SUCESSO — Brasil finalmente manda algo pro espaço: R$ 1 bilhão

UwoodPort31

Depois que o Brasil descobriu da pior maneira que foguetes são inflamáveis nosso programa espacial ficou mais perdido do que nunca. O plano de cooperação com os EUA foi bombardeado pela oposição em nome da “soberania nacional”, lembramos que desde 1995 tínhamos um acordo de cooperação espacial com a Ucrânia, que como não são imperialistas ianques a invadir nossas terras com seus foguetes, tudo bem. Ucranianos eram quase comunistas, o brasileiro gosta.

A culpa é do FHC

Nosso veículo lançador de satélites tinha uma projeção de ficar pronto só depois de nos tornarmos referência mundial em sandália de pneu, o governo federal abriu mão de transferência de tecnologia e acordou com a Ucrânia a construção de um foguete, o Cyclone-4 que seria lançado do Brasil. Nós entraríamos com o dinheiro e a infraestrutura, eles com o foguete. Soa como parceria Caracu? Piora.

Atraso em cima de atraso, o Cyclone-4 era baseado em designs de ICBMs soviéticos. De 1969. Seu combustível é extremamente volátil, tóxico e poluente e o custo de lançamento, mais de US$ 50 milhões, caro demais pra ser economicamente viável.

A culpa é do Lula

Na época a oposição chiou, Lula era contra. Na eleição de 2002 ele denunciou o acordo Brasil-Ucrânia, mas quando venceu o camarada Roberto Amaral, que assumiu o MCT convenceu o Presidente e ele mudou de idéia, mas sendo Brasil, o vôo inaugural que deveria ser em 2006 foi adiado pra 2008, depois 2010 depois 2014. As obras na Base de Alcântara deveriam estar prontas em 2011. A nova promessa? Começo de 2015, já mudaram pra final do ano e agora o bicho pegou.

Sim, a Ucrânia está no meio de uma guerra civil, prestes a ser invadida pela segunda vez pelos russos e mal tem grana pra pagar a conta do gás.

A culpa é da Dilma

Segundo a revista Poder Aéreo, a Dilma estaria prestes a denunciar o acordo, que seria um impedimento para uma maior aproximação com Moscow, e uma parceria espacial com Putin e seus amigos.

Isso mesmo. Um projeto firmado em um tratado de MIL NOVECENTOS E NOVENTA E CINCO comeu mais de R$ 1 bilhão e agora será tudo cancelado. VINTE ANOS E NADA SAIU DO CHÃO. 20 anos e R$ 1 bilhão. Eu poderia fazer a mesma coisa e cobraria só R$ 500 milhões.

Enquanto isso a SpaceX começou do ZERO em 2002. Em 2006 lançavam o Falcon 1. Em 2010 recolhiam a primeira cápsula espacial privada do mundo, a Dragon, depois de seu vôo inaugural bem-sucedido.

20101215_11

Ou seja: cada um tem que se ater ao seu campo de expertise. Elon Musk constrói foguetes, nós pastamos, pois nem com presidentes apoiando projetos, eles saem. Eu sei que é cômodo xingar petralhas e coxinhas, mas a culpa não é do FHC, do Lula ou da Dilma. A culpa, assim como os foguetes brasileiros, não está nas estrelas, mas em nós mesmos.

Fonte: dica do Oliver, no tuinto.

Relacionados: , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples