2K avisa: quer pagar por loot boxes? Peça ao governo do seu país

Apesar de não ter sido o primeiro jogo a oferecer itens aleatórios mediante o pagamento com dinheiro real, o Star Wars Battlefront II foi um divisor de águas para a indústria. Antes mesmo do título chegar às lojas a Electronic Arts se viu forçada a fazer mudanças no seu sistema e além da própria empresa ter dito que apreendeu a lição, até quem não é da indústria resolveu se meter no assunto.

Achando que deveriam cuidar do bem do seu povo, a Comissão Belga de Apostas (BGC, na sigla em inglês) decidiu que as loot boxes são uma forma ilegal de aposta e assim, ou as editoras precisariam mudar a maneira como adquirimos esses itens, ou estariam sujeitas a pagar uma multa de € 800.000 e seus executivos cumprirem uma pena de cinco anos de prisão. Ah, no caso de menores estarem envolvidos com as compras, a sentença poderia dobrar.

Diante desta decisão, a 2K Games achou melhor remover naquele país a opção de adquirirmos com dinheiro real as caixinhas misteriosas no NBA 2K19. Assim, os jogadores belgas só terão acesso aos itens usando o dinheiro virtual recebido enquanto jogam e para mostrar toda a sua indignação, a editora explicou a situação e fez uma recomendação… diferente para quem adoraria continuar gastando com o modo MyTeam.

Estamos trabalhando para cumprir a interpretação atual da BGC sobre essas leis. Como resultado, fizemos algumas alterações locais no modo MyTeam. Essas mudanças são necessárias para nos adequarmos à interpretação da BGC em relação ao Belgian Gaming Act. Especificamente, desligaremos a habilidade de comprar pacotes com moeda premium (comprada). Os jogadores continuarão podendo adquirir esses pacotes com pontos MyTeam.

 

Nós continuaremos conversando com a BGC com o intuito de explicar a nossa visão sobre como o NBA 2K e as compras de pacotes MyTeam já se enquadram nas leis locais. Se você concorda, recomendamos contatar o representante do governo local para comunicar a sua opinião. Manteremos a comunidade informada sobre qualquer desenvolvimento. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente.

Longe de parecer uma solução para o problema, será muito interessante ver a reação dos jogadores à postura da 2K. Alguns poderão alegar que a imposição da Comissão Belga de Apostas funcionará como o primeiro prego no caixão das loot boxes, com outros países seguindo pelo mesmo caminho. Por outro lado, aqueles que não se incomodavam em gastar dinheiro comprando esses itens aleatórios poderão até perder o interesse pelo jogo, não tendo paciência para desbloquear tudo com o seu próprio esforço.

Vale notar no entanto que, tanto o Reino Unido quanto a França já decidiram que a prática não pode ser considerada uma forma de aposta e como sempre acontece neste tipo de caso, a sensação que tenho é de que no final das contas quem sofrerá com esse debate serão os consumidores. Alguém aí dúvida que o próximo passo da 2K poderá ser simplesmente deixar de publicar alguns dos seus jogos na Bélgica (ou em qualquer outro país que os trate da mesma maneira)?

Na minha opinião, não deveria caber ao governo decidir se as loot boxes são uma forma de aposta. Como o caso do Star Wars Battlefront II nos mostrou, o próprio mercado é capaz de se regular, nem que para isso seja necessário algum sofrimento (tanto da parte das empresas quanto dos consumidores) e penso que ter políticos no meio dessa história só tende a piorar a situação.

Contudo, eu sei que o assunto é bastante polêmico e de uma coisa você pode ter certeza, ele ainda deverá rondar a indústria de games por um bom tempo.

Fonte: Videogamer.

Relacionados: , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar