Home » Mobile » iOS 11 poderá não suportar apps de 32 bits

iOS 11 poderá não suportar apps de 32 bits

Apple manda o recado: “futuras versões” de seu sistema mobile (seguramente a partir do iOS 11) não mais suportarão apps de 32 bits; desenvolvedores que empurraram com a barriga têm pouco tempo para se adaptarem.

3 anos atrás

2013: Phil Schiller durante o anúncio do iPhone 5s, o primeiro smartphone com um SoC de 64 bits

A Apple não vai mais dar colher de chá. Após definir em 2014 que novos apps só entrariam em sua lojinha se fossem escritos na arquitetura 64 bits, as próximas versões do iOS (seguramente o iOS 11, a próxima grande atualização) irão banir completamente aplicativos em 32 bits. Eles deixarão de funcionar e o desenvolvedor que se vire.

O beta do iOS 10.3, lançado alguns dias atrás pegou boa parte dos desenvolvedores iOS de calças curtas (ao menos os que empurraram com a barriga e ignoraram todos os sinais): ao tentar carregar um aplicativo de 32 bits nos dispositivos rodando a versão de testes do sistema mobile, o mesmo exibe um aviso de que “futuras versões” do iOS não serão compatíveis com seu software, e cabe ao desenvolvedor trabalhar para que o mesmo atenda às novas exigências de Cupertino.

Resumindo a história: muito provavelmente a partir do iOS 11, que será lançado junto com a próxima geração de iPhones, só vai rodar aplicativos escritos em 64 bits (é improvável que o 10.3 traga tal mudança, alterações profundas ficam reservadas ao update anual). Quem teve preguiça e não fez a conversão agora tem menos de um ano para correr atrás do prejuízo e preparar suas soluções, ou seus apps simplesmente não mais funcionarão. E considerando que a adoção dos usuários de iGadgets a cada nova versão do iOS é muito maior do que a do Android (hoje o iOS 10 roda em 81% dos iPhones e iPads ativos, contra menos de 1% do Android 7.0 Nougat), é fato que muita gente vai reclamar.

Não é como se o aviso não tivesse sido dado. O iPhone 5s, o primeiro smartphone com um processador 64 bits do mercado foi lançado em 2013 e de lá para cá toda a indústria migrou. O Moto Maxx, introduzido em outubro de 2014 foi o último top de linha lançado com um SoC de 32 bits (no caso o Snapdragon 805 da Qualcomm). A Apple deixou de vender iGadgets com processadores defasados há tempos e a única coisa que restava era se livrar dos apps obsoletos. Agora chegou o dia.

Em última análise, isso pode significar que o iOS 11 não rodará em processadores 32 bits e excluirá da próxima grande atualização os três iGadgets anteriores ao SoC Apple A7 que hoje rodam a décima versão do sistema: os iPhones 5 e 5c e o iPad de quarta geração. Ainda que sua hora final se aproxime o mais antigo deles, o iPhone 5 hoje possui 52 meses de vida e permanece atualizado.

É certo que boa parte dos desenvolvedores já migrou, mas aqueles que foram deixando para depois deverão correr contra o relógio agora ou verão seus apps deixando de funcionar daqui alguns meses.

Fonte: appleinsider.

relacionados


Comentários