Criadores de emulador do PS3 recebem aviso da Atlus

persona-5

Nós sempre vimos fabricantes de consoles se posicionarem contra emuladores, mas você lembra de algum estúdio que ameaçou processar os criadores de tais programas? Pois é o que aconteceu esta semana com a Atlus e o emulador para PlayStation 3 conhecido como RPCS3.

Recentemente o software ganhou popularidade ao rodar de maneira bastante satisfatória um dos jogos mais elogiados do ano, o Persona 5. Então, como muitas pessoas sem um PS3 ou um PS4 começaram a recorrer ao emulador, a editora resolveu tomar uma providência e justificou a atitude da seguinte maneira:

Acreditamos que a melhor experiência para os nossos fãs com os nossos títulos (como o Persona 5) está nas plataformas para as quais eles foram desenvolvidos. Não queremos que suas primeiras experiências tenham quedas de frames, falhas ou outros problemas que possam surgir com a emulação e que não supervisionamos pessoalmente. Entendemos que muitos fãs do Persona adorariam ver uma versão para PC.

 

E embora não tenhamos nada para anunciar hoje, estamos ouvindo! No momento, a melhor maneira de jogar o Persona 5 é no PlayStation 4 ou no PlayStation 3.

Como os criadores do RPCS3 possuem uma campanha no Patreon, a Atlus solicitou ao serviço que ela fosse cancelada, já que infringia as leis de direitos autorais. A empresa japonesa inclusive afirmou que o problema deles não estaria com o emulador em si, mas por a sua propriedade intelectual estar sendo usada sem autorização. Para a editora, o simples fato de o jogo rodar fora dos consoles da Sony já seria algo ilegal, já que para fazer isso os usuários precisam quebrar o DRM do título.

Já da parte dos responsáveis pelo RPCS3, eles afirmam que a Atlus não tem razão em reclamar, pois os jogadores estariam apenas utilizando cópias legais do Persona 5 no emulador e convenhamos, isso é no mínimo de uma inocência sem tamanho. Por isso eles dizem que continuarão trabalhando no desenvolvimento do programa.

Tudo isso indica que o caso ainda terá muitos desdobramentos e embora seja sempre muito complicado esses grupos tentarem lutar contra um gigante, estou curioso para ver se a Atlus realmente tem razão nesta tentativa de acabar com a produção de um emulador.

Vale lembrar que a mesma empresa já havia ameaçado jogadores que tentassem fazer o streaming do Persona 5 e fico me perguntando se essas atitudes não poderão ter um impacto bem negativo na imagem da empresa.

Fonte: Siliconera.

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar