Home » Games » Microsoft » EA gostaria de cross-play na série FIFA

EA gostaria de cross-play na série FIFA

Diretor criativo da EA diz que a empresa adoraria implementar partidas entre plataformas na série FIFA, mas que "problemas" os impedem de fazer isso.

1 ano e meio atrás

Poucos assuntos tem sido tão debatidos na indústria de games ultimamente quanto a adoção de partidas entre plataformas e a mais nova empresa a declarar publicamente o seu desejo de aproveitar o recurso foi a EA Sports. Ao conversar com o pessoal do Eurogamer, o diretor criativo Matt Prior foi bem claro ao falar sobre o assunto.

É algo que estamos olhando e é algo sobre o qual sempre conversamos. Existem muitos problemas para resolver. Estou tentando ser diplomático aqui! Há muito problemas para resolver com várias first parties, mas o Fortnite fez isso agora do PC para os consoles. Do ponto de vista do consumidor, isso torna a comunidade muito mais ampla, tornando-a muito mais atraente.

 

É algo que estamos cientes. Não estou fazendo nenhuma promessa, mas você viu que as partidas entre plataformas aconteceram muito recentemente. Se você me perguntasse isso há alguns anos, eu provavelmente diria ‘isso não vai acontecer. Monitoraremos e vamos ver.’ Acho que seria um benefício para os usuários.

Pois talvez este seja o ponto principal deste debate, que são os benefícios pra o consumidor. Já pensou poder jogar uma partida de FIFA ou Madden com qualquer pessoa, independentemente da plataforma em que ela estiver? Isso é um sonho que sempre tive e que a julgar pelo comentário de Prior, nunca esteve tão perto de ser realizado.

Tudo bem que por trás desse interesse não está apenas o desejo de nos beneficiar. Uma comunidade maior representaria mais vendas e do lado da Electronic Arts, apenas permitir uma conta unificada entre as plataformas já poderia significar um ganho imenso. Imagine por exemplo você iniciar um time no modo FIFA Ultimate Team do PC e poder continuar jogando com ele no Nintendo Switch?

Pois é justamente a ideia de podermos comprar itens em outros lugares que pode estar fazendo com que a Sony continue ignorando os pedidos para cross-play. Quem levantou a possibilidade foi John Smedley, ex-presidente da Sony Online Entertainment que usou sua conta no Twitter para publicar a seguinte mensagem (e logo depois apagá-la):

A propósito, quando eu estava na Sony a razão declarada internamente para isso era dinheiro. Eles não gostam que alguém compre algo em um Xbox e isso seja usado no PlayStation. Simples assim. Uma razão estúpida, mas aí está.

Tanto o comentário de Prior quanto o de Smedley servem para colocar um pouco mais de lenha nesta fogueira e jogar mais uma vez a responsabilidade nas costas da fabricante japonesa. Ok, eu realmente acho que a Sony está no seu direito de fazer o que quiser com o seu console, mas continuo com a sensação de que todo esse movimento só contribui para manchar a imagem da empresa, especialmente quando se trata de cross-play. Enfim, pelo jeito essa discussão ainda está bem longe de terminar.

relacionados


Comentários