Baterias alimentadas por… sannngue

Cientistas da Universidade da Colúmbia Britânica, em Vancouver desenvolveram uma bateria -na verdade um gerador- com uma fonte de energia inovadora: Sangue.

O dispositivo utiliza leveduras, microorganismos unicelulares que se alimentam da glicose no sangue que passa ao largo da bateria. Esses organismos geram eletricidade. O protótipo produziu 40 nanowatts, não exatamente algo digno do Ciclope, mas promissor o suficiente para continuarem com as pesquisas.

A idéia é que esses microgeradores acabem com a necessidade de cirurgias para trocar a bateria de dispositivos como marcapassos.

OK, legal, mas a idéia de pequenos vampiros sugando energia do nosso sangue não é um tanto assustadora? E se alguém descobre um meio de infestar um sujeito com essas microbaterias, prendê-lo em uma câmara de isolamento e usá-lo para produzir energia em escala industrial?

Ou pior, e se Steve Jobs resolve usar isso para alimentar (literalmente) o iPhone?  Você daria seu sangue por um gadget? Sei não, já é complicado dividir álcool com o carro…

Fonte: New Scientist

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples