Home » Games » Nintendo » Mais barato e apenas portátil: conheça o Nintendo Switch Lite

Mais barato e apenas portátil: conheça o Nintendo Switch Lite

Trazendo várias mudanças em relação ao modelo atual, com o Switch Lite a Nintendo mira naqueles que procuram um videogame portátil e mais barato.

17 semanas atrás

E depois de algumas semanas da circulação de um rumor dizendo que uma nova versão do Switch estava em produção, inclusive com lojas listando acessórios para o suposto aparelho, a Nintendo resolveu acabar com o mistério e revelou detalhes do seu “novo” videogame.

Switch Lite

Com o nome de Switch Lite, esta revisão trará uma série de mudanças em relação a o que temos hoje no mercado, com a principal delas sendo o fato de que ele deixará de ser um híbrido. Sem poder ser ligado na TV, com isso o Switch Lite passa a ser apenas um portátil e mesmo que a diminuição no seu peso (cerca de 123 gramas) seja algo a se comemorar, saiba que haverá alguns sacrifícios em relação ao modelo normal.

Uma delas será na tela, que cairá de 6,2 polegadas para 5,5 polegadas. Além disso, o Switch Lite não contará com a função de vibração e os Joy-Cons não poderão ser removidos. Este último detalhe inclusive fará com que alguns jogos só possam ser aproveitados se utilizarmos controles externos, seja ele um Switch Pro Controller ou o próprio Joy-Con (adquirido separadamente).

De acordo com a Nintendo, a bateria desta nova versão terá uma duração 30 minutos superior, ficando entre 3 e 7 horas, e pelo menos no início o videogame estará disponível em três cores básicas: amarelo, cinza e turquesa. Porém, haverá ainda uma edição especial dedicada ao Pokémon Shield & Sword, que trará ilustrações dos monstrinhos Zacian e Zamazenta, além de contar com botões coloridos.

  

Mas e em relação ao preço? Bom, a Nintendo cobrará US$ 199,99 por este Switch Lite, o que representa uma economia de US$ 100 em relação ao normal. Em um primeiro momento isso pode não parecer muita coisa, mas para aqueles que não veem muita graça em utilizar o Switch em uma televisão e/ou gostariam de gastar o mínimo possível no videogame, esta economia será muito bem vinda.

Outro ponto é que ao ampliar as opções, a Nintendo se aproxima de uma antiga ideia de que eles gostariam que cada pessoa da casa tivesse um Switch. Tudo bem, isso nunca acontecerá, mas alguém dúvida de que com esta versão Lite um número significativos de pais acabará comprando mais uma ou duas unidades para os seus filhos?

Esta é a oportunidade perfeita para oferecermos mais escolhas e trazer mais consumidores para o Nintendo Switch em seu terceiro ano,” defendeu o presidente da divisão americana da companhia, Doug Bowser. “Quando você vincula isso aos jogos que acabamos de anunciar na E3, temos a oportunidade perfeita enquanto seguimos para o período de festas de fim de ano.

De qualquer forma, me incomoda um pouco ver que com o Switch Lite vai-se o principal conceito do seu irmão mais velho, que era trafegar livremente entre o mundo portátil e o de consoles. Eu sei que a chegada dele não significa que o anterior deixará de ser vendido e acredito que a Nintendo tenha informações garantindo que as pessoas estariam disposta a pagar menos por algo mais simples. Mas para mim, as limitações são muito grandes para justificar a sua compra.

A previsão é de que o Switch Lite chegue as lojas em 20 setembro, mesmo dia em que o The Legend of Zelda: Link's Awakening será lançado e não tenho muitas dúvidas de que o modelo ajudará a aumentar bastante a base instalada do Switch.

relacionados


Comentários