Watchmen: série de Damon Lindelof confirmada na HBO para 2019

Nova série Watchmen da HBO será lançada em 2019.

A HBO divulgou um release avisando que sua série inspirada em Watchmen já tem data marcada para estrear, ou quase, pois até agora só sabemos que ela chega em 2019. O showrunner e criador da série é Damon Lindelof, que criou The Leftovers para a empresa, assim como a já clássica série Lost.

Lindelof diz que vai tratar com cânone tudo o que aconteceu nos magistrais quadrinhos de Alan Moore e Dave Gibbons, mas prefere não chamar a nova série de uma sequência, e sim de um “remix”. Não é de hoje que estamos ouvindo falar dessa série Watchmen da HBO, mas agora os fãs podem comemorar, pois finalmente o projeto vai sair do papel, não tem volta, o piloto inclusive já está sendo filmado.

A série será escrita por Lindelof, que também será um dos produtores executivos, junto com Nicole Kassell (Westworld e The Leftovers) e Tom Spezialy. Kassel também deve dirigir o piloto, e isso é animador, pois ela é ótima, e já dirigiu 3 episódios da épica série The Americans, episódios de The Leftovers e Better Call Saul, entre muitos outros trabalhos.

Recentemente, ela dirigiu um episódio da segunda temporada de Westworld e outro de Castle Rock que vai ao ar no mês que vem (por falar nisto, estou só esperando terminar a primeira temporada da nova série de J.J. Abrams inspirada na obra de Stephen King para fazer um review completo aqui no MB, mas recomendo desde já que vocês assistam, está bom demais).

O release da HBO confirmou vários atores como Jeremy Irons, Don Johnson e Regina King, que trabalhou em The Leftovers, além de Louis Gosset Jr., Frances Fisher, Yahya Abdul-Mateen II e Tom Mison, entre outros nomes, mas os personagens que eles vão interpretar ainda são um mistério.

Jeremy Irons, Regina King e Don Johnson confirmados na série Watchmen da HBO que estreia em 2019.

Eu pessoalmente acho que Jeremy Irons seria perfeito como um Rorschach mais velho (isso se no final dos quadrinhos não tivesse sido vaporizado como foi), mas alguns rumores garantem que ele será o mordomo de uma mansão e…, peraí, esse é outro filme, de outra franquia! 😉

Don Johnson seria um ótimo Adrian Veidt mais velho, mas talvez a ideia seja justamente usar personagens novos, embora eu ache difícil que eles ignorem o Ozymandias. Eu sinceramente espero que não seja o caso, a não ser que escolham um ator inexpressivo para interpretar um cara tão poderoso, como aconteceu no ótimo filme de Zack Snyder, talvez o único deslize da produção de 2009, além é claro do final besta e preguiçoso que coloca o plano maligno do Veidt nas costas do Dr. Manhattan.

Pensando bem, de certa forma, hoje entendo e aceito melhor o final escolhido por Snyder para o filme. Com um ator tão fraco, fica difícil de imaginar que o Ozymandias seria tão inteligente a ponto de criar o plano perfeito para a paz mundial (a qualquer preço), o ator realmente não passava a essência do personagem.

Por falar no Dr. Manhattan, ele é o único personagem que eu tenho certeza que vai voltar (literalmente falando), pois sinceramente, sem ele pode esquecer, não é Watchmen de verdade. Como Lindelof se declarou um fã de verdade de Watchmen, tenho certeza que ele não irá desperdiçar todo o potencial de um personagem tão incrível.

Em um post de maio deste ano em seu Instagram, que serviu como uma carta aberta aos fãs, Lindelof falou sobre sua expectativa e o respeito que tem pelo material original, e contou que também é fã da série desde moleque (como aliás qualquer pessoa sã e normal que tenha crescido nos anos 80).

No texto, ele diz que foi chamado para trabalhar em uma adaptação do material apenas um ano depois do filme ter sido lançado, mas não acabou não indo pra frente, de qualquer forma, a ideia já está na cabeça de Lindelof já faz um bom tempo. Ele acabou dizendo não ao projeto de Watchmen mais outra vez, e antes de renegar a terceira diante do espelho, ele resolveu aceitar.

Nas suas palavras, ele tem um “imensa quantidade de respeito por Alan Moore. Ele é um talento extraordinário, de proporções míticas. Eu escrevi uma carta para ele, com trechos que não são muito diferentes desta, pois eu devia a ele uma explicação”, antes de confirmar que teve o apoio e benção do artista da graphic novel, Dave Gibbons.

No final da carta, Lindelof ainda compara a série original ao Antigo Testamento, com suas críticas a situação política dos anos 80, com Reagan, Gorbachev e Thatcher, e a nova faria algo parecido, um Novo Testamento para os tempos de Trump, Putin e May.

Muitos o odeiam pelo final de Lost, mas eu não esqueço que Damon Lindelof foi um dos responsáveis (ao lado de J.J. e Roberto Orci) pelo reboot de Star Trek, que propiciou todo o momento que veio depois, inclusive a série nova do Picard, então só por isso, lhe serei eternamente grato.

Em tempo, um pouco de arqueologia para os fãs de longa data do nosso site, que já está há 14 anos no ar. Este post do Bicalho sobre o trailer do filme 10 anos atrás foi uma das primeiras vezes em que se falou de entretenimento e cultura pop aqui no MB, um precursor do nosso canal sobre o tema.

"Nada nunca termina...", diz o teaser da série Watchmen da HBO.

Ao terminar seu texto no Insta, Lindelof ainda disse que “um sábio homem azul disse uma vez que nada nunca termina.” A frase “nada nunca termina” foi escolhida pela HBO para marcar o início desse projeto. Eu estou bem animado, e vocês?

Relacionados: , , ,

Autor: Nick Ellis

Nick Ellis é autor do Meio Bit, Digital Drops e Blog de Brinquedo.

Compartilhar