Home » Indústria » Kirin 950, o novo SoC da Huawei que pode complicar a vida da Qualcomm

Kirin 950, o novo SoC da Huawei que pode complicar a vida da Qualcomm

Um monstro: assim é o Kirin 950, o novo SoC 64 bits da Huawei que em testes prliminares supera quase todos os concorrentes sa Samsung, Apple e Qualcomm

4 anos atrás

huawei-kirin

restrito. Basicamente temos a Qualcomm e a MediaTek que fornecem chips para quase todos os Androids, a Samsung que equipa seus aparelhos de ponta com sua linha Exynos e que desenvolve chips para a Apple (junto com a TSMC) e correndo por fora, LG e outras fabricantes.

Agora a Huawei está entrando na jogada: ela apresentou hoje o Kirin 950, seu novo chip top de linha que segundo testes extra-oficiais, deixa a maioria dos concorrentes no chinelo.

O novo SoC está sendo produzido em parceria com a HiSilicon e é o primeiro a incorporar a arquitetura big.LITTLE da ARM: ele é um octa-core de 64 bits com quatro núcleos Cortex-A72 de alto desempenho, com clock de 2,3 GHz e quatro A53 de 1,8 GHz; possui GPU Mali-T880MP4 de seis núcleos para gráficos de última geração e chipset com litografia de 16 nanômetros FinFET, tecnologia anteriormente empregada pela TSMC. Ela fica no meio termo dos 20 nm utilizados pela Qualcomm e os 14 nm da Samsung, e a troca dos núcleos A57 pelos A72 garante maior performance e menor consumo de energia; esses últimos estavam presentes no famigerado Snapdragon 810 e no excelente Exynos 7420.

O conjunto ainda possui um coprocessador, destinado a controlar sensores como giroscópio e acelerômetro. O i5 (nada a ver com a linha Core da Intel) tem a missão de desafogar o processador principal em tarefas menores, ajudando a economizar a preciosa energia de seu smartphone. Completa o kit um modem 4G/LTE de categoria 6.

O mais interessante, entretanto, é a potência do chip em testes recentes. Resultados iniciais do AnTuTu mostram que a Huawei construiu um chip monstruoso, mais potente que os principais utilizados hoje no mercado. Ele obteve 1.710 pontos em single core, o que não é lá grnade coisa — se manteve na média. Mas em testes multi core a coisa mudou de figura, ele cravou 6.245 pontos e deixou o Snapdragon 820, o Exynos 7420 e o Apple A9 para trás. E considerando que o novo chip da Qualcomm está tendo problemas similares ao 810… no score total ele conseguiu 82.945 pontos enquanto o então campeão, o Tegra X1 chegou a 75 mil pontos.

antutu-002

O primeiro aparelho com o Kirin 950 é esperado para o dia 26/11, data em que espera-se que a Huawei anuncie o Mate 8, seu novo top de linha. Nada foi dito sobre a possibilidade de vender o chip para terceiros mas sendo sincero, se ele for tão bom quanto parece e à prova de superaquecimento, ele já estará um passo à frente da Qualcomm que ao que tudo indica, não estaria dando uma dentro ultimamente.

Fonte: Anzhuo.cn (em chinês) via 9to5Google.

relacionados


Comentários