ad

Google, Facebook e Twitter são processados por não combaterem o Estado Islâmico

Há pouco mais de um ano uma cidadã dos Estados Unidos abriu um processo civil contra o Twitter alegando que a rede social era responsável indireta pela morte do marido, vítima de um ataque do Estado Islâmico. A acusação é de que o popular site de microblogs era conivente (CO-NI-VEN-TE!) com o grupo terrorista ao não ser pró-ativo e combater as contas utilizadas para promover os feitos do ISIS, ou para impedir o recrutamento de pessoal.

Pois baseado nesse mesmo pensamento o Twitter, o Google e o Facebook receberam uma nova visita do processinho, desta vez enviado pelos familiares das vítimas do ataque de San Bernardino ocorrido em 2015.

O processo movido pelos familiares das 14 vítimas fatais e outros tantos feridos no ataque realizado por Rafia Sultana Farook e sua esposa Tashfeen Malik, militantes do ISIS não é muito diferente do processo da viúva do ex-militar: ambas redes sociais e a gigante das buscas falham miseravelmente em seus ditos esforços de banir as contas de terroristas, o que permite ao grupo continuar a “angariar fundos, recrutar pessoal e conduzir suas operações”, o dito ataque de 2015 incluso. O entendimento é que sem Facebook, Google (no caso o YouTube) e Twitter o Estado Islâmico não seria nem de longe tão organizado e representaria uma ameaça tão grande em escala global, onde qualquer idiota pode mandar dinheiro para o grupo e conseguir apoio local para fazer das suas em qualquer lugar.

 

O processo argumenta que o grande material disponibilizado em vídeos, textos, áudios e etc. pelas três companhias foi instrumental para que o ISIS estendesse sua área de ação influenciando cada vez mais pessoas. Contra o Facebook por exemplo há o vídeo em que Malik declarou sua afiliação ao Estado Islâmico, que foi postado na rede social; o Twitter foi acusado do flood de contas militantes, muitas que atuam replicando conteúdo e também como centrais de recrutamento (embora muitas tenham sido detonadas nos últimos tempos) e no caso do Google, a falta de critério do YouTube que permitiu a monetização de vídeos do grupo terrorista; a faxina geral empregada agora teria vindo tarde demais.

Não é segredo para ninguém que o ataque de 2015 foi um baque, principalmente por expor a incapacidade das redes sociais em impedir a comunicação entre membros do ISIS. As autoridades estão desde então batendo com força para que as companhias se adequem e passem a limar contas e vídeos do Estado Islâmico, desmonetizem seus compartilhamentos e impeçam que eles compartilhem novos conteúdos. Ao mesmo tempo há um esforço principalmente do FBI em recuperar o acesso a dispositivos móveis, desde que a criptografia padrão chutou o bureau para fora; o iPhone dos terroristas de San Bernardino por si só foi uma tremenda fonte de dores de cabeça para a Apple até a israelense Cellebrite ter vencido sua proteção sem a ajuda da maçã, que se recusa a cooperar nesse sentido. O Google também não demonstra a menor vontade de abrir a criptografia, muito menos de fornecer uma porta da frente “exclusiva” como o diretor do FBI James Comey quer.

Esse não é um caso isolado e nem falo apenas da ação movida pela viúva. Familiares das vítimas do ataque à boate Pulse, no ano passado também moveram processos contra as três companhias pelo mesmo motivo, bem como os parentes de uma francesa morta nos atentados realizados em Paris em 2015. Todos argumentam a mesma coisa, que Google, Facebook e Twitter nada fazem (ou fazem muito pouco) para frear o crescimento do ISIS e por isso, devem ser responsabilizados como cúmplices involuntários por permitirem que suas ferramentas sejam usadas para o mal.

Não há uma resposta fácil para isso. Por mais que as empresas deletem novos conteúdos e contas, os terroristas continuarão utilizando as plataformas de modo a promover suas ideias; ainda que o Estado Islâmico tenha percebido que é muito melhor tocar uma rede social própria dá menos trabalho fazer uso de plataformas já existentes e continuar o jogo onde um vídeo do YouTube é deletado e outros três tomam seu lugar, e o mesmo vale para contas no Twitter e Facebook. No fim das contas os processos continuarão chegando, e as companhias terão que lidar com isso até darem um jeito de banir o ISIS de vez de suas plataformas.

Fonte: Recode.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Proponho um experimento: Postei um topless no Facebook e poste um video de uma decaptação de um infidel (eu sei!)
    Veja qual cai mais rápido.

    • Ivan

      Bloquearam uma foto de um COTOVELO pq parecia um peito…

      • Marcio Ferreira

        Pô, na moral, aquele cotovelo era lindo… kkkk

        • Ivan

          Rosinha….

      • Tom

        Mas vamo combinar, parecia muito olhando de revesgueio

        • Lucas Timm

          só se tu estiver bêbado as 4 da manhã scrollando o facebook meio rapido. Aí tu olha de revesgueio, pensa, “mamilos?”, volta, e vê que não é.

          Não sendo essas circunstâncias, do not happen.

          • Tom

            mee, eu não uso óculos (deveria), então nem precisa estar bêbado, só vai descendo, olha de revesgueio, acha que é peito, volta, é cotovelo, desce…

      • major505

        E de um pinto de uma estátua em roma….

    • Lucas Timm

      Toma meu vote up.
      Eu levei um gancho no caralivro esses dias porque escrevi a palavra “viadagem”…

      E eu não sou, digamos, heterossexual

      O politicamente correto tá tão absurdo atualmente que, peitchenhos não pode: Feministas chilicam. Palavra “viadagem” não pode: ofende os gayzinhos que ainda estão no armário. Terrorismo? Imagina, ofende os islâmicos, que seguem a religião da paz, isso é só uma minoria radical.

      Que continua decapitando mulher, viado, cristão, postando no facebook e não sendo banido em nome da “tolerância” cultural deles… ¯_(ツ)_/¯

      • Uma foto de mulher amamentando toma block mais rápido que todas as fotos do Estado Islâmico… Em compensação, foto de peitão pra fora na sapucaí tá valendo!

        • Lucas Timm

          Ou aquelas fotos dessas minas retardadas que engravidam e querem dar a luz com “parto humanizado”. Em casa, numa banheira nojenta, sem assistência médica adequada em caso da criança tiver qualquer necessidade atípica. Tranquilaço, um monte de foto de peitchola, pepeca e todo o gore nível deep web que um ser humano é capaz de produzir. Tudo online no facebook.

          Agora esses dias, uma amiga minha deu a luz na maternidade. Parto normal, fotos do bebê sendo amamentado pela primeira vez, todo mundo vestido, sem sangue, um álbum lindíssimo, absolutamente nada explícito, e?

          “Você violou nossa política de publicação de imagens”…

      • major505

        DEcaptados só infiéis. Gays eles jogam de prédios. Mas só os passivos, porque lógica é supervalorizada na opnião deles.

  • Marcogro®

    Facebook tem que ser processado pela família da menina de 12 anos que teve um vídeo exposto no qual ela teria sido estuprada por um grupo de acéfalos… Se botar minha rola de cachecol numa paisagem bem bonita dos Alpes, ainda vou ganhar LIKES… Se vacilar ainda integram uma propaganda do: “Procurando Hotel? Trivago!

    • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

      hahaahah toma o like

    • Ivan

      Sua foto deve cair mais rapido do que os videos do ISIS…

      • Marcogro®

        Mas o cachecol é da Gucci…

        • Marcio Ferreira

          O cara é um ogro e sabe o que é gucci? Esse mundo tá perdido…
          (eu só sei por causa de um jogo de brand names)

          • Ogro gourmet…

          • grande_dino_2

            Ogrourmet!

          • PUTZ….

          • Esse mundo tá perdido… CADÊ O METEORO?

          • Ivan

            ogro que faz amor com o “bumbum”

          • Lucas Timm

            Tem como um ogro remover o “bumbum” pra fazer amor?

          • Ivan

            é uma boa pergunta.

          • Marcogro®

            É só falar em “rola” de cachecol que aparece uma penca de Biba, mané… Tudo homo afetivo… Sai fora rapá…
            Daqui a pouco eles começam a brincadeira de que pra ser homem tem que dar três vezes, deixa eu ver se o meu é maior que o seu… Esse mundo de hoje tá muito estranho.

          • Lucas Timm

            lacrou!!

          • Marcogro®

            Tá trk… Sou neurótico não, levo a zoação suave… Rsrs

          • Marcogro®

            …Com o “bumbum” do Ivan? Quem nunca?

          • Eu sei por que vi uma patricinha com bolsa dessa marca e um cachorro tamanho chaveiro dentro da bolsa que é de raça típica de patricinhas…

        • E acha o que? que esse cachecol de pele de foquinhas não será alvo do ataque de pelanca e denúncia cibernéticos do politicamente correto, dos fãs do greenpeace, do EPA OPA APA ou que diabos for a sigla usada por aqueles militontos contra meio mundo de injustiças contra os animais, E de outros que acharão que a exibição desse cachecol te transforma num burguês opressor do proletariado?

          • Marcogro®

            Tá bom, tá bom… Fica só com a rola. Eu tiro o cachecol….

    • jairo

      Em breve© teremos censura prévia em.postagem em eedes sociais , isto não é otimo

  • Gustavo Luizon

    Só vai aumentar a vigilância, implicando agora com postagens de esfirras fechadas por arabeofobia com as esfirras abertas.

    • Marcio Ferreira

      Aerofobia kkkkkkk
      Achei opressor

  • Ivan

    O que da na cabeça dessa gente de se juntar ao ISIS?

    • A mesma coisa que dá na cabeça de alguém que escolhe uma religião e fica contra as demais, ou um partido politico ou um time de futebol ou um tipo de música ou um sistema operacional ou uma plataforma de videogame ou uma rede social ou editora de quadrinhos (aka filmes de heróis)… Acho que já está bem exemplificado.

      • Ivan

        Escolher uma religião, partido politico time de futebol não é sair degolando pessoas, colocar um colete bomba e se matar e levar geral junto, tirando militantes da esquerda o resto do que vc citou não chega nem perto do que os convetidos do ISIS fazem.

        • grande_dino_2

          São diversos os motivos que levam alguém a se juntar a um grupo como o ISIS.
          De modo geral, é uma questão de identificação, em algum nivel, com a causa e os métodos.
          E isso vale sim como motivação para escolher torcer por um time esportivo, se afiliar à um partido político, um sistema operacional e afins. O que muda são os métodos “mainstream” que cada grupo usa para defender a sua causa.

          O ISIS é um grupo extremista, que usa métodos extremos, pregando baixa tolerancia e violência contra aqueles que não concordam com sua causa.
          Uma torcida de time não prega o uso de violência como regra geral, mas você também tem grupos extremistas dentro dessas torcidas que acabam partindo para a violência física.
          A mesma coisa você vê com adeptos de um partido político, sistema operacional, console de video game e afins (claro que nem sempre a violência é física, sendo mais comum a violência verbal).

        • Olfrygt

          Pergunte para aquele estudante usando a camisa do Che Guevara se ele sairia com uma camisa do Bin Laden… “Está louco? Por que eu iria fazer propaganda de terrorista?”

          • Ivan

            Nesse caso é burrice mesmo, acham que Che foi um simbolo de liberdade e bla bla bla, tenta falar que foi um assassino pra vc ver, se bem que tem videos de gente falando que se sair pra militar vai matar quem se opor a esquerda.

            da uma lida nisso
            http://www.diariodocentrodomundo.com.br/tragedia-anunciada-os-outdoors-anti-lula-em-curitiba-sao-uma-declaracao-de-guerra-em-nome-da-lava-jato-por-kiko-nogueira/

          • Olfrygt

            Sim, mas ainda acho que é muito pior que burrice… burrice vc justifica com falta de informação disponível, algum déficit mental, etc… Os casos de simpatizantes de esquerda são muito piores.

          • Ivan

            burrice misturado com alienação, são tipos NPCs, só respondem as mesmas coisas, “É culpa do neoliberalismo” “Seu coxinha” com variação “Seu fascista” “Vai estudar” “Mexeu com Lula mexeu comigo”

          • Digo mais: Burrice + Alienação + Mau caratismo. Se você parar pra ver, isso é o que define o conceito de minion (não me refiro a aquelas bananas irritantes): um capanga que faz de tudo por sua causa, ao mesmo tempo que se deleita em fazer atrocidades “sem culpa”. E pra eles, morrer em ação é um mero detalhe, já que isso muitas vezes soa como um sacrifício nobre.

          • Ivan

            Um dos que invadiram o gabinete do Fernando Holliday vereador de São Paulo, falou pro Arthur do Mamãefalei que lugar de fascista era na ponta do fuzil, já temos terroristas de esquerda mas ainda não temos militantes que estão dispostos a matar e morrer pela causa, isso pode mudar quando o Lula for preso.

          • Rafael Rodrigues

            Sério que alguém que seja de esquerda é burro+alienado+mau caráter?

            É sério mesmo? Vocês têm alguma vaga noção do que estão dizendo?

          • Um extremista do tipo citado aqui sim.
            Já aqueles que acredita piamente naquela esquerda “de roots” a gente vê no máximo no máximo como ingênuo.

          • Rafael Rodrigues

            Tenho pena.

          • Fazer o que quando a gente aqui tende a acreditar que os humanos só fazem cagada, fazendo que todos os ideias de igualdade passem a falhar ainda na prancheta?

          • Rafael Rodrigues

            Se esse é o seu conceito de esquerda, parece que acabamos de descobrir quem é o ingênuo.

          • Não é meu conceito de esquerda. É o meu conceito de como humanos são, simples.

          • Tom

            Só pra não ficar com fama de alienado, não sou esquerda nem direita, aliás acho essas definições são congeladas demais e muito limitadas, sou a favor do anti-igualitarismo proposto pela esquerda, aonde o esforço te traz privilégios, porém sou a favor do anticlero proposto pela esquerda original, no fim a direita é uma b*sta e a esquerda uma m*rda, assim como não dá pra dizer que todo islã é terrorista não dá pra dizer que todo o princípio tanto da direita/esquerda é um lixo (talvez procurando bem sobre algo para usar dessa divisão E/D)

          • Olfrygt

            Acho que há uma relação de ideais socialistas que, infelizmente, ainda não foram atualizados para nosso século globalizado… Quando o governo é inchado e é o único necessário para garantir justiça social, quando a significância política do indivíduo é medida a partir de sua adequação à coletividade e os direitos a vida, liberdade e propriedade são submetidos aos direitos coletivos determinados pelo Estado, este modelo de esquerda não tem como se sustentar.

          • Tom

            Socialismo é lindo e seria um tesão ver ele funcionando bem, mas sejamos francos o ser humano não quer ser igual o outro, quer ser melhor, socialismo não vai funcionar nunca com nossa espécie, sinceramente, espero que logo esquerda/direita caia por terra e venha algo melhor aonde eu consiga me posicionar sem escrever um texto do tamanho de uma redação do enem

          • Rafael Rodrigues

            Radical fanático tem dos dois lados. Fala para um bolsominion que o regime militar foi assassino. A resposta será a mesma do exemplo do Che.

          • Ivan

            Isso é verdade, tem gente ainda defendendo regime militar

          • Tom

            Não defendendo mas, de che guevara pra ISIS tem um abismo de diferença

          • Olfrygt

            Entendi o que vc quis dizer e respeito… Não posso comparar o fundamentalismo e fanatismo politico dele ou seus métodos, principalmente o das execuções com os do ISIS, porém, terrorismo é terrorismo e não se pode esconder o que houve durante a revolução cubana…

            “Execuções? É claro que executamos!”, “Estou aqui nas montanhas de Cuba sedento por sangue”, “Eu não preciso de provas para executar um homem” são algumas das frases deste sádico.

            Fidel e Che tinham por volta de 35 anos quando de acordo com o próprio “Livro Negro do Comunismo”, somente seu pelotão de fuzilamento matou + 14.000 pessoas, todos devidamente amarrados e amordaçados…

          • Tom

            Com toda certeza, a revolução cubana não foi nem perto de ser humano, só que era uma batalha por algo (que eu acredito que se fosse da forma como foi pensado até poderia dar certo, da forma como foi colocado, jamais.) era uma luta por um ideal, agora algo que eu não entendo é o que faz o ISIS lutar (e como todos pudemos ler, a construção desse comentário ficou um lixo)

          • Olfrygt

            Exatamente isso Tom, com o ISIS é a mesma coisa, ele também recruta seus combatentes por um ideal, só que religioso e baseado na represália de lutas contra o povo sunita.

            Todo o fanatismo, principalmente os mais violentos, são baseados em ideais muito “bonitos”…

          • Tom

            Talvez seja intolerância minha, mas eu não consigo ver religião como um ideal de luta, muita leitura sobre a “Guerra Santa” que em nome de uma religião matou tudo o que se mexia que acreditava em outro ser superior, talvez o holocausto tenha ajudado a formar esse ideal também

          • Olfrygt

            Não é intolerância, ainda bem que não vemos… como o nosso pais é cristão e nunca tivemos disputas religiosas armadas por aqui, escapamos do fanatismo de guerra e nos baseamos no fanatismo que “apenas” rouba e extorque seus fieis. No oriente e Europa as coisas são bem mais complicadas.

          • Tom

            Isso desconsiderando caixa de som como arma, porque senão já foi a 3 gm, evangélicos x ouvidos

          • Leonardo

            la no oriente médio daqui alguns anos vai ter gente usando a camiseta do Bin Laden pela mesma “lavagem cerebral” que o povo que usa do Che sofre aqui…

        • Perguntaram sobre a motivação. O ser humano é altamente polarizado.

          Qualquer um dos exemplos, se achar pessoas (psicopatas) dispostas, elas matam.

          E lembre-se que você está se baseando em valores. Para eles (ISIS) o valor é acabar com qualquer infiel do mundo ou em resumo: Uma terra 100% islâmica.

          Imagino eles ficando abestados quando alguém mata outro por ser de um time diferente e se perguntando: “Se ao menos o cara estivesse matando por uma causa verdadeira, tipo Alah.”

    • Um cara que nasceu em um país normal provavelmente é problema de cabeça, agora um cara que nasce em um país que a opção de entertrenimento é a TV Al Jazira , em uma região com governo teocrático, com propaganda das “atrocidades e decadencia do ocidente”, pra essas pessoas que sofrem lavagem cerebral eu entendo o motivo deles entrarem na ISIS.

      • Da mesma forma que grande parte da população da Melhor Coreia acredita que TODOS os problemas são devido aos EUA e não o da família do digníssimo Líder.

      • Ivan

        Pra um cara que nasceu em um pais do oriente medio e tals, onde aquilo é digamos normal até que vai, mas agora um ingles que nem descendência arabe tem se juntar é estranho, viu o caso da tradutora da CIA, FBI sei la que se casou com um terrorista do ISIS?

        • gfg

          Isso é facilmente explicável. Essa gente praticamente não tem desafios na vida, ai são apresentados ao ideais de esquerda, e de repente o sistema que eles vivem é uma droga, só promove injustiça e todo o blá blá blá então aparece alguém recrutando em nome de uma grande causa, que luta contra tudo que há de errado, é ou não é tentador?

          • Ivan

            Ainda mais que pegam no colegio na epoca de rebeldia da adolescência

          • Diego Marco Trindade

            Exatamente. Muita gente está atrás de “um propósito de vida”. Chega um cara com uma lábia como de pastor e recruta o cara, e aos poucos vai radicalizando.

          • gfg

            Ai que tá, eles já são radicalizados antes, se juntar ao isis é a cereja do bolo.
            Tem mulheres se juntando ao isis porque a esquerda prega(se segure pra não rir) que nos islã as mulheres tem mais direitos do que nos USA, Inglaterra, etc.
            Quando chega o “pastor” eles já estão prontos, caso contrário eles só estariam recrutando retardados(os de verdade) e lunáticos.

          • Rafael Rodrigues

            “apresentados aos ideais de esquerda”

            Caralho, até o ISIS nego tá botando na conta do PT???

        • Tom

          Mente fraca de corrompe com qualquer coisa, vide o tanto de “igreja lava-mente” que temos no nosso brzão

      • Olfrygt

        Correto, os jihadistas tem práticas bem diferentes de muçulmanos sunitas não violentos. Os “lobos solitários” ocidentais tem origem islamista e são simpatizantes ou são estrangeiros alienados pelo fundamentalismo religioso e pela promessa de se tornarem “heróis da jihad individual”.

    • EmuManíaco

      o mesmo que da na cabeça de pessoas participarem da assembleia de deus e universal. Como são grandes e tem muitos seguidores eles se sentem especiais e intocáveis.

      • Ivan

        Os lideres se acham a cima da lei, Malafaia que o diga, quer ser homofobico e não quer ser repreendido e quando alguem fala mal dele acusa de cristofobia.

        • EmuManíaco

          Sim. Eu tenho medo de pessoas que participam de grupos que apoiam o ódio ou a “semetencia” da vida alheia. Quando todo mundo se tocar que não é especial e que acreditar ou torcer pra isso e aquilo não lhe torna superior quem sabe o mundo melhora.

          • Ivan

            Só ver os videos das manifestações que aconteceram na “greve geral” bateram em quem não pensava igual, Marcelo Madureira foi gravar a manifestação e teve que ser socorrido, o Arthur do Mamaefalei sempre apanha e tem a camera quebrada nessas manifestações

          • EmuManíaco

            exatamente

    • major505

      Cara, cabeça fraca, pai ausente, mentalidade de rebanho…

  • Pingback: Google, Facebook e Twitter são processados por não combaterem o Estado Islâmico | Notícias Legais()

  • major505

    Bem vindo ao Facebook! Onde cotovelos que parecem peitinhos são tirados ddo ar, mas estamos de bem com a Jihad.

  • Vagner Da Silva

    “Grandes poderes trazem grandes responsabilidades e enormes processinhos.” -Tio Ben

  • Eddie Jr

    Advogados… quem FINANCIA o ISIS é que deveria ser processado.

  • Luis Eduardo Boiko Ferreira

    Uma rede social pode ser interpretada como uma cidade, aonde grupos específicos interagem. Caso ocorra algum assalto nesta cidade, você tem o direito de processar a polícia? Ou o prefeito?
    Mesmo que faça sentido, não é assim que a banda toca. Tipo assim, armas não matam pessoas, pessoas matam pessoas… se tem humanos envolvidos, a parada vai dar merda…

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis