Home » Ciência » Os Caça-Fantasmas e o Portal para a Picaretagem

Os Caça-Fantasmas e o Portal para a Picaretagem

Que fantasmas não existem todo mundo com mais de 2 neurônios sabe. Isso não impede todo um grupo de picaretas explorar a boa-fé alheia, com esquemas de caça-fantasmas. Só que dessa vez não contaram que seu gerador de lero-lero sobrenatural seria desmascarado, quando uma reportagem de TV mostrou um dos “pesquisadores” discorrendo, sério, sem perceber que a mensagem vinda do além era só um dos memes mais clássicos do mundo gamer.

5 anos atrás

Weaver.GhostBusters

Um efeito colateral da revolução tecnológica é que, como muito bem colocou o xkcd, sem fanfarra, sem alarde, foi comprovada a inexistência de fantasmas, OVNIs, ETs, espíritos que andam ou voam, poltergeists, duendes, sacis, lobisomens, pés-grandes e tudo mais que ´passa no MonsterQuest.

Como? Simples. nos últimos anos boa parte da população em países com luz elétrica e água encanada carregam celulares com capacidade de filmar e fotografar. Mesmo assim a quantidade de aparições continua a mesma. Claro, há mais divulgação, e surgiu toda uma categoria de eventos onde má fé (ou mais provavelmente incompetência) transformam fatos corriqueiros em mistérios, como a filmagem em timelapse de um canal de TV dos EUA, que retardados de YouTube (perdoem o pleonasmo) acharam ser um OVNI, e profissionais da mesma estirpe no G1 replicaram.

O que não há são registros reais. o que era de se esperar, dada a frequência com que esses avistamentos ocorrem, no imaginário popular. Coisas como acidentes de carro e gatos pianistas, por exemplo, antes raros em termos de registro, se tornaram corriqueiros. Não por estarmos dirigindo pior ou gastando mais tempo adestrando felinos, mas pela facilidade de filmar o mundo à nossa volta.

Isso, claro, não afetou o percentual de pessoas que acreditam nessas crendices, que continuam muito bem, obrigado, que o diga a coluna diária de horóscopo em praticamente todos os jornais do país, e programas como Alienígenas do Passado e… GhostHunters.

Existe até a profissão (ok, hobby) de caça-fantasma. Desocupados passam noites na casa dos outros procurando manifestações do além. E cobram, claro. Um desses picaretas se chama Jim Pace, ele tem um grupo de investigação paranormal chamado SPOOK (Sooner Paranormal Of Oklahoma). Não ri- OK, ria. Durante uma investigação em Tulsa, chamaram a estação local de TV, que como todo mundo desesperado por pauta, foi. A reportagem, que você não precisa ver, é esta:

Jim explica que a casa é habitada por vários fantasmas, alguns bons, alguns maus, e que os piores estão no porão. Lá acharam um quadro com textos escritos com giz, OBVIAMENTE DE ORIGEM SOBRENATURAL, afinal é inconcebível que alguém tenha entrado numa casa abandonada e zoado um pouco.

No quadro, uma mensagem do além, nas palavras de Jim:

A mensagem historicamente significa que uma recompensa prometida nunca foi entregue. Significa que alguém aqui embaixo não está muito feliz.”

Ele continua, discorrendo sobre a paranormalidade do local, de como escreveram um recado no quadro e meses depois foi respondido, etc, mas o que nos interessa é… a mensagem:

vadiazinha-edit

Sim. Algum desocupado invadiu a casa, viu o quadro-negro e escreveu o meme clássico do jogo Portal, “The cake is a lie”. O tal “especialista” tirou toda uma explicação direto das profundezas de sua cavidade retrofuricular, mas foi incapaz de colocar a frase no Google. O PRIMEIRO link já estraga a brincadeira.

Óbvio que nada disso irá afetar a “credibilidade” do tal pesquisador.

Infelizmente é mais um caso onde, citando um famoso filósofo cearense, as pessoas têm as respostas antes das perguntas. Assim fica complicado fazer ciência, onde o resultado da pesquisa muitas vezes invalida todas as suas conjecturas iniciais. Quanto ao caça-fantasmas enrolão, só tenho a dizer que não é só o bolo que é mentira.

Fonte: GS.

relacionados


Comentários