FilmLab — transforme seus negativos em imagens digitais

Sim, o filme fotográfico voltou. E eu não entendo o motivo, mas existem coisas que não são para serem entendidas. Vários filmes clássicos estão voltando à produção, as câmeras instantâneas passam por uma popularidade crescente, a Lomografia possui vários e fiéis seguidores e câmeras analógicas podem ser encontradas usadas por um bom preço (embora que já notei uma leve alta nos preços destes equipamentos). A indústria adora esse momento, pois pode ganhar uns trocos de um filão que todos imaginavam estar morto. Porém, não se enganem. Vivemos em um mundo digital. Você pode até gostar de fotografar com filme fotográfico, mas na hora de compartilhar e mostrar as suas imagens é  o meio digital que é escolhido.

Para transformar suas fotos analógicas (sim, eu sei que o termo não é certo, mas fica mais fácil de entender as diferenças) em digitais existem alguns caminhos. Você pode escanear ou fotografar a cópia em papel. Você pode pedir para o laboratório que vai revelar o filme te entregar uma cópia digital e não as cópias em papel (mas, nesse caso não entendo a graça de fotografar com filme), ou você pode escanear os negativos em casa. Existem equipamentos de digitalização de negativos profissionais e amadores (e também algumas gambiarras com câmeras digitais), mas alguns possuem preço proibitivo para um simples hobby. Agora uma nova solução parece estar aparecendo no mercado.

Abe Fettig, um desenvolvedor de software, passou por esse problema. Achou as soluções atuais demoradas (escanear negativo é um processo lento) e caras. Por isso desenvolveu o seu próprio aplicativo de digitalização de negativos que utiliza o smartphone como ferramenta. A coisa é incrivelmente simples. Você coloca os negativos em uma mesa de luz (só os fotógrafos “véios” vão saber o que é isso) e você utiliza a câmera do celular para capturar a imagem. Depois de capturada, a imagem é processada e convertida para arquivos digitais em positivo. O software pode capturar tanto imagens de negativos quanto de positivos e transformar em imagens digitais que podem ser compartilhadas nas redes sociais. Se você não gosta da resolução da câmera do seu celular é possível fotografar os negativos com outra câmera e importar a foto para o aplicativo fazer o trabalho.

De brincadeira a coisa passou a negócio sério. O FilmLab (nome do software) está em fase de financiamento coletivo. A ideia é que seja um serviço de assinatura com custo mensal de US$ 2,00. Dessa forma você pode pagar pelo seu uso apenas quando possuí negativos para serem digitalizados. Atualmente você pode contribuir com US$ 3,00 e receber atualizações constantes sobre o desenvolvimento do projeto ou US$ 18,00 para ter direito a testar as primeiras versões beta. No momento Abe está concentrado em resolver alguns bugs do aplicativo, mas garante que todo seu tempo está focado nessa atividade.

Na página do Kickstarter podemos ver que já foram arrecadados pouco mais de US$ 18 mil, sendo que a meta é US$ 20 mil. Ainda faltam 22 dias para o final da campanha.


FilmLab Intro and Walkthrough

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams “Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio”.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis