CEO da Slightly Mad solta o verbo contra a EA

project-cars-2

Uma das coisas mais difíceis de vermos na indústria de games é um executivo de um estúdio falando sobre outra empresa, tanto elogiando quanto criticando. Seja por uma questão ética ou por puro corporativismo, revelar detalhes sobre antigas parcerias é quase um tabu, mas ao comentar sobre a Electronic Arts, o CEO da Slightly Mad Studios não mediu palavras para atacar a antiga parceira.

A dura declaração surgiu esta semana, quando ao fazer um streaming do Project CARS 2 pelo Twitch, Ian Bell acusou os executivos da EA de tentarem matar a sua desenvolvedora.

Tudo teria começado após a conclusão da produção do Shift 2 Unleashed, quando o pessoal da EA chegou com a seguinte proposta: a Slightly Mad receberia 1,5 milhão de dólares caso aceitasse não conversar com outras editoras sobre a possibilidade de trabalhar para elas e concordasse em produzir um Shift 3. Vendo ali um ótimo negócio, Bell aceitou e aproveitou o dinheiro para pagar bônus generosos aos funcionários da sua empresa. O problema é que duas semanas antes de o desenvolvimento do Shift 3 iniciar a editora cancelou a produção e isso sem os avisar.

Estávamos com problemas, não tínhamos nada sobrando. Estávamos acabados,” afirmou o executivo. “Eles literalmente destruíram nossa companhia. Tentaram nos matar, tentaram roubar nossa tecnologia também. Tentaram nos f****, não há outra maneira de dizer isso. É isso o que tentaram fazer.

Ian Bell então continuou seu desabafo dizendo que o pessoal da Electronic Arts são uns “cuz*** e monstros corporativos”, além de afirmar que “a pior pessoa é Patrick Söderlund”, vice-presidente da EA. Ele ainda acusou a editora de tentar tirar profissionais da Slightly Mad sob a desculpa de que seria uma maneira de empregar aqueles que perderiam seus empregos por causa da dificuldade que o estúdio passava.

A situação por lá teria ficado tão ruim que Bell viu-se obrigado a hipotecar sua casa para poder pagar os salários dos funcionários e o jogo só começou a mudar quando eles decidiram financiar coletivamente o Project CARS, jogo que posteriormente obteve um bom desempenho comercial.

Agora as coisas parecem ter entrado nos eixos na Slightly Mad Studios, com o Project CARS 2 chegando esta semana ao PC, PlayStation 4 e Xbox One. Mas sabe o que é mais fantástico nesta história? O estúdio ter passado por tudo isso e sobrevivido não só para contar, como para mostrar ao seu suposto destruidor que eles poderiam caminhar com as próprias pernas.


Bandai Namco Entertainment America → Project CARS 2 – Official Launch Trailer | PS4, XB1, PC

Fonte: Videogamer.

Relacionados: , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Wall_Kinho

    Me emocionei aqui. Um tapa na cara da EA, pra ela parar com essas safadezas.

  • Diego Marco Trindade

    Eu jogo o Star Wars Galaxy of Heroes, jogo mobile. E a EA, que sempre foi conhecida por ser muito mercenária nos preços(mas é uma empresa, então lucro), chega ao mau caratismo puro.

    Um pacote de 5 personagens da Primeira Ordem, que não os deixa nem na metade da força máxima, está custando R$254, apenas porque em uma semana será lançado o BB8, que os exige para desbloqueio.

    Eles chegam ao cúmulo de cobrar valores de jogos Full, por 5 personagens de um jogo que tem quase 130 personagens. O mesmo preço de um battlefront 2 lançamento…

    É muito mal caratismo.

    • mr_rune

      E mesmo assim você joga né.

      • Diego Marco Trindade

        Jogo, mas não pago isso. Claro que já coloquei grana, tinha um pacote que recebia cristais (moedas do jogo) diariamente, que tinha o melhor custo benefício, mas agora foi cancelado. E esses pacotes com estes preços infelizmente são comuns e ainda há gente que gaste o equivalente a um carro nisso.

        • Jefferson Viana

          Cara eu fico puto com as respostas dos caras pra quem reclama de preços: só não jogar, paga quem quer, …. Porra as pessoas curtem games, querem pagar um preço justo pelo jogo, aí vem matando o valor e os caras em vez de serem solidários, afinal são todos games, vem com jumentisse ” só de não jogar” , se tá caro deixa a pessoa reclamar, parece q os caras querem é que todos se ferrem com os preços das coisas, se a forca tá apertadas e não reclama vamos todos morrer enforcados

          • Oberaldo Gilmentoo

            E eu fico impressionado com o raciocínio de quem “fica puto” com um raciocínio tão simples de entender como “só não jogar, paga quem quer” .

            Claro que vale pagar para jogar; mas tem que sempre ver se o preço, o custo benefício da coisa, estiver dentro do razoável, e cada um é o único juiz do que seja razoável para si mesmo – se tem gente que gasta o valor equivalente a um carro, é problema dele.

            Assim como games, há tantos outros hobbies com custo, uns mais caros, outros mais baratos, mas sempre tem custo; pessoalmente a última vez que EU gastei dinheiro com games deve ter sido comprando um cartucho para Phantom System em 1990, mas por outro lado eu tb gasto alguma graninha em al guns outros hobbies – mas sempre dentro do limite do razoável para mim, minha renda e meus gastos.

            Enfim, game não é item de primeira necessidade. Tem que reclamar é para a empresa; ou mesmo, tem que expor sua discordância simplesmente não pagando nada por um jogo cujo custo ficou fora do razoável.

            Não há um “preço justo” consensual. O que v. entendem por “preço justo”, a empresa pode achar injusto. A empresa quer lucro, mas achar o equilíbrio é complicado. Para a empresa, é melhor ter 1000 usuários que paguem 1000 dólares (1000 x 1000 = 1 milhão) do que ter 100.000 usuários que paguem 10 dólares (10 x 100.000 = 1 milhão, mas os custos de administrar 100 vezes mais usuários são muito maiores).

            Enfim, se o preço continua alto, deve ser porque alguém está pagando, e, ainda que reduzindo o preço a empresa conseguiria mais usuários, talvez ela prefira ficar com alguns poucos usuários pagando muito.

          • Jefferson Viana

            Amigo, vc foi bem educado, então vou tentar me fazer um tanto mais claro, na net por ai a fora virou bordão uma coisa que significa: para de mimimi e fica calado, muito dos que falam “só pagar quem quer”, é nesse sentido, de fica calado e parar de reclamar, pra que uma pessoa entra no comets de outra pra escrever isso??? o que ele ganha em criticar a fala de uma pessoa que está sim certa, a industria dos gamers estão percorrendo um caminho muito ruim, de dlcs inifnitos, final da historias em dlcs, vendar de itens que impactam no multiplayer, etc, etc, e em vez da pessoas se solidarizarem pq devem viver a mesma coisa, pois todos são “gamers”, é um tal de cala boca e para de mimimi.
            A critica aqui que eu vejo é que além de certas empresas do mercado estarem ferrando com hobbies de alguns por preço que evidentemente estão fora da realidade, principalmente se comparado com jogos que vinham completos anos atrás, são as pessoas da propria comunidade que parecem não ter empatia , ou apenas tem prazer em dizer ” foda-se” para outros.

    • Mas eles só praticam esses preços porque há quem pague.

      • rbsouto

        Exato. E isso são negócios. E como as pessoas gastam o próprio dinheiro é problema delas… ou dos pais delas. 🙂

      • Heisenbeck

        Exato, quando as pessoas realmente aprenderem que existe isso tipo de oferta pois existe demanda, as coisas tendem a melhorar..

    • rbsouto

      Existe, sempre, a opção de não jogar.

  • Julio da Gaita ✔

    Dá pra acreditar em algo assim da parte da EA, mas também acho que assinar um contrato desse que pode ser cancelado unilateralmente deixando o parceiro na mão é meio burrice demais ou ingenuidade.

    A EA sendo meio sujeira?! Nenhuma novidade.

    • Flávio Pedroza

      Sim, além de ter gasto a grana logo de cara. Deveria ter feito uma reserva de capital.

      • Julio da Gaita ✔

        Parece tanto amadorismo que é dificil de acreditar, mas pensando bem; era um estúdio de jogos pequeno, caras jovens sem formação administrativa ou financeira, e ainda mais negociando com um Golias da indústria.

        Ainda assim é muito amadorismo, o cara não deveria somente culpar a EA mas sim ele mesmo por assinar uma merda dessa.

  • Leonardo

    A EA é mau caráter sim, mas ele também foi com o backers do pCars.

    • Porque? O que rolou?

      • Antonio Menezes

        Resultado final muito aquém ao prometido. Muito mesmo.

        • Eu gostei bastante do jogo e estou curtindo o segundo. De qualquer forma, não acho que entregar um jogo abaixo do que os fãs esperavam possa ser considerado ato de mau-caratismo.

          • ninguem pediu pra comunidade criar um hype alem do normal, já sendo milagre um projeto de KS rolar tao bem como foi e nao virar algo estilo enduro lol (apesar de seria otemo)

  • Anayran Pinheiro

    PCars é um dos melhores simuladores de corrida, pessoal da EA foram bem tolos em não terem dado crédito e segurado esse pessoal para fazer os futuros jogos de corrida para eles…

  • Alvaro Carneiro

    Não gosto da EA, mas aprendi que é sempre preciso ouvir os dois lados.

    Se realmente isso aconteceu, então no mínimo esse Sr. CEO da Slightly Mad Studios é um completo idiota, que não deveria ser responsável pela empresa – pois se permitiu colocar em situação de risco.

    Um acordo deste tipo deveria ter um bom contrato, com obrigações e responsabilidade, protegendo ambos os lados contra desistências, não pagamentos etc.

    Então das duas uma, ou o Sr. CEO é um idiota ou a história está mal contada.

    • Andre

      Bom, existem momentos na vida onde você simplesmente acredita nas pessoas, e nesse caso, a EA pagou o 1.5 milhão que tinha prometido, levando a crer que existia um acordo de cavalheiros.

      • Heisenbeck

        “Acreditar nas pessoas”? Não no mundo dos negócios. Espero que ele tenha aprendido a lição.

  • rbsouto

    Primeiro, ele é um idiota por acreditar na Evil Aholes. Os caras são destruidores de talento. Basta ver o que aconteceu com a Bioware (caso mais recente que eu me lembre), Origin, Westwood Studios, etc.

  • E o melhor de tudo que nao vai usar Denuvo 😀

  • Theuer

    Como são delicadas as relações dos estúdios com outras empresas e consumidores…
    Tenho exatamente dois sentimentos opostos sobre a Slightly Mad:
    1 – Fiquei muito satisfeito com a honestidade e seriedade do estúdio para com os colaboradores, recebi várias parcelas de participação nos lucros do PCARS sem problema algum direto no PayPal.
    2 – Fiquei muito decepcionado com porcaria de física que a Engine reproduzia nas versões finais, e assim como muitos outros, me senti traído e abandonei o JOGO quando a Slightly Mad anunciou o começo dos trabalhos no PCARS2, minando qualquer esperança de vinda das correções de bugs que seriam obrigatórias.

  • Samuel

    Sai pro Switch quando?

  • Samuel

    Vc sabe que tá ficando velho quando lembra de quando a EA era o estúdio pequeno. E agora vive escutando esse tipo de história do estúdio. É como a criancinha que cresceu, virou um adulto rico, e usa o dinheiro dele para ganhar ainda mais dinheiro. Se bem que o contrato que este cara assinou deve ser sido em papel de pão

    • Leiner Vitor

      Agora me senti novo hehe pq mesmo quando pequeno sempre lembrei da EA como estúdio grande, principal na divisão EA SPORTS,

      • Alberto Prado

        A primeira lembrança que tenho da EA é da época do SNES. Acho que nessa época ela era pequena.

        • Leiner Vitor

          Nessa época era muito polarizado Sega, SNK e Nintendo. Fiz uma pesquisa aqui e pelo visto EA nunca foi um estúdio pequeno, já começou com investimentos consideráveis e lançou vários títulos de sucesso.

    • Yskar

      E nunca mais estes filhos de uma meretriz fizeram um Road rash!

  • Yskar

    E sendo uma das poucos desenvolvedores de jogos que viram a merda que o Denuvo é e como fode com os consumidores, Quem gosta de jogos de corrida por favor compre o jogo deles!

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis