Home » Games » Como a IA poderá deixar jogos antigos muito mais bonitos

Como a IA poderá deixar jogos antigos muito mais bonitos

Com um resultado inacreditável, algumas pessoas estão usando uma inteligência artificial chamada ESRGAN para recriar os cenários de vários clássicos do PlayStation.

41 semanas atrás

Embora a quinta geração de consoles tenha recebido uma grande quantidade de ótimos jogos, encará-los hoje em dia não é uma tarefa para qualquer pessoa. O problema é que devido as limitações técnicas da época os títulos em três dimensões não envelheceram bem, com seus gráficos em baixa resolução atualmente parecendo muito feios.

Uma solução para isso seria remasterizar o visual daqueles jogos, mas como as maioria das empresas não possuem os arquivos originais, essa é uma tarefa que está muito longe de ser tão simples quanto relançar games que apareceram nas gerações posteriores. Para piorar, era muito comum aqueles títulos serem feito com uma mistura de 3D e 2D, com os cenários pré-renderizados parecendo uma pintura e qualquer pessoa que já tenha tentado aumentar o tamanho de uma imagem sabe que o resultado não costuma ficar muito bom.

Mesmo assim desenvolvedoras como a Square Enix tem aplicado essa recurso a alguns dos seus clássicos, o que tem nos permitido jogar em plataformas mais modernos um título como o Final Fantasy VII ou o Final Fantasy VIII. Porém, ao simplesmente aumentar a resolução daqueles cenários os estúdios costumam entregar algo estranho, com os fundos da tela ficando muito borrados e os personagens, em 3D, sendo mostrados com uma aparência muito mais bonita. Veja por exemplo a imagem abaixo, da versão do Final Fantasy IX para PC:

Sem que os donos dessas propriedades intelectuais pareçam dispostos a recriar do zero aqueles clássicos, algumas pessoas começaram a explorar a inteligência artificial com o intuito de colocá-la para redimensionar os cenários de alguns jogos antigos e o que eles tem conseguido até agora é de cair o queixo.

Usando uma tecnologia chamada Enhanced Super Resolution Generative Adversarial Networks, ou simplesmente ESRGAN, os modders estão fazendo verdadeiros milagres ao aumentar a resolução de alguns jogos, conseguindo alcançar aparências muito melhores e nos dando um gostinho do que teremos no futuro caso essa ideia seja aperfeiçoada.

Dentre os projetos que hoje tentam resgatar esses clássicos, um dos mais impressionantes é o chamado Moguri Memoria e que tem como objetivo melhorar o Final Fantasy IX. Conforme pode ser visto nesta página, o que o modder conhecido como Ze PilOt já alcançou é digno de todos os elogios e mesmo com ele admitindo que ainda há muito trabalho e correções a serem feitas, é impossível não ficar empolgado.

Se quiser saber mais detalhes sobre a iniciativa, visite este tópico ou conheça o livro (online ou PDF) que explica um pouco da técnica e traz algumas imagens.

No momento estou muitíssimo curioso em saber como a indústria de games lidará com essa novidade, com um grande medo de que não seja da melhor maneira. Digo isso porque se por um lado temos a possibilidade de algumas empresas já estarem experimentando a inteligência artificial para ressuscitar seus clássicos, por outro é bem provável que uma gigante como a Square Enix não queira ver seus títulos sendo remasterizados por terceiros e não ficarei surpreso se em breve esse pessoal começar a receber cartas dos advogados das editoras.

Fonte: PCGamer.

relacionados


Comentários