Home » Demais assuntos » Dica Master MacGyver: usando o Google Docs para transcrever áudio!

Dica Master MacGyver: usando o Google Docs para transcrever áudio!

Uma dica ótima pra quem faz entrevistas ou ditados e depois tem que transcrever tudo, em um trabalho imeeeenso. Há uma forma de automatizar isso, usando o reconhecimento de voz do Google e um cabo que não existe em nenhuma loja.

36 semanas atrás

Em jornalismo, como em quase tudo, trabalhos ruins são dados pros novatos, e pior do que fazer obituário, só a inglória tarefa de decupar entrevistas. É horrível, um saaaaaco você ficar indo e voltando, transcrevendo uma fita. Você leva horas e horas pra conseguir algumas páginas de texto.

Com o avanço da tecnologia imaginava-se que isso seria resolvido, mas há até firmas especializadas em realizar transcrições. Softwares? Alguns, todos caros.

Transcrição automática é algo tão raro que ainda são vendidos gravadores para repórteres, agora digitais (os gravadores, não os repórteres) e um dos acessórios mais cobiçados pelos profissionais é isto aqui:

Sabe o que é isso? É um PEDAL, modernoso, USB, vendido pela Philips por US$89,00. Ele facilita a vida do corno que passará horas avançando e retrocedendo uma gravação de áudio, digitando o que está sendo falando, enquanto sente sua alma evaporar aos poucos, pensando "eu deveria ter me juntado ao ISIS..."

Por um tempo, eu tive esperanças de usar o Windows para isso. Quando o Windows 7 foi lançado gente importante na Microsoft me garantiu, pessoalmente, que muito em breve o reconhecimento de texto ditado em português estaria disponível. Já estamos no Windows 10 e isso não existe. Até no Windows Phone é possível usar o recurso de ditado da Cortana, mas não no desktop.

O Google oferece esse recurso, mais ou menos, mas espetar um microfone no PC, encostar no gravador e tentar digitalizar gera muito ruído, fica uma droga. Uma alternativa seria arrumar um cabo P2 e ligar a saída da caixa de som na entrada do microfone.

Aí introduzimos mais variáveis e mais problemas, temos que regular o volume para evitar distorção. No fundo, continuamos com uma gambiarra horrenda, com o som sendo convertido pra sinal analógico e redigitalizado. Yay, mais perda!

Felizmente, há uma alternativa: um cabo P2 macho-macho... Virtual. Um driver que cria uma conexão entre a saída e a entrada de áudio do PC, redirecionando o fluxo de dados.

O software é o VB-CABLE Virtual Audio Device, freeware, minúsculo. Só deve ser instalado com privilégio de Admin, como todo driver.

Instalado, irão aparecer dois novos dispositivos entre seus dispositivos de áudio, CABLE Input (VB-Audio Virtual Cable) e CABLE Output (VB-Audio Virtual Cable).

Agora você vai clicar com o botão direito no ícone do alto-falantes, na barra de tarefas do Windows, lá no canto inferior direito. Selecione Abrir Configurações de Som. Na próxima tela, você selecionará, como dispositivo de saída, a opção CABLE Input (VB-Audio Virtual Cable),e, como dispositivo de entrada, a opção CABLE Output (VB-Audio Virtual Cable). Assim:

Neste momento, seu PC estará silencioso como uma tumba. Você já deve ter o arquivo que quer transcrever pronto em um VLC ou Audacity da vida. Coloque-o de lado e abra uma janela nova do Google Docs, digitando docs.new na barra de endereços de seu navegador.

Agora estamos quase lá. Você deve selecionar a entrada por voz, indo no menu Tools / Voice Typing ou, simplesmente, apertando CTRL+SHIFT+S. Clique no ícone da janelinha que se abrirá e você verá o idioma-padrão. Clique nele, escolha o idioma que deseja usar.

Vá na janela do áudio, dê play, corra pro ícone do microfone no Google Docs, clique. Ele vai ficar grande, vermelho e entumescido. Ao mesmo tempo, o texto automagicamente começará a ser transcrito.

O resultado, claro, não é perfeito, mas com precisão entre 95% e 98%, você terá ordens de magnitude menos trabalho revisando o texto, ao invés de ter que digitar todo o áudio, do zero.

Aqui um texto rápido que fiz com um vídeo completamente aleatório, aberto no YouTube via gerador randômico de URLs:

Lembre-se, ele vai funcionar com tudo da saída de áudio do seu PC, pode ser um vídeo do YouTube, pode ser uma entrevista em MP3.

Pra quem se dá ao luxo de ter estagiários, claro que é muito melhor uma equipe semi-escrava dedicada, mas quem trabalha sozinho vai se beneficiar muito desse recurso. Eu com certeza irei.

Fonte: Dica do Mário Neis, da Lista dos Beagles

relacionados


Comentários