As principais novidades do WordPress 3.0

O WordPress é, se não o maior, um dos maiores sistemas de blogs/CMS do mundo. A perfeita combinação entre ótimo sistema e comunidade ativa deu certo, e o que o WP não entrega por padrão, alguém cria um plugin ou hack para suprir. A cada grande lançamento, a Automattic acrescenta mais recursos ao sistema, e nessa constante evolução originada de várias frentes, quem ganha são os usuários.

Já em Beta 2, o WordPress 3.0, próxima versão do sistema, deve sair logo. Este será um dos maiores lançamentos da sua história, pois trará algumas mudanças significativas no projeto como um todo. Vamos ver algumas delas?

Novo tema: Twenty Ten

Twenty Ten em ação.

Twenty Ten em ação.

Após cinco anos com o bom e velho Kubrick, o tema padrão do WordPress mudará. Desenvolvido pela Automattic com o intuito de tirar proveito de todos os recursos que o WP tem a oferecer, além de respeitar padrões Web e ter sido feito em cima de boas práticas, o Twenty Ten promete. Ele trará, ainda, algumas inovações internas do WordPress, como suporte a estilos na tela de edição de posts.

Tipos de posts

Inspiração no Tumblr? Provavelmente. Na nova versão, o WordPress permitirá a criação de “tipos de posts” variados. Até a atual (2.9), o sistema oferece duas possibilidades: posts regulares e páginas (posts fora da cronologia). Já na versão 3.0, o desenvolvedor poderá criar tantos templates quanto lhe sejam necessários, a fim de variar a cara das publicações, mais ou menos como o Tumblr trabalha por padrão. (Mais informações, em inglês).

Custom post types.

Custom post types.

Gerenciamento de menus

Mais uma facilidade aos que têm aversão a linhas de código. O menu principal ganhou uma nova chamada, de modo a permitir que seja configurado através da área administrativa, visualmente, via arrastar-e-soltar, mais ou menos como funciona hoje os widgets.

Gerenciador de menus.

Gerenciador de menus.

Taxonomias personalizáveis

Recurso específico para desenvolvedores, e talvez difícil de entender para os que não são. Resumindo (e corrijam-me se eu estiver errado; não sou desenvolvedor 😛 ), taxonomias são meta dados que ajudam na organização de posts. Até hoje, tínhamos apenas os pré-definidos pelo WordPress, como categorias e tags; agora, será possível criar novas, o que permitirá a criação de filtros e uso geral de informações de maneira mais abrangente e eficiente.

Pegando carona num exemplo do Mashable (fonte inspiradora deste post, aliás), imagine, num blog sobre cinema, a criação da taxonomia “Classificação etária”, onde os autores definiram-na em cada post/filme: Livre, 10 anos, 12 anos, 16 anos, 18 anos… Essa é apenas uma das quase infinitas possibilidades que essa novidade permitirá.

Múltiplos blogs

Uma das mudanças mais drásticas, o WordPress 3.0 substitui não apenas a versão 2.9, mas também o WordPress MU. Isso significa que, a partir de uma instalação, com poucas configurações, será possível rodar dois ou mais (muito mais!) blogs a partir de uma mesma instalação. É como se cada blog rodando WordPress ganhasse, da noite para o dia, a capacidade de virar um “WordPress.com”.

Segundo o site oficial, o WordPress 3.0 sai em maio. Como sempre acontece, após a atualização alguns plugins terão problemas, mas apenas até que seus desenvolvedores os atualizem. Antes de fazer a atualização, lembre-se do backup. E caso já queira testar as novidades, o Beta 2 está disponível publicamente.

Agora eu jogo a peteca para vocês: o que acharam das mudanças/novidades?

Relacionados: , , , , ,

Autor: Rodrigo Ghedin

Blogger, bacharel em Direito e acadêmico de Sistemas de Informação.

Compartilhar
  • crfrisao

    Creio que a Taxonomia e a personalização dos menus vieram inspirados pelo Drupal. Ele faz muito bem essas duas funções…

  • Achei ótimo. Suporte a blogazines/art directed posts nativamente, yay! \o/

  • Um tempo atrás eu tentei migrar pro wordpress. Até consegui importar todos os meus posts pra ele, só que deu algum erro com a acentuação e eu não quis quebrar muito a cabeça pra resolver e continuei onde estava.

    Esses novos recursos de tipos de posts é bem legal, principalmente pra quem tá “largando” o blog pra escrever no twitter. Imagino que dê pra integrar os 2 (vc escreve no twitter e ele vai pra categoria do blog automaticamente).

