Home » Entretenimento » Anima: disco solo de Thom Yorke terá um curta de Paul Thomas Anderson na Netflix

Anima: disco solo de Thom Yorke terá um curta de Paul Thomas Anderson na Netflix

O vocalista do Radiohead, Thom Yorke, vai lançar seu novo disco Anima na semana que vem acompanhado por um curta de Paul Thomas Anderson na Netflix

41 semanas atrás

O novo disco solo que Thom Yorke, vocalista do Radiohead, vai lançar na semana que vem virá acompanhado de um filme de Paul Thomas Anderson, o genial diretor de Magnólia, Embriagado de Amor, Sangue Negro e Boogie Nights: Prazer Sem Limites, entre outros clássicos.

O disco se chama Anima e será lançado de forma digital pela XL Recordings no dia 27 deste mês, e em mídia física em julho, o download com 9 músicas e os LPs e CDs com 11 músicas (segundo informações da Polygon). A co-produção é de Yorke e Nigel Godrich, conhecido e respeitado por seu trabalho com o Radiohead, e que também trabalhou no último disco de Roger Waters.

O filme de Paul Thomas Anderson também vai se chamar Anima, e é um one-reeler, que como texto que o precede informa, é "um filme de 10 a 12 minutos de duração contido em um único rolo de filme, algo que era popular especialmente na era do cinema mudo".

O curta Anima terá três músicas do disco na trilha sonora, e também será estrelado por Thom Yorke. O anúncio foi feito pelo próprio em seu perfil no Twitter, quando ele aproveitou pra divulgar o trailer.

Além da direção de Paul Thomas Anderson, outro ponto a favor deste pequeno filme é que o diretor de fotografia é Darius Khondji, que eu admiro desde os anos 90 com Delicatessen e Se7en - Os Sete Crimes Capitais, e que continua mandando muito bem, como vimos em Z: A Cidade Perdida.

Os fãs de Thom Yorke e do Radiohead só precisam esperar mais uma semana, pois o curta musical será exibido no dia 26 deste mês nos Estados Unidos em cinemas IMAX, e entra no catálogo da Netflix no dia seguinte. Só pelo teaser e pelas imagens divulgadas, já dá pra ver que tudo será bem experimental.

Antes de terminar o post, uma curiosidade, já fazem 12 anos desde a primeira (e segunda) vez que falamos (bem) do Radiohead aqui no MB.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários