Home » Pop » YouTube » YouTube passa a exibir créditos de músicas incluídas em seus vídeos

YouTube passa a exibir créditos de músicas incluídas em seus vídeos

Boas notícias para os músicos (e gravadoras): YouTube vai começar a exibir créditos dos autores de músicas incluídas em seus vídeos, com direito a links para os canais oficiais.

30 semanas atrás

O YouTube sempre teve problemas com direitos autorais, principalmente quando os produtores de conteúdo utilizam músicas como trilhas sonoras de seus vídeos, fazem paródias ou outras coisas. Artistas e gravadoras não gostam de não receberem créditos (e dinheiro) pelas execuções e muitas vezes apelam para o Content ID, derrubando vídeos e canais inteiros.

Para o YouTube tal estratégia truculenta não é o ideal, mas é preciso andar de mãos dadas com a indústria do copyright e jogar pelas regras; enquanto busca se acertar e pagar mais royalties aos donos das músicas, a plataforma está ajustando o outro lado e aprimorando seus algoritmos de reconhecimento, com um meio-termo entre autores dos vídeos e os donos dos direitos. A novidade é a ferramenta chamada Musica Neste Vídeo, um processo automatizado que reconhece músicas inclusas em vídeos e anexa na descrição informações detalhadas sobre artista, compositores, gravadoras, álbum e licenças vigentes.

O YouTube vai incluir as descrições por meio de identificação automática, com as músicas presentes sendo “reclamadas” por seus donos de direito e links para os canais oficiais serão devidamente incluídos, sem que os autores dos vídeos precisem fazer nada. Assim, evita-se a dor de cabeça do Content ID e os músicos e gravadoras terão meios de direcionar os espectadores para os produtores originais.

Obviamente, parte da receita gerada pelos vídeos será direcionada aos devidos detentores dos direitos das músicas; a única coisa que um YouTuber pode fazer para evitar tal coisa é passar a usar trilhas sem copyright.

A novidade começou a ser implementada ontem e a meta é incluir as descrições detalhadas em pelo menos 500 milhões de vídeos; a medida tomada pelo YouTube é similar ao que o Spotify fez recentemente, quando passou a exibir dados detalhados de produtores, compositores e intérpretes nas músicas que veicula, de modo a distribuir melhor o dinheiro que entra para todos os envolvidos nas composições que mantém em seu acervo.

Fonte: YouTube.

relacionados


Comentários