Digital Drops Blog de Brinquedo

One Less Thing: iPad Made in Brazil da Foxconn

Por em 30 de setembro de 2011
emApple e Mac relacionados  
Mais textos de:

Site | Twitter
  • Rafael Vasconcelos

    Tudo bem que é uma nova fábrica que gera empregos e tal, mas eu preferiria que investissem esse dinheiro em ciência e pesquisa de verdade do que em fábricas de gadgets.

    • Renan Sousa

      A fábrica de gadgets faria com que mais brasileiros tivessem computadores nas mãos, o que aumentaria a demanda por apps localizados pro Brasil e apps nacionais, o que faria com que aumentasse a demanda por cursos de nível médio e superior na área de TI, o que levaria indiretamente a muito mais pesquisa sendo feita (e riqueza gerada) do que meramente injetar dinheiro em laboratórios.

      • Leonardo Reis

        Desculpe, mais isso eh uma mentira que te contaram e voce engoliu.
        O Brazil eh um dos maiores produtores de alimentos do mundo, voce numca soube dos famintos por aqui nao???
        O Brazil agora eh exportador de petroleo, voce sabe de algum plano do governo para tornar combustivel mais barato??? Ou um plano de expansao SERIO de uso de energias realmente renovaveis, como eolica e solar??? A China usa energia do carvao ateh hoje, mais tem plano com prazos para fazer a solar substituir que vem sendo pago pelo petroleo (pra quem nao sabe, eles estao entre os maiores ‘donos’ de petroleo do mundo).
        Se fizerem a fabrica de qualquer coisa no Brazil eu nao tenho a Minima duvida, vai ser mais caro!

        P.S. : nas caixas altas eu nao estava gritando, somente enfatizando.

        • Renan Sousa

          Pela sua lógica, nós deveríamos parar de fabricar carros, celulares, TV’s etc… e importar tudo.

          Nós temos os remédios os remédios mais baratos do mundo. Apesar de ter gente faminta, não é pelo preço da comida, pois na maioria dos países (até terceiro mundo) os alimentos mais básicos são mais caros que aqui. Dentre outros exemplos.

          Se algo produzido aqui é mais caro, é por uma questão de mercado, mas não é SÓ porque é produzido aqui.

          • http://www.facebook.com/people/Wagner-Felix/661933705 Wagner Felix

            o remédio barato é por quebras de patentes de quem gastou muito recurso em pesquisa até chegar no produto.
            Eu sou um defensor da “não patente”, mas nesse caso específico faz com que os laboratórios comecem a investir menos em pesquisa, já que a patente não vale nada.

          • http://profiles.google.com/1bertorc Humberto Ramos Costa

            Sim, é exatamente o que deveriamos fazer… A história que o governo conta é a história dos empregos gerados aqui por estas fábricas… A história que o governo não conta é dos milhõres de empregos que os impostos que subsidiam esses grupos matam. Se o governo parar de ajudar aos grandes grupos só iremos importar o mesmo montante que exportarmos (é assim que ‘fazemos’ os dólares para comprar os produtos no exterior).
            E não me venha com essa de desenvolvimento tecnológico por que se proteção gerasse desenvolvimento tecnológico seriamos o país com a melhor engenharia automotiva do mundo.
            Quer saber o que faz diferença de verdade? Educação: 70% de nossa população economicamente ativa é analfabeta funcional, enquanto vigorar esse carro não importa quantos BILHÕES o BNDES DOE para a Foxconn, para a Ford ou para a Embraer, continuaremos sendo o fracasso que somos hoje (e sim, somos um fracasso apesar do que o governo cor de rosa diz).

        • Renan Sousa

          Pela sua lógica, nós deveríamos parar de fabricar carros, celulares, TV’s etc… e importar tudo.

          Nós temos os remédios os remédios mais baratos do mundo. Apesar de ter gente faminta, não é pelo preço da comida, pois na maioria dos países (até terceiro mundo) os alimentos mais básicos são mais caros que aqui. Dentre outros exemplos.

