Digital Drops Blog de Brinquedo

AT&T compra Bellsouth por 86 bilhões de dólares

Por em 30 de dezembro de 2006
emIndústria
Mais textos de:

Site
  • http://blog.cobline.com Cobalto

    Meu Deus, baixou o espirito do Neo-Liberalista…
    não é assim que funciona, o governo não pode só “regular” senão vira bagunça, o problema é que no que cabe a ele tem que ser algo decente, não esses impostos surreais…

    efeito Cobalto | Aonde quer que você vá, lá estará você.

    • Ricardo Bicalho

      O problema é que temos governo demais nesse país. Os impostos estão em 40% e não há retorno social porque a maior parte desse dinheiro extra é para sustentar uma máquina falida.

      • http://pietra@hotmail.com Anônimo

        Digamos assim… a Agência Nacional de Aviação Civil gasta mais em passagens e hospedagem do que em fiscalização.

        • http://blog.cobline.com Cobalto

          aí temos um problema, e sabendo com o que se está lidando dá pra conseguir uma solução (é só querer, e ter “força de vontade”) mas não se pode deixar tudo a deriva.

          Já tem um ditado que diz mais ou menos assim:
          “deixados ao léu, as coisas só tendem a piorar”

          (não é assim, mas a idéia é essa!)

          efeito Cobalto | Aonde quer que você vá, lá estará você.

  • Eduardo S

    Sinceramente, tenho notado um teor politico em posts recentes daqui

    Nada contra a liberdade de expressão, mas bosta é um governo como o anterior, o infame desgoverno fhc, que aumentou carga tributaria em 50 porcento, triplicou as taxas de importação, concedeu aumentos de 235 porcento as teles enquanto a inflação no periodo foi de 75 porcento, isso pra não citar as propinas e desvios de centas de milhões de reais nas privatizações das teles

    E como o Cobalto disse, baixou o neo liberalismo

    Em tempo; a Anac embora com muitas falhas e desvarios agiu como NUNCA se agiu em governos anteriores, com rapidez pra identificar culpas, coisa que antes era varrida pra baixo do tapete, e ainda passavam a mão na cabeça dos culpados, e repito o que já escrevi, não se arruma uma Nação arruinada por decadas de mandatos incompetentes em apenas 1 mandato

    Sobre impostos e maquina governamental;
    Saiu na Folha tempos atrás que o indice de “aparelhamento” deste atual governo é de 65 porcento dos cargos comissionados

    No anterior esse indice chegou a 73 porcento em 1998, e fechou a 69 porcento

    • http://pietra@hotmail.com Anônimo

      Sim, excelente em achar culpados e mudar de idéia no dia seguinte. O Overbooking e os fretamentos não eram a causa CLARA da última crise?

      Ops, não são mais, no relatório de ontem nem citam os fretamentos e o overbooking é declarado como não tendo contribuído para a crise.

      Quanto ao teor político, sim, ele existe e vai bem obrigado. Obrigado por reconhecer o direito dos colunistas do MeioBit de expressarem suas opiniões.

    • Ricardo Bicalho

      Eu critiquei o governo e não quem está governando. A gestão atual cometeu o Grande Pecado™ de ter persistido em vários dos mesmos erros, com a carga tributária aumentando menos, mas aumentando. E amigo… o pior tipo de neo liberalismo é o dólar na cueca.

      Enquanto isso, pagamos mais impostos que podemos suportar. A carga tributária é alta, mas o problema não pára por aí, pois há o agravante dos serviços sonegados: segurança (condomínios fechados, apoio e seguranças privados, etc), saúde (planos de saúde) e educação (para ter chances, escolas particulares). São os serviços que o Estado deveria prover, mas nunca sobra dinheiro, pois a máquina está tão inchada que consome a maior parte dos recursos. Não é normal gastar 60% da arrecadação de impostos com folha de pagamento.

      Isso afeta a tecnologia em diversos pontos. Nossa indústria de software está bem. Mas comparativamente, é mambembe e carece de equipamentos, softwares de produtividade, crédito, mão de obra e os bons cérebros estão indo em massa para fora do país. Mas a discussão é muito mais complexa do que isso. Talvez possamos conversar sobre isso nos fórums.

      • Eduardo S

        Pior que Dólar na cueca (que logicamente está errado) são os 900 milhões (de Dólares) escoados pelas CC5 do Banestado entre 1998 e 2001

        E na época não teve indignação nenhuma, porque será ?

        Outra coisa, quanto aos impostos; A carga tributária nacional aumentou de 25 porcento em 95 pra 37,5 em 02, certo ? De lá pra cá aumentou 1,5 porcento, para 39 porcento, por uma razão que outro dia o proprio Everardo Maciel (que foi da Receita no governo anterior) explicou: os tributos em si não aumentaram, o que gerou o aumentou foi a maior fiscalização, que aumentou o montante arrecadado e diminuiu a sonegação

        Mas não discordo que os impostos são muito grandes, absurdos até

  • Eduardo S

    Alguem pode me explicar essa palhaçada de votar 0 ?

    Porque que não consta aqui nas minhas opções isso ? Ridiculo ! Se vale pra um, tem que valer pra todos, já li textos ridiculos os quais não votei pois a opção mais “baixa” era 1, ta parecendo a imprensa marrom “lei do pensamento único”

    • http://www.meiobit.com Leonardo Faoro

      Eduardo,

      Esta “palhaçada de votar 0″ é porque somente usuários com credibilidade (com score acima de 2) podem votar 0, senão qualquer um que nunca veio aqui vota 0 por tudo. [] Leo

      • Eduardo S

        Leo, a mais de 1 ano participo neste site, sempre fui de comentar, mas acho isso palhaçada, sabe porque ?

        Porque se discordo do “pensamento unico” fulano, ciclano e beltrano vem e tacam um 0, e com isso o “score” vai caindo, isso querendo ou não é uma panelinha,

        Indiretamente é um veto ao direito de discordar, e com uma reação em cadeia, porque discorda, leva 0; leva 0, cai o score; cai o score não pode voce mesmo dar 0 em sinal de discordancia, e por aí vai

        Por exemplo, pega esse post que escrevi, 3 votaram 0, e pag o post que o outro escreveu, teve media 3, então é meio que um apartheid isso, é não poder discordar sob pena de levar 0, por isso falei que é ridiculo, e dado que voces controlam todos que logam pra comentar (muito embora não sejam babá) voces podem coibir algum desvario

        • http://www.meiobit.com Leonardo Faoro

          Eduardo, infelizmente o uso que se faz do sistema comentários não é do jeito que foi concebido. A idéia era votar na qualidade do comentário, e não simplesmente zerar porque discorda do conteúdo. Infelizmente não podemos controlar como o publico usa os votos.

          Vou pensar em algum jeito de amenizar a situação, concordo que não é a ideal. Mas só com o fato de ter de se registrar para comentar melhorou *muito* a qualidade dos comentários. Acho que podemos melhorar ainda mais.

          []
          Leo

          • http://brazucadekimono.blogspot.com Musashi_DJ

            Nessa tenho que concordar que o lance de votar contra a opinião ao invés da qualidade da abordagem é um desvio do sistema de votos, eu mesmo estava começando a descambar para esse lado distorcido por falta de um “balizamento”, seria bom por algo como “a qualidade do post é…” logo acima do campo de voto, é coisa para burro mesmo, mas é rápido, simples e auto explicativo.

            Quanto ao aumento na qualidade dos comentários isso é claramente perceptível, passei a freqüentar o MB pouco antes de começar a obrigatoriedade de cadastro e vi o quanto a cosia melhorou;

            | Mostrar sentimentos é sinal de força interior, mostrar compaixão é sinal de elevação espiritual Musashi_DJ

  • Ricardo Bicalho

    O MeioBit tem como característica principal apresentar notícias E as opiniões do autor. É o que nos diferencia do noticiário estéril e editorial dos jornais.

    É impossível separar e isolar conteúdo político-econômico-social, pois a tecnologia está permeando todos os níveis da sociedade.

    Não basta apenas emitir a notícia, olhar algo que está errado e não fazer nada. Nossa forma de luta é através de idéias, discussão livre e quem sabe possamos mudar cabeças o suficiente para que mudanças ocorram.

    Anos atrás, chamavam minha irmã de internerd, pois era a única do colégio que sabia o que era Internet, já que estive entre os primeiros usuários e por ter o privilégio de morar num bairro e numa cidade que ofereciam o serviço.

    Hoje, é impossível falar de compra de equipamentos de informática sem mencionar a política tributária do país. Também não é possível ver o que está acontecendo no resto do mundo, olhar para o Brasil e ver que as coisas aqui estão mais lentas.

    Vocês gostariam de internet banda larga por 25 reais, como os americanos? Eu também, mas aqui a coisa não funciona assim e não irei deixar de relatar, opinar e conversar sobre o assunto. Quem tiver a oportunidade de fazer uma viagem para o exterior, aproveite para ganhar uma perspectiva “fora da caixa”.

  • frtnbrasil

    Faça o seguinte: a)calcule quantos impostos vc paga
    b) tente abrir uma empresa

    Dai venha me dizer que o Brasil é “neoliberal”.
    O liberalismo passou tão perto do Brasil quanto plutão da terra, e pelo que vemos no atual governo, nunca vai chegar.

    Enquanto isso, fique pagando 200% de imposto em cima de algum produto, R$150 por adsl 600k e falando mal do governo anterior.

    E fico feliz pela lucidez dos articulistas do site, pois vcs são excessão.

    • http://pietra@hotmail.com Anônimo

      “Alguém pode me explicar essa palhaçada de votar 4?”

      humm.. ops, esse voto foi meu ;)

      • http://brazucadekimono.blogspot.com Musashi_DJ

        Para de ser canalha Cardoso, vc morde e asopra, hehehe, estou bricnado.

        Eu discordo de um monte de pontos de vista que o Cardoso expressa aqui mas nem por isso deixo de pontuar os posts pela qualidade do conteúdo e não pela opinião que eles expressão, infelizmente a galera nem sempre entra no clima, mas fazer o que, se Jesus e Buda não agradaram todos que dirá de nos meros mortais.

        | Mostrar sentimentos é sinal de força interior, mostrar compaixão é sinal de elevação espiritual Musashi_DJ

    • Eduardo S

      Primeiro, que aqui em SP não se paga 150 reais por 600K, o Speedy, que é mais caro que os de cable, sai por no maximo 110, 120 com provedor

      Segundo, quanto a impostos, voce e os demais que tanto criticam deveriam se informar quem os aumentou.
      Falo sim, do governo anterior pois foi um desgoverno na pior acepção da palavra, que aumentou a carga tributaria em 50 porcento (de 25 porcento em 94 para 37,5 em 02) ou 12,5 pontos percentuais

      Fora o saque perpetrado pela tucanalha “et caterva” aos cofres publicos, como nunca se via desde os tempos da coroa, só pra lembrar aos esquecidos por opção, que nos 8 anos do governo anterior a divida total aumentou em quase 10x, isso mesmo, quase 10x do valor que era quando eles assumiram em 95

      Ainda sobre impostos, aqueles que trombeteiam por aí jogando tudo nas costas do governo atual, deveriam checar seu próprio estado e governador, por exemplo.
      Consciente que sou, fui me informar por jornais e afins que aqui em SP de acordo com indices oficiais, o ICMS saiu de 12 porcento em 2000 até chegar a 18 porcento em 2005, e a carga tributaria estadual cresceu de 3,75 porcento em 2000 para 6,95 em 2005, um aumento de quase 100 porcento, e isso foi feito em 6 anos de governo estadual do mesmo incompetente que veio a se aventurar no ultimo pleito, batendo no peito e se auto intitulando o paladino da moralidade, ética e do corte de impostos

      Feito esse ligeiro aparte politico, encerro por aqui

  • http://blog.cobline.com Cobalto

    Só pra deixar claro, eu não sou LULISTA, muito pelo contrário, mas sou moderado ^^

    efeito Cobalto | Aonde quer que você vá, lá estará você.

  • http://www.milfont.org cmilfont

    “não é assim que funciona, o governo não pode só “regular” senão vira bagunça,”

    enquanto essa mentalidade socialista fabiana vigorar não saimos da lama, pelo menos a mentalidade marxista é ainda pior!

    Cobalto, leu o livreco do FHC? ele diz a mesma coisa, inclusive diz que o mercado é injusto e seus “defeitos” (sic) devem ser coibidos…