Após ressurreição mal sucedida, Capcom manda Darkstalkers de volta para o caixão

gogoni-darkstalkers

A Capcom bem que ouviu os fãs, que clamaram por um novo game das criaturas da noite. O problema foi que ao invés de desenvolver um novo título, a empresa resolveu testar o mercado e lançou Darkstalkers Ressurrection, uma nova compilação contendo os games Darkstalkers: The Night Warriors e Darkstalkers 3. Desnecessário dizer que, para aqueles que queriam novidade, o novo jogo foi um balde de água fria, mas ainda sim o game vendeu bem, chegando a figurar entre os títulos mais vendidos da PSN no mês de lançamento.

Entretanto a Capcom não ficou feliz, alegando que o jogo vendeu muito aquém do esperado. O reflexo disso foi visto durante a EVO 2013, onde nos últimos anos a Capcom exibia durante seu painel um vídeo ou algum material com a frase “Darkstalkers is not dead”. Neste ano, nem um pio.

Durante a San Diego Comic Con, o gerente dos jogos de luta da Capcom Matt Dahlgren disse que Ressurrection realmente não vendeu conforme o esperado, e por causa disso não há nada no horizonte para Darkstalkers num futuro próximo. Em suma, a série voltou para a geladeira e não há previsão de quando irá sair, se isso vier a acontecer um dia. Dahlgren reforçou que “com certeza, Street Fighter não está morto”, dando a entender que todo o foco da Capcom se concentrará em sua principal franquia a partir de agora.

É realmente uma pena, Darkstalkers sempre foi um jogo divertido e é um dos poucos que nunca foi devidamente atualizado pela Capcom: o último jogo original foi justamente Darkstalkers 3, em 1997. De lá para cá vimos apenas atualizações e compilações, e participações especiais dos personagens em outros jogos. Mas a verdade é que a empresa abusou ao lançar outra coletânea e esperar que ela vendesse mais do que água no deserto. Por mais que os fãs queiram ver a série de volta, paciência tem limite.

Fonte: Siliconera.

Relacionados: , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Profissional de TI auto-didata, blogueiro que acha que é jornalista e careca por opção. Autor do Meio Bit e Portal Deviante, podcaster/membro fundador/Mestre Ancião do SciCast e host/podcaster do Sala da Justiça.

Compartilhar