          Se algo produzido aqui é mais caro, é por uma questão de mercado, mas não é SÓ porque é produzido aqui.

        • Marcelo Mosczynski

          Já que estamos usando achometros aqui.
          Brasil talvez se torne autosuficiente na produção de petróleo.
          Pois produzimos um petróleo bom para fazer plásticos e outros materiais, mas péssimo para produzir combustíveis.
          Brasil é o celeiro do mundo, mas o que sustenta a população local, não é soja, 90% do que temos que consumir (Batata, alface, vagem, giló), não é produzido em agricultura intensiva (Soja, milho).
          Energias renováveis, já há programas de incentivo para energia eólica, se você não lê nada a não ser relacionado a IPAD do Mercadante, não leu que haverão várias empresas se instalando no brasil para fabricar aerogeradores.

          • http://twitter.com/rbicalho Ricardo Bicalho

            Adendo ao que você disse, se não me engano, o feijão nosso de cada dia é importado da China. Celeiro do mundo my ass.

          • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

            Pois é, celeiro só se for de gente burra, tapada que não enxerga um palmo a frente do nariz…

        • Marcelo Mosczynski

          Já que estamos usando achometros aqui.
          Brasil talvez se torne autosuficiente na produção de petróleo.
          Pois produzimos um petróleo bom para fazer plásticos e outros materiais, mas péssimo para produzir combustíveis.
          Brasil é o celeiro do mundo, mas o que sustenta a população local, não é soja, 90% do que temos que consumir (Batata, alface, vagem, giló), não é produzido em agricultura intensiva (Soja, milho).
          Energias renováveis, já há programas de incentivo para energia eólica, se você não lê nada a não ser relacionado a IPAD do Mercadante, não leu que haverão várias empresas se instalando no brasil para fabricar aerogeradores.

      • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

        Não aumentaria.
        O que impede a comercialização de apps localizados é justamente o monte de impostos que incide sobre a venda do software, além da burocracia em determinar o rating de cada produto. Vide a app store brasileira, que é terrível justo por isso.

      • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

        Não aumentaria.
        O que impede a comercialização de apps localizados é justamente o monte de impostos que incide sobre a venda do software, além da burocracia em determinar o rating de cada produto. Vide a app store brasileira, que é terrível justo por isso.

        • http://twitter.com/rbicalho Ricardo Bicalho

          O código tributário do Brasil é um caos. E as leis atrapalham demais.

      • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

        Sua lógica chega a conclusões verdadeiras partindo de premissas falsas.

        1 – Não é garantia de produto barato uma fábrica localizada aqui, assim como incentivos fiscais, vide a joça de tablet que a Positivo lançou;

        2 – Não existem apps nacionais em grande quantidade principalmente por conta da alta tributação e burocracia no rating dos mesmos – há outros motivos secundários que colaboram, mas o espaço aqui é curto pra discutir todo esse cenário;

        3 – O desenvolvimento de melhores profissionais de desenvolvimento não se dá apenas com mais cursinhos e faculdades. 1000 Estácios não produzem melhores profissionais do que 10 Estácios.

      • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Eiras/1567301419 Marcelo Eiras

        O Brasil não tem seriedade na pesquisa, a lei de gerson fala mais altos inclusive entre os pesquisadores. Investir dinheiro em pesquisa só significaria mais dinheiro no bolso dos pseudo-pesquisadores com nada ou quase nada de resultado real. Os orgãos que teoricamente deveriam fiscalizar a seriedade/validade da pesquisa (FINEP por exemplo) estão todos comprometidos.

      • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Eiras/1567301419 Marcelo Eiras

        O Brasil não tem seriedade na pesquisa, a lei de gerson fala mais altos inclusive entre os pesquisadores. Investir dinheiro em pesquisa só significaria mais dinheiro no bolso dos pseudo-pesquisadores com nada ou quase nada de resultado real. Os orgãos que teoricamente deveriam fiscalizar a seriedade/validade da pesquisa (FINEP por exemplo) estão todos comprometidos.

      • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Eiras/1567301419 Marcelo Eiras

        O Brasil não tem seriedade na pesquisa, a lei de gerson fala mais altos inclusive entre os pesquisadores. Investir dinheiro em pesquisa só significaria mais dinheiro no bolso dos pseudo-pesquisadores com nada ou quase nada de resultado real. Os orgãos que teoricamente deveriam fiscalizar a seriedade/validade da pesquisa (FINEP por exemplo) estão todos comprometidos.

      • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Eiras/1567301419 Marcelo Eiras

        O Brasil não tem seriedade na pesquisa, a lei de gerson fala mais altos inclusive entre os pesquisadores. Investir dinheiro em pesquisa só significaria mais dinheiro no bolso dos pseudo-pesquisadores com nada ou quase nada de resultado real. Os orgãos que teoricamente deveriam fiscalizar a seriedade/validade da pesquisa (FINEP por exemplo) estão todos comprometidos.

      • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Eiras/1567301419 Marcelo Eiras

        O Brasil não tem seriedade na pesquisa, a lei de gerson fala mais altos inclusive entre os pesquisadores. Investir dinheiro em pesquisa só significaria mais dinheiro no bolso dos pseudo-pesquisadores com nada ou quase nada de resultado real. Os orgãos que teoricamente deveriam fiscalizar a seriedade/validade da pesquisa (FINEP por exemplo) estão todos comprometidos.

    • http://twitter.com/diegohmo Diego

      Assino em baixo o brasil sempre com a mesma mania de engrandecer tecnologias de fora e insiste em não ter sua própria infraestrutura de investimentos tecnológicos.

  • João Silva

    Que vergonha. Bem ilustrado o post com o barco afundando.

  • Anônimo

    É uma pena mesmo =

  • Marcelo Bittencourt

    E como assim ninguem ligou pra Amazon ainda? Tablet barato, tecnologia de ebooks (afinal, tablet popular pra acessar orkut e facebook nao rola)…

    • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

      Cara, o que você acha que o brasileiro “comum” faria com um tablet? Estudar e usar para trabalho que não seria! Veja pelas LAN Houses e pessoas que tem computador em casa, a maioria só usa pra conferir e-mail e acessar redes sociais. Mais nada! São raras as excessões.

      • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

        Se for assim, então podemos parar de vender computador pro povo, né?
        Acho que o universo de pessoas que você observou é bem limitado…

        • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

          Não é questão de parar de vender computador, a questão é que o povo em sua maioria não vê e usa o computador como ferramenta de trabalho ou conhecimento, usa pura e simplesmente para entretenimento, como se fosse um video-game com teclado e mouse.

          E 99% das pessoas que observo em LAN Houses ou que frequentam escolas usam o computador pra acessar Orkut e falar (errado, diga-se de passagem) no Messenger.

          • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

            De fato, as pessoas não buscam um maior nível de desenvolvimento desde antes do computador. Vários projetos pedagógicos com uso de computadores fracassaram justamente por não entender isso.

      • http://www.facebook.com/profile.php?id=1004651407 Andre Leonardo Richardz

        e foi asssim que estragamos o orkut. : )

    • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

      Bom, vamos combinar…
      O produto da Amazon é mesmo matador, mas não é pro nosso bico.
      O conceito deles é combinar o baixo preço do hardware com uma excelente plataforma de serviços ‘cloud computing’ por trás.

  • evaldofrr

    A última notícia que li a respeito o Mercadante afirmava que, com absoluta certeza, o Ipad “brasileiro” chegaria às lojas neste natal. Palavra de petista.

  • evaldofrr

    A última notícia que li a respeito o Mercadante afirmava que, com absoluta certeza, o Ipad “brasileiro” chegaria às lojas neste natal. Palavra de petista.

    • http://twitter.com/rodrigofante Rodrigo Fante

      Ou seja, não vale nada.

      • http://www.facebook.com/people/Cristiano-Quintela/100000625508750 Cristiano Quintela

        Claro, porque políticos de outros partidos são conhecidos por cumprir suas promessas…

  • http://ceticismo.net André

    Que tal o Kindle, então? Ao invés de distribuir noteboks pros alunos, distribuam kindles com livros já instalados (para serem vendidos na rua Uruguaiana ou trocados em alguma boca de fum0).

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      O truque é tornar o kindle (sim, gosto da idéia do livro-texto eletrônico) tão barato que ninguém tem interesse em comercializar. Ninguém rouba bloquinho de papel (exceto em escritórios) e se roubar repor é muito barato. Dá pra fazer isso com eletrônicos? Dá, é só ter escala.

      • http://ceticismo.net André

        O Kindle se torna sem atrativo para um ladrão se o aparelho continuar na linha pro que ele foi criado: ler livros (estou me referindo ao modelo basicão, mesmo. Não ao Fire; e propaganda não afeta a leitura em nada). Não é todo mundo que se interessa em ler (infelizmente), logo, terá menos gente interessada em comprar um através de procedência duvidosa. Ou, como vc disse, o preço de compra de um zero km compensará. 200 reais é um preço bem aceitável, 150 melhor ainda e 100 é o ideal.

        O livro-texto eletrônico compensará muitos problemas. Ao invés de recolher milhares de livros que foram impressos com erros (muitas vezes grosseiros), uma atualização via internet (que pode ser feita na própria escola, via wifi) resolve o problema, amplia-se o conteúdo, novos exercícios de apoio etc.

        Eu AMO livros em papel, mas o digital tb tem sua importância e carregar/ter em casa trocentos livros acabam se tornando um transtorno (fora o preço das obras).

        • Renan Sousa

          Se o Kindle fosse produzido no Brasil, esses preços seriam viáveis. O próprio Kindle Fire, que é um tablet completo*, custaria menos de 400 reais nas lojas.

          * sem comparações com o iPad, por favor. Maçãs e laranjas.

      • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

        O maior problema em discutir o Kindle aqui nesse fórum é que quase ninguém sacou o “core” do negócio (e pelo jeito só vão sacar quando o teletransporte for inventado)… Tá todo mundo focado no hardware pelo hardware…

  • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

    A Foxconn acha que o Brasil é uma versão ocidental da China. Acontece que se esqueceram que as leis trabalhistas são extremamente paternalistas, por isso das exigências malucas.

    Ah! Tem outra, eles vão instalar redes de proteção contra suicídio também?!

    • Leonardo Reis

      Rapaz sua piada foi muito boa. huahauhauhauhauahuahauha

      Isso eh quando nao solta o maco, pois soltou o maco, carimbaco!!!!!!!

      Tem politico com e-s-c-r-a-v-o nas suas fazendas, voce fala de lei trabalhista.

      Voce jah percebeu, que qualquer greve no Brazil eh declarada ilegal e que se nao voltarem vao descontar, demitir, exonerar, esfolar ….

      Tem uma frase que diz o seguinte:
      ‘Se voce envenena seu chefe cada dia em pequenas dozes, isso eh considerado crime, se o seu chefe envenena voce todos os dias em pequenas dozes, isso eh chamado de limite de tolerancia’ e no Brazil meu caro, isso eh a lei!!!!

      Veja a copa, no Brazil vai custar mais que o dobro que na Alemanha (na Alemanha cara!!! eles tem o que comer, voce mora num pais de nao alfabrtizados!!!). Voce acredita que os beneficios da copa do mundo vao ser 1/3 do que os que os Alemaes tiveram.

      Desculpem, nao eh soh voce nao, parece que no blog, muitos estao vicendo no virtual.

      • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

        1º Direito a greve está previsto na Constituição e no entanto vários setores se utilizam deste dispositivo. Veja por exemplo a greve dos bancários, dos Correios, dos Bombeiros, dos Professores, etc.

        2º Você já viu a quantidade de processos trabalhistas em que o resultado é favorável ao empregado mesmo que este não apresente evidências suficientes contra a empresa? As leis trabalhistas são cruéis sim… acho um absurdo a empresa ter que pagar 40% de multa em caso de demissão. Só aqui mesmo…

        3º Eu sempre fui contra Panamericano, Copa do Mundo e Olimpíadas na República das Bananas. Veja por exemplo o Panamericano realizado no Rio de Janeiro, qual foi o benefício gerado para a maioria da população? Te respondo: NENHUM. Construiram meia dúzia de centros esportivos e um parque aquático pra meia dúzia de favelados remelentos frequentarem. Onde está o benefício para a maioria do povo?! Ah sim… teve aquela piada de mal gosto chamada “Metrô na Superfície”.

        • Leonardo Reis

          Concordo em parte

          1) Olhe que os acordos nao tem sido repeitados, enquanto os politicos e magistrados reajustam seus proprios salarios

          2) Sim, existem distorcoes do tipo, mas jah pensou que o trabalho no Brazil eh cruel, na Franca o horario eh de 36 ou 37 horas e estao lutando por reducao. Qauntos professores tem que dar aula em 3 turnos? Vejah que a maioria dos trabalhadores lutam por condicoes de trabalho, como os medicos e os funcionarios de correios. Vejah que falam de boom de comprar pela web no Brazil, mas nao falam de boom de contratacoes dos Correios e Telegrafos. Poucos funcionarios novos, mas criaram o Banco Postal, mais trabalho, mesmo salario, mesmo numero de funcionarios …

          3) E o Engenhao?!?! ninguem queria, Botafogo finge que aluga, o gverno finge que resolveu o problema. O Maracana, vao reformar de novo??!? Tem cidade que nem tem gente para p numero de lugares, acho que vao fazer estadio em Brasilia, tem time de futebol em Brasilia????

          Rapaz, as coisas no Brazil ao erro para tapar o buraco do outro erro e nao vejo vontade de mudanca. A Apple vinha pra ca contratar 20 mil engenheiros????? Quem seria o proximo, Zeus??? Thoth??? E o fornecedor de 20mil engenheiros seria o senhor Noel e seu saco sem fundos. Tudo conversa para enrolar trouxa.

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            Concordo com suas colocações, exceto com relação a carga horária.

            Até onde sei a França é o único país com carga horária abaixo da média mundial (não é só Brasil) de 8 horas/dia.

            No Japão a carga horária normal é de 12 horas e ninguém reclama. OK, o salário na maioria das vezes condiz com as 12 horas.

            No mais concordo que precisamos lutar pela melhoria de condições de trabalho de várias áreas. Mas como dito antes, a greve taí como forma de protesto que aliás os Correios e os bancários fazem o tempo todo.

            O problema é que no Brasil as pessoas fazem greve da maneira errada, nisso temos que seguir o modelo japonês de greve.

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            Concordo com suas colocações, exceto com relação a carga horária.

            Até onde sei a França é o único país com carga horária abaixo da média mundial (não é só Brasil) de 8 horas/dia.

            No Japão a carga horária normal é de 12 horas e ninguém reclama. OK, o salário na maioria das vezes condiz com as 12 horas.

            No mais concordo que precisamos lutar pela melhoria de condições de trabalho de várias áreas. Mas como dito antes, a greve taí como forma de protesto que aliás os Correios e os bancários fazem o tempo todo.

            O problema é que no Brasil as pessoas fazem greve da maneira errada, nisso temos que seguir o modelo japonês de greve.

      • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

        Cara, você tem algum problema de deslexia, disortografia, ou algo do tipo?
        Que diabos é isso que você escreveu?

        • http://ceticismo.net André

          Não é “deslexia”. É “dislexia”. ;)

        • http://ceticismo.net André

          Não é “deslexia”. É “dislexia”. ;)

      • Marcelo Mosczynski

        Acho que em vez de “limite de tolerância” você deveria usar “insalubridade”.

    • Jonas Klinger

      Concordo, mas que é isso de “paternalista”? Pelo contrário, deveria haver mais proteção ao trabalhador – sem paternalismo, claro.

      • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

        Mais proteção ao trabalhador que a CLT dá hoje?! Chega a ser absurdo a quantidade de proteções e é isso a que me referi como paternalista. A CLT não é um dispositivo de proteção do empregado e sim um “pai” do empregado.

        Em que outro país você tem a obrigação de pagar 40% de multa (do montante depositado) em caso de demissão?!

        Eu vejo na prática que a culpa do alto nível de desemprego é das leis extremamente paternalistas e impostos excessivos na contratação de pessoal. Veja que muitas empresas não contratam mais por causa desse peso de impostos e na hora da rescisão é outro trauma.

        Sabe qual é a consequencia disso? O empregado que acaba pagando, onde muitas empresas sobrecarregam suas tarefas. Se tivesse mais empregados não seria assim.

        • Jonas Klinger

          Quanta besteira junta! A multa só se aplica às demissões sem justa causa, sacanagem comum nas empresas. Isso é paternalismo? Deveria ser mais, muito mais. Quanto ao desemprego este é muito pequeno no Brasil. Nos EUdaA é de 10% e na Europa chega a 25% e pára de falar bobagens, Maria-Vai-Com-As-Outras.

          • Renan Sousa

            O Jonas está certo quanto a multa apenas em caso de justa causa.

            Mas ainda assim, se o salário bruto de um trabalhador aqui no Brasil é X, não é incomum que seu líquido seja 60% de X, e que o custo do empregado para a empresa seja 180% de X. Isso sim devia ser revisto.

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            Exatamente isso, os impostos impedem que o empregado ganhe mais e a empresa gaste menos. Funcionário bem remunerado é funcionário satisfeito, mas o governo não colabora.

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            Eu sei que a multa se aplica somente a demissão sem justa causa. O que há de tão “criminoso” (a ponto de ser punitivo, pois uma multa dessa é punição) em se demitir alguém sem justa causa?

            A empresa pode dispensar por vários motivos e em muitos casos é falta de dinheiro mesmo, crise e contenção de despesas.

            Desemprego é pequeno no Brasil?! Acorda Jonas, veja as filas nas empresas de RH e seleção de mão de obra. São quilométricas.

            E se fosse tão pequena como você alega, a Catho não faria tão sucesso assim, concorda? E detalhe, a Catho inicialmente era 100% online, mesmo num país onde o acesso a Internet é muito além dos países desenvolvidos.

            Você que está sendo Maria-Vai-Com-As-Outras e fica aí repetindo discurso de petista.

  • Leonardo Reis

    No Brazil, mais barato, haueuahuehuaheuhauaehueahuhaeuehuahe
    Isso eh conversa para enrolar trouchas, nao sabia nao????
    Cara, todas as empresas que ganharam isentivo comecaram falando em 36% de reducao, mais agora, de POSSE dos insentivos, estao vindo com a conver:
    ‘… produzir no Barril eh brazil, ops, produzir no Brazil eh barril, tudo eh caro ‘ (tao vendendo picole pros gringos por R$10.00, e da Kiruim) ‘ e a vida eh tao dificil, temos que nos proteger dos traficantes, ladroes politicos, ops. Os brazileiros sao ineficientes ateh para apertar parafusos (isso eh verdade) e temos custos com educacao que o governao nao deu a voces …’
    Rapaz, foi curso expresso com o governo, nao ve, quando o governo fala:
    ‘ … NAO vamos aceitar NENHUM aumento de imposto …’ se prepare porque a trolha q vai entrar no seu toba eh maior do que o que estavam falando, e com areia, brita, caco de vidro e sem vaselina.
    De gracas a Deus se nao produzirem no Brazil, voce paga mais barato no importado, acredite.
    Veja o exemplo, caro encalto, a Dell tem um monitores be bacanas, quando NAO tinha so site Bazuca, ops, Brazuca o de 30″ era aproximadamente R$ 3,900.00, hoje tem, com traducao (ridicula) da especificacoes, hoje o MESMO monitor custa R$ 4.700.00, eu tenho o e-mail da cotacao que fiz com a analista da Dell, de quando nao tinha no site Fossaniquim, ops Tupiniquim.
    Reze para NUNCA produzirem NADA que voce queira comprar aqui (a nao ser que seja barato).

    P.S. : nas caixas altas eu nao estava gritando, somente enfatizando.

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      Desculpe, mas não dá pra respeitar quem escreve Brasil com Z, insentivo e encaltos. Não achoq ue você consiga desenvolver qualquer tipo de opinião coerente, sendo tão mal-versado na própria língua.

      • Leonardo Reis

        Voce tem razao, obrigado:
        incauto e incentivo
        Mas Brazil eh Brazil.
        lapsos do fim do dia,
        agora rebata os argumentos…

        • Cleber Menuci

          Continua uma bosta. Reclamei bagaraoi. Sou fodão.

      • http://twitter.com/RenatoOrnelas Renato Ornelas

        Alguem entendeu o que o sujeito quis dizer?

      • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

        Cara, a culpa não é dele, mas de quem escreveu o que ele ditou…

    • http://twitter.com/rodrigofante Rodrigo Fante

      meo deos!

    • Jonas Klinger

      Alguém sabe quem é esse imbecil?

    • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

      Filhote, compre um dicionário antes de escrever qualquer coisa… Tá dificil entender essa joça que vc escreveu.

  • http://www.facebook.com/andrenunesbr Andre Nunes

    Jornalistas e contas absurdas. Tudo bem que na China a Foxxcon soma mais de 900.000 funcionários mas uma fábrica com 100.000 funcionários (fabricando menos de 10 produtos diferentes) é uma coisa inimaginável aqui no Brasil.

  • Jonas Klinger

    O país está tonto com as explosões econômicas, tecnológicas etc. Minha sugestão é muito simples: que se faça um plano diretor global. Esse plano, digamos de 4 anos, seria desenvolvido pelo novo presidente. Cada mandato teria uma meta a cumprir. Se não houver uma rota, o país seria dirigido pelos Poderes segundo seus interesses.

    • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

      Meio fajuto esse seu plano..
      Quer dizer que se o executivo falhasse, cada poder teria autonomia pra fazer o que bem entendesse?

      • Jonas Klinger

        Acho que não me fiz entender. Havendo um plano diretor, os poderes embora separados, são co-partícipes. Não pode haver fuga pois existe um plano em que entram os objetivos. Não seria porque a Dilma ganhou um iPad que vai se remover impostos sobre tabletes. Não existe nada ditatorial nem inconstitucional.

    • http://twitter.com/Cyber_Ramses Ronaldo Gogoni

      Tá maluco, isso vai de encontro com a soberania do país, os poderes não podem agir de forma independente. Leia a constituição.

    • http://ceticismo.net André

      Parabéns, vc reinventou a ditadura.

    • http://ceticismo.net André

      Parabéns, vc reinventou a ditadura.

  • Jonas Klinger

    O país está tonto com as explosões econômicas, tecnológicas etc. Minha sugestão é muito simples: que se faça um plano diretor global. Esse plano, digamos de 4 anos, seria desenvolvido pelo novo presidente. Cada mandato teria uma meta a cumprir. Se não houver uma rota, o país seria dirigido pelos Poderes segundo seus interesses.

  • http://www.facebook.com/people/Vinicius-Antoniaci/100001555723192 Vinicius Antoniaci

    Ideia maluca: quer tablet barato que tal baixar os impostos sobre os importados?

  • http://www.facebook.com/people/Thyago-Machado/100001837334210 Thyago Machado

    Fazer um cometário meio off topic:
    Caraca, da agonia ler o que Leonardo Reis escreve.
    Tudo bem ele querer comentar, mas bem que ele ao menos deveria tentar escrever corretamente.
    Maldita inclusão digital. -_-“

  • Renan teixeira

    Se a Apple vende-se esse tablets no Brasil com certeza embolsariam todo o incentivo e venderiam caro o iPad, o iPad é da grife Apple e não um eletrodoméstico, segundo o que eu acho que eles pensam.

    Em vez do Brasil fazer graça com fabrica de tablet por que não resolve o problema da internet banda larga, que em alguns países já se tornou um direito básico.

    • http://pulse.yahoo.com/_5MVRZROLIPZQVH5FWF5QM5HIOM Juan Losada

      Além do que, não é política da Apple ser um produto popular.
      É a mesma coisa que pedir para a Audi fabricar “carro popular 1.0″- não é o foco deles.

  • Maicon Faria

    12 bilhões para ampliar uma fábrica e montar produtos no Brasil? Empresário Brasileiro deveria trabalhar no circo mesmo !

  • http://pulse.yahoo.com/_TGSW3WUTMHCJL2BCLJYFFZBDYU Kleber

    A falta de mão de obra qualificada está travando muita coisa…
    Presenciei, inúmeras vezes, anuncios nos jornais da região de Jundiai, também de SP e Campinas a procura de engenheiros. A Hyundai está fazendo fábrica em Piracicaba e está “povoando” a cidade com Koreanos.
    Problema é que nem uma p* força de vontade ajuda quando não se tem M.O. de qualidade mínima. Mesmo trazendo de fora (está bem comum cruzar com chineses aqui em Jundiai) até que haja uma boa disseminação de conhecimento e experiência, demora uns 10 anos fácil.

  • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

    Eu não sei se você é troll ou apenas retardado, mas querer justificar a grafia de um termo em um idioma por ele ser grafado dessa forma em outra é de cair o cu da bunda.

  • http://twitter.com/imprenca Blog ImprenÇa

    Acho que o grande problema que a Foxconn não quer enfrentar são as leis trabalhistas no Brasil… Na China ela é líder em suicídio entre seus trabalhadores…

  • http://profiles.google.com/1bertorc Humberto Ramos Costa

    Corrigindo o BNDES existe para tirar dinheiro de pobre e dar para ricos… (Como todo governo). Enquanto matam-se 10.000.000 de pequenas empresas todos os anos com impostos e burocracia sufocantes, abre-se todas as pernas para montar uma fábrica para ‘desenvolver a indústria nacional’ só por que ai todo mundo vê os empregos gerados, só esquecem de avisar que os bilhões que o BNDES DOA a grandes grupos veem do tesouro dos impostos pagos pelos pequenos (e dos milhares de empregos mortos nesse processo).
    Do ponto de vista dos seus interesses (que são o que importa para ela) a Foxconn está certa: produzir algo assim por aqui só com muito subsídio e quando estes subsídios acabarem basta ameaçar ir embora para conseguir mais facilidades (que governo deixaria fechar uma fábrica com milhares de empregos?), exatamente como fazem e continuam fazendo hoje as montadoras de carros.

  • http://profiles.google.com/1bertorc Humberto Ramos Costa

    A coisa mais engraçada que existe é um povo dizer que precisa investir ou fomentar tecnologia com 70% de analfabetos… Só não é pior do que achar que isso será feito com empresas estrangeiras vindo atrás de subsídios.
    A tecnologia que o Brasil precisa, a pesquisa de ponta que precisamos tem um nome: Educação Básica de qualidade JÁ. É de doer alguém achar que vamos construir um belo prédio de nação sem fazer um alicerce antes.
    Nenhum país do mundo consegue crescimento alto (e distribuição real de renda) com produtividade tão baixa (decorrente da falta de educação básica).