Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

Vacina contra a AIDS passa por primeira fase de testes em humanos com sucesso

Por em 6 de setembro de 2013
emIndústria Medicina relacionados     
Mais textos de:

Site | Twitter
  • Pingback: Vacina contra a AIDS passa por primeira fase de testes em humanos com sucesso | C.I.A

  • Luiz Felipe

    Technology Wins! Vai ter idiota agourando por conta da radiação, blah blah blah, não entendem nada, acham que algo irradiado se torna um emissor de radiação para sempre. Fodam-se, ninguem acredita mais em superstições, pode agourar.

  • Hugo

    Viver no futuro é foda demais!

  • http://twitter.com/TaylerPadilha Tayler Padilha

    Isso que dá transar com chipanzés…

    • Bruno Rocha

      Isso é verdade. Na África eles estupravam os macacos.

      Ai essas ongs politicamente corretas inventaram a história de quem eles se infectaram comendo a carne deles. Tá.

      • Guilherme M.

        Claro. As gripes aviárias são pq os chineses estupram as aves.

        • Bruno Rocha

          Já ouviu falar em zoofilia?

          Garoto de apartamento.

          • Guilherme M.

            É “interessante” relacionar doenças entre espécies com sexo entre espécies, quando a principal forma de contágio é a alimentação.

          • Bruno Rocha

            Politicamente Correto atacou novamente, oh meu deus…

          • Guilherme M.

            Entendi sua lógica e concordo:
            - Politicamente correto = com informação
            - Politicamente incorreto = sem informação

          • Bruno Rocha

            Politicamente Correto: inventar histórias baseadas em achismo e não dar a verdadeira informação e usar isso para ludibriar as massas ignorantes.

            Politicamente Incorreto: Dizer a verdade e ser odiado pelo de cima.

            Fazer sexo com algum animal/pessoa aidético te da mais chance de contrair AIDS do que comendo a carne cozida dele.

          • Guilherme M.

            Depois, isso que falou é obvio, mas não tem procedência. As últimas pragas, por exemplo, não foi causada por sexo com aves, com porcos ou com morcegos.

            Quem está falando mitos, inventando histórias, é você. E não é a primeira vez quando o assunto é África. Lembra qdo você ignorou mais de um século de história e geopolítica e resumiu os problemas sociais, políticos e econômicos do continente com burrice de quem é de lá. Isso mostra como há falta de informação tremenda.

          • Bruno Rocha

            Veja bem, não estou dizendo que não há contaminação por comer esses animais, o que eu disse é que há sim zoofilia na África e isso é banalizado pelas aquelas bandas, coisa que as ONGs escondem, porque querem passar uma falsa noção dos africanos, de pobres coitadinhos ferrados pelo capitalismo opressor, e escondem as milhares de guerras civis todos os anos, chacinas e genocídio, cometidos por eles próprios por guerras tribais. Isso, meu caro, não passa na TV, só passam uns coitadinhos morrendo de fome.

            Isso é o politicamente correto, esconder a real face dos problemas culpar outras coisas.

          • Guilherme M.

            Zoofilia existe no mundo inteiro, desde o começo da humanidade. Pandemias não foram criadas em razão disso. A contaminação entre especies não é feita unicamente por sexo. Nem mesmo é algo comum. Zoofilia é a exceção e não a regra. Não foi preciso fazer sexo com primatas, aves, porcos, morcegos, etc, etc, etc, pra haver contaminação de animal para humano. A principal forma de contaminação é pela alimentação. É por isso que caça silvestre é incinerada, pois há possibilidade de contágio.

            Depois, não novamente, sua visão de mundo é rasa e deturpada. Problema da África, América Latina e da Ásia (continente com maior pobreza), quase todo o planeta, não é de burrice, como vc mesmo já disse, mas social e econômico causado por fatores políticos, que vem desde a colonização europeia, passando pela Guerra Fria, pela especulação financeira e indo até a neocolonização. Falar o que você falou só mostra desinformação.

            Eu já falei sobre isso, você ignorou, não contra-argumentou com informação e está novamente falando o que já tinha explicado. Não ter conhecimento é uma coisa. Não querer conhecimento é outra.

          • Kveikja

            Esse Bruno Rocha é só mais um babaca vagando por aí. Nem vale a pena discutir.

          • Bruno Rocha

            Sim, se eu não concordo com algo sou babaca. Muito bom mesmo seu argumento.

          • Kveikja

            Do mesmo nível dos que você usa contra quem discorda de você.

  • Guilherme M.

    E será que funciona pra todos os tipos de HIV?

    • http://www.toad.com.br/ Matheus Gonçalves

      Com certeza, não. Gravamos um podcast bem detalhado sobre o assunto. Se quiser saber mais, procure por “scicast aids Parte 1″ no Google, o conteúdo tá bem informativo. Participação do Atila Iamarino.

  • Bicows

    Difícil ler e não lembrar de Resident Evil…

    • Bruno Rocha

      To se caso cheio de zumbis, e olha que sempre fui fã. Hoje gosto mais dos “fungos humanos” do The Last of Us.

  • Bruno Silva

    Raios Gama no HIV… e se?

  • Bruno Rocha

    São seres vivos sem, possuem RNA que vira DNA, e ainda tem mutação, tudo que um ser vivo tem. Acontece é que os vírus são os mais simples.

  • Marcos Andrade

    Não exatamente. Os vírus não estão mortos e são seres vivos. Na verdade, eles compõem uma categoria à parte de seres vivos com limitações. O que a radiação faz (da mesma forma que faria com qualquer organismo vivo), é ionizar o DNA, impedindo as possibilidades de replicação e de interação com o DNA das nossas células ;)

    • Léo Vailati

      Opa, obrigado, gostei da explicação.
      Realmente não sabia disso.

  • Victor Hugo Bueno

    Será que só eu vejo um cenário de gente trepando pra todo lado sem preservativo, pq já tá vacinado, ou pros mais ignorantes “já existe a cura”… já pensou se nessa brincadeira surge um “super virus”? eu hein..!!!11!

    • Thiago Margarida

      A questão acho que não é nem um ‘super vírus’, mas sim as outras 347234283049 doenças sexualmente transmissíveis

  • Alex Oliveira

    Excelente!

  • Guest

    Sim. Por isso as aspas.

  • Xultz

    Eu não entendi se este remédio tem como função imunizar uma pessoa, de forma que ela não consiga se infectar com o vírus, ou se ele consegue curar uma pessoa já infectada.
    Agora, esperar que a doença seja erradicada, é ser um pouco ingênuo. A indústria farmacêutica iria à falência se curasse as pessoas. O mais provável é que seja erradicada em partes ricas do mundo, e se plorifere no lado probre…

  • Denis J. Alves

    “[...]a vacina inclui uma versão “morta” do vírus HIV.” Aprendi que toda vacina é assim. São vírus “aleijados” e até “mortos”, justamente para que o corpo crie anticorpos para estes.
    Enfim, a ciência é incrível.

  • Kidjapa

    vish, acho que o pessoal que vendem aquelas centenas de remédios que o sujeito com HIV positivo precisa tomar, não iram gostar muito da noticia. HUASHUASuhas

  • http://twitter.com/compulsivo Compulsivo

    Cético, pois se hoje é tratável e não “vacinável”, é mais lucrativo do jeito que está…