Home » Ciência » Houston, deu caca: mais de 9 litros de água vazam da privada espacial da ISS

Houston, deu caca: mais de 9 litros de água vazam da privada espacial da ISS

07/02/2019 às 11:26

Assim como vida de artista, vida de astronauta não é só glamour. Há uma série de atividades tipo ir ao banheiro que são francamente constrangedoras, mesmo quando tudo dá certo. Desta vez, não deu certo.

Muitas atividades corriqueiras são complicadas em gravidade zero. Algumas provavelmente serão complicadas, mas divertidas e com certeza o NASA Sutra será um best-seller. Outras, nem tanto. Os astronautas da Apollo, por exemplo, tinham que fazer o número 1 em uma espécie de camisinha sem ponta, do tipo que o Papa aprova:

Esse sistema inclusive deu problema pra NASA, já que os engenheiros criaram três tamanhos de camisinha: pequeno médio e grande, e obviamente os astronautas só escolhiam o modelo grande, muitas vezes a coisa ficava frouxa e acabava vazando. A solução foi renomear os modelos para Grande Gigante e Monstruoso.

O número 2 era mais complicado ainda e continua sendo um problema até hoje. Os glamourosos e heroicos astronautas, quando a natureza fazia seu chamado, eram obrigados a usar isto:

Exato, você puxa uma cortininha, a um metro de distância de seus companheiros de voo, se contorce e tentar obrar aonde nenhum homem jamais obrou, mirando no saco plástico.

A tecnologia avançou, mas os banheiros espaciais ainda são basicamente funis ou privadas com aspiradores e você tem que tomar muito, muito cuidado pra nada sair flutuando. Imagine estar transmitindo ao vivo para uma turma de crianças na Terra e uma badalhoca espacial passar pela câmera...

E se você achou que a única piada de 2001: Uma Odisseia no Espaço foram as instruções complicadas do banheiro de gravidade zero...era só uma piada...

Acredite, a privada da Estação Espacial Internacional é tão complicada que antes de ir ao espaço os astronautas precisam se certificar e isso inclui usar um simulador onde você tem que acompanhar com uma câmera filmando seu fiofó, para acertar o alinhamento. É como se fosse uma acoplagem no espaço, mas sem nenhuma dignidade.

A ISS tem duas privadas, uma na parte russa, outra na americana, mas ambas são russas. A NASA achou mais barato comprar a privada russa que já existia do que desenvolver um modelo próprio, coisa que resolveram fazer com calma. É o chamado Universal Waste Management System, que deverá ficar pronto para voar com a nave Orion, quando e se ela fizer voos tripulados.

Partes do sistema estão sendo testados na Estação Espacial, incluindo um biombo para garantir um mínimo de privacidade. Segundo os planos, metade dele funcionará para a privada existente, a outra metade será usada para higiene dos astronautas até a Privada Espacial 2.0 chegar, em 2020.

Foi durante a instalação de partes do sistema que o problema ocorreu.

Eles precisaram desconectar algumas conexões hidráulicas para fazer a instalação, mas o sistema estava pressurizado e quando os astronautas viram, 9,5 litros de água vazaram. Não há detalhes se era água água, água amarela  ou água marrom.

Em desespero os astronautas pegaram toalhas (Viram, Douglas Adams estava certo, sempre leve uma toalha) e correram pra secar a água. Como até o momento a ISS não sofreu uma pane elétrica e não caiu em São Gonçalo, acredito que eles tiveram sucesso.

Infelizmente esse é um problema que não tem solução, ao menos até desenvolvermos naves com centrífugas para simular gravidade. Ou nem isso. Ir ao toalete no espaço parece ser algo tão complicado que mesmo em Jornada nas Estrelas, que se passa no Século XXIV, raramente vemos o interior de um banheiro.

Fonte: NASA.

Leia mais sobre: , , .

relacionados


Comentários