha do tempo Kelvin de JJ Abrams. Segundo Alex Kurtzman, criador e showrunner da série, será muito mais introspectiva e cerebral do que a Nova Geração, o que compreensível, Patrick Stewart está com 79 anos, não dá pra sair correndo por aí.

Pelo trailer ele parece estar montando um grupo de jovens com talentos especiais, que cumprirão missões comandadas por Picard, eu chamaria esse pessoal de P-Men.

Vários nomes da Nova Geração e de outras séries irão aparecer, já no trailer temos Data e 7 de 9. A Conselheira Troi e o Comandante Riker também darão as caras.

A série deve ir ao ar no começo de 2020, e acabou de soltar na Comic Con seu primeiro teaser-trailer:

Kurtzman diz que quer trazer de volta o otimismo de Gene Roddenberry, a noção de que Jornada nas Estrelas é uma utopia, um futuro maravilhoso onde todos os humanos levam vidas plenas e satisfatórias, sem injustiça, crime, pobreza fome ou ganância. Hoje é uma visão ingênua, mas sendo honesto, é uma visão que todos precisamos de vez em quando, e se a série da Seção 31 vai mostrar o pior que a Frota Estelar tem a oferecer, até por equilíbrio cármico, Picard precisa mostrar o melhor.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários