Europa quer dividir o Google em ao menos duas empresas: o buscador e o resto

Laguna_Google_Neutralidade_da_internet

“Google, não seja mau!” (Crédito: Ars Technica)

Vamos supor que você é coordenador do curso de computação de uma universidade federal e precisa de novos computadores da Apple usando dinheiro público, como fazer a licitação?

Uma bela saída é descrever bem detalhadamente o aparelho desejado sem dizer a marca. Em vez de “Mac Pro”, você diz na licitação que seu departamento precisa de “um PC em formato cilíndrico com processador central Intel Xeon de 3,7 GHz e dois processadores gráficos AMD FirePro W9000”.

Com sutileza semelhante, o Parlamento Europeu quer que o Google forneça parte da receita do molho especial para empresas concorrentes, um gostinho exclusivo que o buscador homônimo somente compartilha com as outras divisões de Mountain View.

O mercado de busca online é de fundamental importância para garantir condições de concorrência dentro do Mercado Único para Telecomunicações, dado o potencial desenvolvimento de motores de busca concorrentes melhores e a possibilidade da comercialização das informações obtidas.”
♮  
A proposta exorta a Comissão a aplicar as regras de concorrência da UE decisivamente, com base na entrada de todas as partes interessadas no Mercado Único para Telecomunicações, a fim de assegurar soluções que realmente beneficiem os consumidores, usuários de internet e negócios online. Além disso, ela insiste que a Comissão [Europeia] analise propostas complementares que visem o objetivo de separar os motores de busca de outros serviços comerciais como uma potencial solução de longo prazo para alcançar os objetivos anteriormente mencionados.”

A proposta não menciona o Google Search por motivos óbvios, mas pretende fazer com que o buscador de Montain View compartilhe as informações privilegiadas que obtém sobre os consumidores. Informações essas que beneficiem outros negócios do Google e prejudiquem a concorrência, pois o buscador tornou-se um monopólio natural e o algoritmo em si é um segredo industrial assim como o molho do McDonald’s.

Imagine um concorrente do Google Adsense adquirindo os mesmos perfis de consumo que este obtém hoje do Google Search. Imaginem um concorrente que não é tão pudico.

É, a vida da empresa Google não tem sido fácil na Europa, que o diga a (in)discrição do StreetView, o direito de esquecimento, o coala carro autônomo e as táticas desleais para emplacar o Android no velho continente; mas convenhamos que o estabelecimento de um mercado único não deve se limitar apenas à infraestrutura física: há a necessidade de incentivar a livre concorrência e reforçar a neutralidade da rede, embora ironicamente a Europa não seja tão unida assim nesta questão.

Fritas acompanham?

Leia também:

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples