Home » Games » Epic Games oferecerá tecnologia que permite crossplay

Epic Games oferecerá tecnologia que permite crossplay

Com a promessa de que será gratuita e compatível com todas as engines e plataformas, tecnologia da Epic Game poderá mudar a maneira como vemos o multiplayer.

28 semanas atrás

Eu não sei se isso é fruto da proximidade com a virada de ano, época em que as pessoas buscam por mudanças ou se a Epic Games está apenas aproveitando os muitos milhões gerados pelo Fortnite para ousar, mas a verdade é que as últimas semanas tem sido bem movimentadas lá pelos lados da criadora da Unreal Engine.

Poucos dias depois de anunciar o seu serviço de distribuição digital e já conseguir algumas exclusividades para a loja, como por exemplo o Super Meat Boy Forever, a empresa surge com uma novidade ainda mais interessante e com um imenso potencial para mudar consideravelmente a maneira como aproveitamos os nossos jogos. Veja o que diz o anúncio oficial:

Na Epic o nosso objetivo é ajudar os desenvolvedores de jogos a terem sucesso. Durante 2019 lançaremos um grande conjunto de serviços de jogos cross-platform originalmente construídos para o Fortnite e testados por 200 milhões de jogadores em sete plataformas. Esses serviços serão gratuitos para todos os desenvolvedores e abertos para todas as engines, todas as plataformas e todas as lojas. Como um desenvolvedor, você será livre para escolher misturar e combinar soluções da Epic e outras [empresas] como quiser.

Segundo eles, algo nestes moldes é muito caro e trabalhoso de se desenvolver, exigindo vários serviços que vão muito além da funcionalidade tradicional de uma engine. Porém, uma vez que ferramenta esteja operacional, aproveitá-la em outros títulos praticamente elimina os custos e que por isso decidiram compartilhar o conhecimento que adquiriram nos últimos meses.

A intenção da Epic é permitir que pessoas nas sete principais plataformas (PC, Mac, iOS, Android, PlayStation 4, Xbox One e Switch) possam jogar entre si. Há ainda planos para eles disponibilizarem uma série de recursos durante o ano que vem, como conversas por voz, a possibilidade de formação de equipes, o armazenamento de saves na nuvem e por fim, o compartilhamento de troféus e conquistas entre plataformas.

Como alguém que sempre defendeu a queda desta que é uma das piores barreiras da indústria, nem preciso dizer o quão empolgado estou com a novidade. Embora o primeiro passo tenha sido dado há alguns meses quando a Sony enfim decidiu ceder aos pedidos para cross-play no Fortnite, o compartilhamento desta tecnologia poderá ser o que faltava para a popularização das partidas entre plataformas.

Porém, eu ainda estou curioso para saber como as fabricantes de consoles — mais precisamente a Sony — reagirão à novidade. Enquanto Nintendo e Microsoft já deixaram claro que gostam da ideia, será que a fabricante do PlayStation continuará com a recente postura adotada para o battle royale da Epic?

O fato é que podemos estar diante de uma verdadeira revolução no multiplayer, algo que supostamente nos deixa bem próximos da chegada do dia em que finalmente não seremos impedidos de jogar com um amigo apenas por ele estar em outra plataforma. Será que o sonho irá mesmo se realizar?

relacionados


Comentários