Home » Entretenimento » Vem aí uma versão de Akira em 4K, uma série inspirada no mangá e Orbital Era, novo filme de Katsuhiro Otomo

Vem aí uma versão de Akira em 4K, uma série inspirada no mangá e Orbital Era, novo filme de Katsuhiro Otomo

Katsuhiro Otomo vai lançar Akira em 4K, além de uma série de TV com toda a trama do mangá. Ele também mostrou o trailer do seu novo filme, Orbital Era

08/07/2019 às 18:55

O mestre Katsuhiro Otomo apresentou várias novidades interessantes no Anime Expo 2019 em Los Angeles Califórnia na semana passada, que deixaram os fãs de Akira muito felizes, além de mostrar um teaser de Orbital Era, seu primeiro longa-metragem desde Steamboy, de 2004.

Considerado por muitos (inclusive eu) como uma das melhores animações de longa-metragem de todos os tempos, Akira foi lançado em 1988, e no ano passado completou 30 anos, mas apesar de ter demorado um pouco, a comemoração está vindo em grande estilo e em dose dupla. Pra começar, o filme será relançado em Blu-ray em abril do ano que vem no Japão em uma versão 4K e HDR, com som de 5.1 canais, o que é uma excelente notícia.

O compositor da trilha original, Shoji Yamashiro (Tsutomu Ōhashi) está cuidando pessoalmente da conversão do áudio do projeto. Durante a apresentação foi mostrado um curto teaser da versão 4K, que não mostra quase nada, mas foi o suficiente para aumentar e muito a minha expectativa, assista abaixo.

A outra boa nova é que Akira vai se tornar uma série de TV, que vai contar toda a história do mangá de Otomo, e não apenas o que foi mostrado nos cinemas, algo ainda mais legal do que a versão de alta qualidade do filme, pois amplia e muito o universo da obra. Akira também vai ganhar uma versão live-action, que está sendo dirigida por Taika Waititi (Thor: Ragnarok) e produzida por Leonardo DiCaprio, e que será lançada no dia 21 de maio de 2021.

A outra novidade do mestre foi seu novo filme Orbital Era, que será apenas o seu terceiro longa de sua carreira bissexta no cinema. Pois é, até hoje, Otomo só dirigiu duas obras, Akira e Steamboy, sem contar é claro os seus curtas, como Cannon Fodder, um dos capítulos de Memories (1995) e Gambo, de Short Peace (2013), que é uma adaptação de um dos primeiros mangás lançados pelo artista. Esse filme inclusive foi lançado junto com um videogame, que seria o seu quinto episódio, em uma estratégia transmídia, como o Ronaldo contou aqui no MB.

Mas o que podemos esperar de Orbital Era? Bem, em se tratando de Katsuhiro Otomo, eu espero sempre algo grandioso, genial e fantástico, mas essa é a sinopse oficial do seu filme: "a trama se passa em um futuro próximo em uma colônia espacial em construção, e é uma história de ação e aventura de alguns garotos nesse ambiente e sociedade peculiares que continuam vivendo suas vidas enquanto são jogadas de um lado para o outro pelo destino".

O teaser do projeto mostra um skate flutuando no espaço e batendo em uma enorme estação espacial, e depois corta para a imagem de divulgação, que mostra um garoto com um capacete de astronauta da antiga União Soviética. Segundo a Tayná do JN, apesar do capacete, o garoto nasceu nos Estados Unidos. Clique abaixo pra assistir o trailer.

Orbital Era é uma produção da Sunrise, uma empresa da Bandai Namco. O roteiro e direção são de Otomo, que mostrou em uma declaração o quanto está empolgado com o projeto: "estou muito feliz de poder trazer um novo filme animado de longa-metragem. Esse filme é o que eu gostaria de apresentar ao mundo de hoje. Ainda estamos no meio da produção, mas eu queria criar um filme que fosse aproveitado por uma enorme variedade de pessoas."

Acha que é só isso? Não, pois o incansável Katsuhiro também vai lançar Otomo: The Complete Works, uma coleção de todas as obras e frases dele (editadas pelo próprio) em ordem cronológica, começando em 1971 quando ele lançou seu primeiro mangá até hoje em dia. O projeto será lançado fora do Japão, pois o objetivo de Otomo é inspirar artistas de todas as nacionalidades. Mestre é mestre!

relacionados


Comentários