Home » Demais assuntos » A impressionante Ponte Hong Kong–Zhuhai–Macau é finalmente inaugurada

A impressionante Ponte Hong Kong–Zhuhai–Macau é finalmente inaugurada

A ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau foi finalmente inaugurada, mas terá trânsito restrito e um sistema de vigilância que conta até quantas vezes um motorista bocejou no volante.

23/10/2018 às 20:49

A ponte que liga Hong Kong, Macau e Zhuhai (na província de, Guangdong, China) finalmente foi inaugurada, ainda que alguns anos depois do previsto. Com início das obras em 2011, ela deveria ter sido entregue em 2016, a um custo US$ 20 bilhões. Segundo o France 24, foram usados 400 mil toneladas de aço na ponte, o suficiente pra construir até 60 Torres Eiffel.

A impressionante Ponte Hong Kong–Zhuhai–Macau é finalmente inaugurada

Composta por três pontes suspensas e um mergulhão em um túnel submerso de 6,7 km fazendo a transição entre duas ilhas artificiais, ela tem uma extensão total de 42 km. Assim como a Ponte Rio-Niterói, que tem um vão bem alto para permitir a passagem de navios em direção ao porto do Rio de Janeiro na baía da Guanabara, as três pontes têm suas passagens, mas os navios realmente grandes vão passar pelo trecho do túnel debaixo d’água.

Criada para resistir a terremotos e tufões, a ponte custou caro e foi bem trabalhosa, mas tem uma missão nobre, integrar Hong Kong não apenas com Zhuhai e Macau, mas também com outras nove cidades do sudeste da China, uma área habitada por 68 milhões de pessoas, segundo a BBC. O que isso significa em termos práticos? Bem, a viagem de barca entre Zhuhai e Hong Kong que durava 4 horas poderá ser feita em meia hora pela ponte, desde que o motorista consiga permissão para circular sobre ela, o que não será fácil.

Para circular na ponte, além de pagar pedágio, será preciso tirar uma autorização especial, além disso, ela não será servida pelo transporte público, e todos os ônibus serão de empresas. De qualquer forma, o contrário do túnel proposto entre a China e Taiwan, que ainda vai demorar bastante, se é que um dia ainda vai sair, a nova ponte chinesa pode até ter levado quase uma década pra ficar pronta, mas finalmente está oficialmente aberta, ainda que por enquanto apenas para testes feitos por ônibus autorizados.

Ela também será uma ponte muito vigiada, para evitar acidentes ou atentados, com 48 câmeras de alta resolução instaladas para captar todos os detalhes. O problema em questão são os 12 km em que a pessoa já está tecnicamente em Hong Kong mas ainda não passou pela fronteira. O sistema de vigilância desta ponte também pode contar quantos bocejos um motorista de ônibus deu no volante, e emite um alarme se ele bocejar pela terceira vez.

Além da conta de praticamente US$ 20 bilhões, com direito é claro a denúncias por corrupção e executivos presos por conta de tentativas de fraudar os testes de segurança do concreto usado (segundo autoridades, foi tudo resolvido antes da inauguração), a ponte custou caro também em termos humanos, com nove mortes do lado de Zhuhai e nove mortes do lado de Hong Kong, além de centenas de trabalhadores feridos. Grupos ambientais também criticaram duramente a obra, que teria reduzido drasticamente o número de golfinhos brancos típicos daquela região da costa chinesa.

Saiba mais sobre o projeto da ponte clicando aqui.

Leia mais sobre: , , , .

relacionados


Comentários