Lenovo/Motorola lança Moto G5 e G5 Plus no Brasil

moto-g5-and-plus-001

Em evento realizado em São Paulo nesta terça-feira, a Lenovo/Motorola lançou seus novos smartphones intermediários, os Moto G5 e G5 Plus em território brasileiro. Os smartphones chegam com um design levemente modificado, características semelhantes às das gerações anteriores e um preços de acordo com a realidade atual.


A Motorola Brasil gozou de certa folga entre 2013 e 2014, quando os Moto G de primeira e segunda geração foram lançados. Sob a tutela do Google e aproveitando a época de bonança da Lei do Bem, ambos eram aparelhos excelentes e com preços competitivos que deram uma boa canseira na Samsung, até então líder no segmento de dispositivos de entrada e meio-termo. Os dois primeiros Moto G eram capazes de fazer muito mais pelo mesmo preço ou em muitos casos, eram até mais baratos que aparelhos da concorrente levemente inferiores.

Aí a Lenovo, que comprou a empresa mexeu na linha e diversificou com versões Plus, Play e etc., sem falar em alterações profundas de design. Ainda que algumas ideias sejam boas, o período não foi favorável principalmente pelo fim dos incentivos fiscais, que jogaram os preços nas alturas. A Lenovo, ou melhor, a Motorola busca com a linha G5 recuperar o terreno perdido e posicionar seus novos aparelhos como dispositivos campeões de mercado uma vez mais.

moto-g5-2


Moto — Meet the New Moto G Family

Comecemos pelo Moto G5, o modelo mais básico: ele conta com um SoC Qualcomm Snapdragon 430, octa-core Cortex-A53 com clock de 1,4 GHz e GPU Adreno 505, 2 GB de RAM, 32 GB de espaço de armazenamento (expansível via micro-SD até 256 GB), display IPS LCD de 5 polegadas com resolução Full HD (441 ppi), câmera principal de 13 megapixels com abertura ƒ/2,0; autofoco, Flash LED e que filma em 1080p a 30 fps, câmera selfie de 5 MP com abertura ƒ/2,2; 4G/LTE Dual-SIM, Bluetooth 4.2, A-GPS, GLONASS, BDS e bateria removível de 2.800 mAh.

moto-g5-plus-2


Moto G5 Plus – Exceptional Camera, Stunning Looks

O Moto G5 Plus, por sua vez é um dispositivo mid-high. O SoC é o Snapdragon 625, octa-core Cortex-A53 com clock de 2 GHz e GPU Adreno 506, 2 ou 4 GB de RAM, display IPS LCD de 5,2″ com resolução Full HD (424 ppi), 32 GB de espaço interno (expansível até 256 GB), câmera principal de 12 MP com abertura ƒ/2,0; autofoco Flash LED duplo e que filma em 1080p a 30 fps e HDR, câmera selfie de 5 MP com ƒ/2,2 e auto-HDR, Dual-SIM, NFC, Bluetooth 4.2, BLE, A-GPS, GLONASS, BDS e bateria de 3.000 mAh.

Ambos contam com um sensor biométrico fixado na parte frontal dos dispositivos que funciona como um trackpad: de acordo com seus movimentos ele executa diversas funções, como se fosse um botão Home tradicional: retorna à tela de início (um toque), voltar (deslizar para a esquerda), multi-tarefa (deslizar para a direita) ou bloquear a tela (segurar; nada de Google Assistant no Brasil por enquanto). Por fim os dois modelos contam com um corpo de metal ao invés de plástico, são Dual-SIM com slot dedicado para o cartão micro-SD (YAY!) e rodam Android 7.0 Nougat.

Vamos ao que interessa: o Moto G5 de 16 GB chega hoje às lojas pelo preço sugerido de R$ 999,00; já o G5 Plus será vendido por R$ 1.499,00. Os valores são os mesmos praticados na geração anterior e é uma pena que a versão com 3 GB de RAM do G5 Plus não tenha vindo para cá, mas como a intenção é competir com outros modelos da categoria intermediária não é interessante trazer um gadget que será muito mais caro que os demais.

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • mr_rune

    E o meu Redmi Note 3 ainda é superior a ambos, custando quase a metade. Brasil, um país de tolos.

    • Julio da Gaita ✔

      a versão com 4 gigas de ram é bem superior ao teu abiguinho, considerando tbm o desempenho melhor do processador snapdragon em relação ao mediatek, mas vamos entrar em um acordo que o brasileirinho “normal” não manja de importar da china.. mas brasil não é pra amadores mesmo… ctz

      • Rafael

        Lembrando que existem Redmi Note 3 com Snapdragon tb…

        • Julio da Gaita ✔

          ja saiu o 4?

          • Rookie naz

            Já, faz um tempo

      • DiMais

        até sabem importar da China, mas pesa contra o prazo de entrega, as tretas pra conseguir fazer uma compra parcelada (10x sem juros no cartão é impossível e nem todo mundo tem 1000 temers na agulha pra comprar a vistinha), além da total falta de garantia já que o produto não estará coberto nem pelo Procon (e o Procon já me resolveu muita coisa com lojas e produtos).

        • Julio da Gaita ✔

          mas sempre q ouço tretas, o pessoal da china Gearbest, Alliexpress e Banggood acompanham direitinho, caso de problemas com compra extraviada pelo correios br, e os chinas mandaram outro modelo pra compensar… comprei só coisas abaixo de 50 doletas no gearbest e alliexpress e sempre deu certo…

          • DiMais

            sempre compro no Ali, mas digo garantia de produto.. pagar R$1000 em algo que corre o risco de estragar é foda! tenho um receptor miracast que comprei no Ali e está largado na gaveta porque simplesmente morreu e não teve nenhum método capaz de salvar ele..

          • Julio da Gaita ✔

            vish, entrando em contato com eles não resolveu? geralmente eles pedem fotos e videos do problema, e mandam outro..

          • DiMais

            Depois de uns 6 meses eles nem lembram quem é você

          • Julio da Gaita ✔

            é mesmo..rs, se fosse em 1 mês ainda…rs

      • mr_rune

        Considerando que tenho a versão com SD650 3/32gb me sinto confortável em dizer que não me enche os olhos, totalmente negligível.

        E sim, importei da China direitinho.

        • Julio da Gaita ✔

          boa, sempre quis importar um xiaomi mi 5/6S da vida mas nunca tive coragem, a ansiedade é foda, e o android customizado me deixam com pé atrás..

          Mesmo tendo custom rom pra eles com Play Store oficial do google, eu fico meio com o toba na mão de comprar.. ./

    • André G

      Se você tem um Redmi Note 3 de 16gb sem entrada SD, 2gb de ram e processador MediaTreco vc não sabe do que está falando. Até o Moto G5 mais simples é melhor que ele.
      Mas se vc tem a melhor versão do Note 3 ele ainda assim é inferior a melhor versão do Moto G5, sem contar que o Moto G5 vem com Android puro e tem assistência técnica nas terras tupiniquins.

  • Julio da Gaita ✔

    fiquei meio confuso com o “mid-high”…rs, além do high end, mid e low end, temos o mid-low, mid-mid e o mid-high? pior que faz sentido no contexto…rs, mas acho que o intermediário mais próximo da linha high seja o Moto Z Play não é Ronaldo?

    • Rookie naz

      O moto z play seria o chamado intermediário premium.

      • Julio da Gaita ✔

        putz… tenho um e sem reclamações, paguei 1500 pilas há uns 4 meses..

        • Rookie naz

          Baita preço e ainda é melhor que esse g5 plus

          • Julio da Gaita ✔

            verdade, pesquisei direitinho na bláck fráudey… .)

        • DiMais

          2k com a caixa JBL em janeiro, baita compra 🙂

          • Julio da Gaita ✔

            e a caixinha vale a pena? pagava a diferença num fone in ear bom fácil, mas na caixinha pequena já dei uma arregada…rs

          • DiMais

            já tinha headphones da Philips, peguei pela praticidade já que é uma caixa excelente e faz jus ao nome que carrega..

        • Daniel Belini

          Paguei isso no meu OnePlus 3 em novembro.
          Baita dum aparelho viu, só fiquei triste que assim que enviaram, saiu o 3T.

          • Julio da Gaita ✔

            fiquei afinzão do OP3, mas vi uns comentários que a qualidade da tela é ruim pq eles usam material de qualidade duvidosa e não sei o que, mas achei bem estranho isso, tinha lido só sobre um bug com o leitor de digitais.. mas e ae verdade?!

          • Daniel Belini

            Intriga da oposição.
            A tela dele é ótima e o leitor um dos mais rápidos e eficientes do mercado, lê até de lado.

          • Julio da Gaita ✔

            achei mesmo que era papo de dor de cotovelo ,)

    • Mirai Densetsu

      Para mim, o Moto G5 é um aparelho de low-end premium. Ou seja, é forte demais para ser um low-end, mas fraco demais para ser um mid-end. O Moto G5 Plus é o Mid de verdade. Mid-high são aparelhos como o LG G5, o Galaxy A9 (que tem um hardware consideravelmente bom, mas não chega a ser um aparelho digno de ser um Galaxy S)…

    • Henrique Accioly

      E como fica entre Moto Z Play x Moto G 5 Plus?

      • Julio da Gaita ✔

        o moto g5 plus faz parte de uma nova linha lançada, provavelmente entre o final do semestre desse ano e o proximo ano surja um novo moto z play, mas como o coleguinha explicou fica moto z play intermediario premium e g5 plus como intermediário abaixo do premium, o g5 mais barato fica como low end, visto que a lenovo não lançou a linha E quer era low low end…rs

        • Henrique Accioly

          Obrigado pelo esclarecimento!

  • Moto G5 com processador velho, pouca RAM para muita resolução, passo.
    O Plus deveria ser vendido só a versão com 4GB de RAM, a versão com 2GB vai enganar muita gente.
    Ainda bem que tem a concorrência né.

    • Marcio Ferreira

      Ainda bem que tem muita gente leiga né.

      • Maxnoob

        Ainda bem que tem brasileiro né

        #G1 feelings

      • Samsung que o diga… =P

    • Se depender da Samsung, tem mais de 100 modelos pra concorrer com cada versão do Moto G, E, X, Y, Z …. =P

    • Discutir Hz (processador), Pixel (resolução tela) e bytes (RAM e EPROM) para smartphone não me soa muito coerente, isso faziamos com desktop nos anos 90 e ainda se faz para servidores no mundo corporativo.

      Mas smartphone… 2GB, 4GB ou 6GB pra rodar apps de smartphone ? 2, 4 ou 8 núcleos ? 2Ghz ou 4Ghz ? Milhões de megapixels ?? que diferença faz ? Quem tem um parâmetro concreto pra saber quanto o Android come de memória, quanto o app do Whatsapp vai precisar?

      Pra mim Smartphone, TV, Videogame, Painel de Carro, TV Box, tem que garantir aquele tipo de uso que propõe, não faz diferença saber a configuração de hardware. Vai ter o modelo pra telefone e mandar Whatsapp, vai ter o modelo que rodar Pokemon GO e tirar foto boa e vai ter o modelo que roda GTA, Horizon Chase, sem borda, foto DSLR e assim vai…

      • Concordo, cada modelo de smartphone atende um perfil diferente. Para quem só quer um aparelho que funcione não faz sentido algum analisar hardware e fazer comparações no GSM Arena.

        Pode não soar coerente de acordo com o uso de cada um, mas eu penso diferente. Eu faço questão de saber o que estou levando, quero saber qual aparelho vai realmente atender meus costumes.
        Claro, esse sou eu. =)

        • Não fale em X ou Y que senão irão femimimizar a questão…

        • Tens toda razão, não critiquei a ti por fazer isso. Justamente isso que disseste, acho que no geral, para a maioria do povo, não faz muito sentido esses detalhes. Mas sempre vai ter o público que disseca e usa estes detalhes como parâmetro na escolha.

      • Poxa, até uns anos atrás, 1GB de RAM e dual core de 1.2Ghz voava o chapéu…. hoje não faz nada….
        Obsolescência programada da porra, pois os apps no meu (me critiquem) WP são os mesmos, sem atualizações, mesmo com o telefone formatado estão mais lerdos do que nunca ou quase inoperantes.

        Só pra vender mais celular….

        Por isso que continuarei com o meu “idoso” até ele para e dar sua última defecada, antes de colocar a mão no bolso e lastimar por jogar uma dinheirama pela janela em algo que irá durar menos do que o atual.