    Isso de vários blogs já tem no b2evolution (que uso) e talvez faça uma migração mais amigável. Quando sair a versão final, talvez eu tente uma nova migração.

  • Gostei das mudanças. O que mais espero é que o editor de posts seja melhorado.

    • @Shimatai,

      Não lembro ande lí, mas parece que vai ser possível personalizar o estilo do box de edição de texto (css) para as fontes e cores ficarem de acordo com o estilo do seu blog. Isso é um salto enorme…

      O que eu espero até hoje é uma melhora na publicação de fotos… Recurso Drag and Drop (do Desktop para a área de edição) é o que falta para eu largar o windows live writer e partir para o editor on-line!

      • @raelbr, Eu só uso o editor on-line, pois edito em mais de um computador.

  • Finalmente alguma mudança perceptível, mas ainda sim permanece(rá) sendo o WordPress de sempre – uma ferramenta ótima, rápida e “básica” para o gerenciamento de sites.

    Nada que (infelizmente) “abale as estruturas” do atual Joomla 1.5 e do 1.6 que virá no 2º semestre.

    Por um lado, entendo que é até bom termos duas ferramentas “distintas”, mas também não seria nada mal que o pessoal da WP disponibilizasse uma versão nativa “turbinada”, tipo um… WP Plus, com algumas das características que fizeram o Joomla ser o que é hoje – um programa “nativamente mutante” onde você escolhe se quer “controlar tudo” ou fazer ele virar um Blogger da vida.

    Obs.: Uso os 2, mas Joomla é Joomla!

    • @Gustavo Rocha,

      Não há nada que o Joomla faça que o WP não faça com alguns plugins. Ainda prefiro ter que “adicionar” o que preciso no WP a ter que instalar um caminhão de recursos pra usar apenas parte deles.

      • frafra

        @Manoel Netto,
        Não é bem assim. O Joomla é um CMS de fato. O WordPress não é. O WP é excelente em sua função principal gerenciar blogs, mas não é um CMS.

        Para funções que CMS possuem de forma nativa, ele só supre com a instalação de inúmeros plugins… o nome disso é uma boa gambiarra quando se trata de querer que ele trabalhe como CMS. Até mesmo ordenar conteúdo de outra forma que não seja cronológica é complicado.

        A taxonomia do WP é muito boa, mas o Joomla ganha no resto todo.

      • @Manoel Netto, Acho o Joomla muito amador quando comparado ao drupal, o que o @frafra disse é verdade, mas ainda prefiro a taxonomia do Drupal

        • @Gabriela Davila, Sempre que o assunto é Joomla X Drupal faço a analogia: Joomla é para “população Windows”, enquanto que o Drupal é para “população Linux”.

          Como assim? Digite Joomla no Google e verá “Aproximadamente 95.400.000 resultados”, já digitando Drupal, “Aproximadamente 25.400.000 resultados” – Porque será, heim? Será que a maior parte da população é “boba” ou simplesmente as pessoas querem “algo mais” por “bem menos”?

          Ah, já digitando WordPress aparecem “Aproximadamente 325.000.000 resultados”, o que condiz com o que disse, que ele é “uma ferramenta ótima, rápida e “básica” – o que a maior parte da população com nível de conhecimento “básico/moderado” deseja.

          Agora, graças a inserção nativa do MultiUser ao WordPress 3 e a aparição de algumas novas potencialidades, muitas pessoas que possuem “sites/blogs simples” sairão do Joomla por perceberem que podem fazer o mesmo de modo mais rápido no WP 3. Mas o público que quer/gosta de possuir muitas opções “na sua frente” e ter dezenas de extensões para diversas funções já em PT-BR, além de vários fóruns de debate/suporte do Brasil, não sairá do Joomla tão cedo.

          Coisas que, nem o WP nem o Drupal tem, infelizmente. Quem sabe um dia…
          Para a evolução das coisas, a concorrência é o melhor remédio.

      • @Manoel Netto, Assino embaixo Manél. WordPress realmente é a tradução do “Não reinventar a Roda”@albertocastilo

  • A maioria das citações já eram promessas. Ainda bem que vão virar realidade! 😀

    Tomás
    http://www.tomasvasquez.com.br/blog

  • Muito bom o post.

    Estou ansioso por usar esta nova versão…

    Estou curioso com a questão de vários blogs e a classificação além de páginas e posts.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Adidas, Cupom de desconto Submarino, Cupom de desconto Americanas, Cupom de desconto Casas Bahia