        • Monkey

          Tenho um nexus 4 nessas mesmas condições e chutando bundas dos mais novos.
          #apoiado

          • Zalla

            se ainda fosse um 5…tive um 4, vendi a uns dois anos atrás…e já tava bem ruinzinho..bateria fulera demais

          • Monkey

            Meu nexus 4 está muito bem zelado, mas a bateria é uma bosta mesmo

        • O (ex)Datilógrafo da AEB

          Tenho o moto g1 com custom ROM e ele ainda chuta bundas.

          • Whirlpool

            MInha mãe tem um Moto G2 que está voando no Android N depois que coloquei uma custom ROM e uma seleção enxuta dos Google Apps.

          • O da minha esposa foi pra assistência uma jumeralhada de vezes na garantia, e duas semanas após terminar o período, a bateria arriou. Voltou à vida, porém uma hora e meia depois brickou até o ponto de não acessar o fastloader…. tá jogado numa gaveta….

          • Jose Antonio

            meu também…

          • Deve ser uma bunda bem magrinha então, porque o meu nem app de facebook tem e meio que se arrasta (com twitter, netflix, um ou outro app besta como o de controle de consumo de combustível) e mais nada.
            Virou celular de ligar no chromecast e ver filme

        • Convenhamos que a carência de RAM é mais incompetência de dev do que obsolência programada em si. É só ver o quão gordos e comilões os apps em geral estão ficando.

          • Um app de Fecalbook hoje talvez seja muito mais pesado que até a versão de desktop…. é pra forçar todo mundo a “renovar” forçosamente seus aparelhos…

            O que não me conformo é que apps antigos, que nem tem mais suporte ou atualizações, travam e fecham à toa… mas agora isso é com TODOS os apps….

      • Germano

        Talvez o uso maior dessas especs seja saber se vale o que estão pedindo por determinado modelo. Porque não vejo que outro parametro usar no mundo Android com suas 2938632 configuracoes de hardware.

        • Te entendo, mas em smartphone isso é tão relativo, principalmente no Android com tanta fragmentação e otimizações. Um Hardware X pode ser bom se for no Android da Xiaomi, mas o mesmo hardware X pode ficar muito ruim no Android da Samsung ? Aqueles X Ghz do Iphone não tem a mínima equivalência com os mesmo X Ghz no processador do celular da Lenovo.

          É bem complexo e trabalhoso avaliar o hardware em smartphones. A mesma capacidade é relativa, dependendo da arquitetura, versão do sistema, fabricante…

          Enfim, pega aquela marca, no modelo simples ou médio ou topo. Daqui a pouco o topo da Samsung é mais caro e tem um hardware inferior ao topo da Xiaomi que é mais barato e um hardware melhor. Mas é plenamente possível que o da Samsung rode muito mais fluído, os jogos rodem muito melhor. Não dá pra se basear só no hardware 2+2=4….

          • Germano

            Sim, hardware é só *um* dos parametros da equacao. Tem que ver quanto vem de bloatware ja consumindo desse hardware quando liga pela primeira vez – outro parametro. Ou quanto o Android e customizado ou se aproxima do Android limpo – mais um parametro. Por fim, ha que considere o suporte ou nao a uma custom rom e ha mesmo quem instale uma dessas ja quando tira da caixa mandando a garantia as favas – mais um parametro sim. Usuarios de Android que tambem sao entusiastas de tecnologia geralmente olham tudo isso ai.
            Ja os outros compram Samsung e pronto. =)

      • Monkey

        De 2 GHz para 4 GHz faz diferença… Ô, se faz!

        • Então, mas pra quem só vai usar redes sociais, whatsapp e Instagram não.
          Agora quem joga, vai assistir vídeo em 4k, e quer ótimo desempenho geral, qualquer ponto nos Ghz vai fazer diferença.

      • Então, é que os atuais de “2 giga de memória RAM” pra Android são similares em desempenho aos de “1 giga de memória RAM” de 2013. E daqui dois ou três anos, para Android, 4GB serão essenciais pra ter um desempenho fluído.

  • Ed. Blake

    Coitado de quem deixar de comprar o Zenfone 3 por isso.
    Serão os R$300 mais mal economizados.

    • Mirai Densetsu

      Discordo. Já achei ZenFone 3 por 1.5K em sites como buscapé.

      Ou seja, nem sequer teria economia nisso.

      • Ed. Blake

        Usei como parâmetro o preço da loja da Asus haha.

    • O que me desgosta do Zenfone: bandeja híbrida.

      Para meu uso, esse detalhe chega a inviabilizar o uso.

      • Ed. Blake

        O que me desgosta no ZF3 é a traseira de vidro.
        Impensável pra mim.

  • Rodrigo Perez

    Vou continuar minha promessa de nunca mais comprar um motorola (tive um Atrix).

    • Germano

      Ainda tenho um Atrix, ta aqui comigo… usado como relogio de mesa no dock 🙂
      Tive um Motorola antes, e dois depois do Atrix contando o atual. Mas depois que foi de vez para a Lenovo a marca realmente deixou de me atrair.

    • Leonardo

      tambem vou continuar com a minha, tive um startac em 1999 e não gostei de motorola…

  • Garantia de update do Android nem pensar né?
    E com essas especificações desses modelos “novos”, estou vendo que meu velho Nexus 5 vai continuar chutando bundas até o final do ano.

    • E quem dá agora? Nem mesmo o próprio Google Pixel se arrisca dizer o tempo de garantia de updates ele tem. São tempos conturbados pra quem gosta de updates em seu Android: ou é um OnePlus ou é Custom ROM (coisa que também está ameaçada com o SafetyNet).

  • jairo

    Melhoraram a construção e fizeram downgrade mas specs , pelo preço o G5 é até uma opção interessante aos chineses importados midle end

  • Cássio Amaral

    Achei estranho não vir com versão com tela de 5,5″. Peguei um Moto G4 Plus por 989 e uns quebrados em 1x no cartão da Submarino para minha mãe, justamente pelo tamanho da tela, que ela fazia questão. Já passou da hora dos mids virem com mais de 2 GB de RAM. A Lenovo capou 1 GB de RAM no Moto G4 Plus brasileiro, que lá fora possui 3 GB de RAM quando a memória interna é de 32 GB. E fez essa sacanagem novamente agora.

    • Victor Serrão

      Moto G4 Plus tem 2 GB de RAM

  • Germano

    E já chegou nas lojas, ao menos vi ainda ha pouco em um supermercado Big em cuja praça de alimentação as vezes vou almoçar. Mas pelo menos um deles estava 100,00 a mais do que o informado aqui. Não que eu pretenda comprar, mas não mesmo!

  • Andre

    O moto x saiu de linha no Brasil?

  • Monkey

    É impressão minha ou as bordas aumentaram um pouco?

    • DiMais

      ele está com o visual parecido (até demais) com o Z Play (que tem tela de 5,5″).. essa borda metálica é praticamente idêntica, bem como a bandeja dos sim cards / micro-SD (que também é dual-sim com espaço dedicado ao SD)..

  • Anônimo, seu amigo no XXX

    O modelo com 4Gb de RAM foi lançado mesmo? Até agora na loja da Motorola só apareceu o de 2Gb.

    • Não, apenas os de 2 GB de RAM e 32 GB de espaço interno

    • DiMais

      canibalizaria o Z Play, que tem o mesmo processador e 3GB de RAM e é razoavelmente mais caro.

  • Silvio Luiz de Carvalho Filho

    Estou confuso, afinal o G5 tem 16 ou 32 GB?

    “Comecemos pelo Moto G5, o modelo mais básico: ele conta com um SoC Qualcomm Snapdragon 430, octa-core Cortex-A53 com clock de 1,4 GHz e GPU Adreno 505, 2 GB de RAM, 32 GB de espaço de armazenamento ”

    “Vamos ao que interessa: o Moto G5 de 16 GB chega hoje às lojas pelo preço sugerido de R$ 999,00”

  • Pingback: Moto G5 & Moto G5 Plus – novos smartphones da Lenovo/Motorola chegam ao Brasil()

  • Victor Serrão

    Sem os 3 Gb de RAM não há um único motivo realmente relevante para quem já tem o G4 Plus migrar para o G5 Plus.

  • Gesonel o Mestre dos Disfarces

    Mudaram o launcher?

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis